NFTs podem se popularizar com o suporte planejado do Instagram, diz o Deutsche Bank

LinkedIn

Trazer tokens não fungíveis (NFTs) para o grande público do Instagram tem o potencial de potencializar o mercado geral, disse o Deutsche Bank em um relatório de pesquisa no domingo.

No início deste mês, o CEO da Meta Platforms (FB), Mark Zuckerberg, disse que a empresa estava “trabalhando para trazer NFTs para o Instagram no curto prazo”.
O Instagram simplificará o processo de compra e venda de NFTs, reduzindo assim as barreiras à entrada, disse o banco, acrescentando que o forte reconhecimento global da marca da plataforma “se prestará a legitimar NFTs, o que pode servir para diminuir a hesitação de compra em todo o público mais amplo da empresa”.
NFTs são ativos digitais em uma blockchain que representam a propriedade de itens virtuais ou físicos e que podem ser vendidos ou negociados.
O lançamento de um mercado NFT no Instagram, de propriedade da Meta (BOV:FBOK34), provavelmente ganhará força, disse o relatório. Com base nas taxas típicas do mercado NFT e suposições conservadoras sobre a penetração do usuário e os valores médios das transações, o banco estima que uma implantação mais ampla de um mercado NFT no Instagram poderia gerar até US$ 8 bilhões em receita líquida anual.
Outras empresas de internet também estão tomando medidas para adotar ativos digitais, já que eBay (EBAY, EBAY34), Twitter (TWTR, TWTR34) e Snap (SNAP, S1NA34) podem incorporar NFTs até certo ponto, disse a nota.
O mercado de NFT está em “modo de hipercrescimento”, disse o relatório, gerando cerca de US$ 25 bilhões em volume de transações no ano passado, um aumento de cerca de 250 vezes em relação ao volume total de cerca de US$ 95 milhões visto em 2020.
O Deutsche Bank diz que a oportunidade de mercado para NFTs é muito grande, com o mercado total endereçável (TAM) estimado em mais de US$ 1 trilhão, liderado por categorias como arte, colecionáveis ​​e jogos de azar.
Com informações de Coindesk

Deixe um comentário