Mater Dei (MATD3): lucro líquido de R$ 36,8 milhões no 1T22, aumento de 39,2%

LinkedIn

A rede mineira de hospitais Mater Dei teve lucro líquido de R$ 36,8 milhões, um aumento de 39,2% ante o mesmo período do ano anterior e queda de 3,8% em comparação com o 4T21.

A receita líquida foi de R$ 342,7 milhões, em alta de 51,1% sobre o resultado de R$ 226,7 milhões de um ano antes.

ebtida – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – alcançou R$ 81 milhões, uma alta de 30,6% em relação ao Ebitda de R$ 62,0 milhões no mesmo período do ano anterior.

O resultado financeiro líquido atingiu R$ 19,3 milhões negativos, ante R$ 13,7 milhões negativos no 1T21 e R$ 10,2 milhões negativos no 4T21.

Os custos dos serviços prestados são formados, principalmente, por materiais e medicamentos, pessoal, repasses médicos, depreciação e amortização e manutenção e conservação. No 1T22, na comparação anual, a relevância dos custos em relação à receita líquida foi acrescida em 4,2pp, passando a representar 65,0% da receita líquida.

Já em relação ao 4T21, os custos aumentaram 4,1pp, sendo esse aumento explicado, principalmente, pelo aumento da relevância de pessoal e da prestação de serviços médicos. Excluindo os custos relativos à unidade de Salvador, chegamos em uma relevância de 64,4% da receita líquida.

O caixa e equivalentes, somados às aplicações financeiras, atingiu R$ 858,8 milhões no 1T22, um aumento de 276,7% na comparação anual e diminuição de 32,8% ante o 4T21. Neste trimestre o índice de alavancagem (dívida líquida / EBITDA LTM) atingiu 1,1x.

Os resultados da Mater Dei (BOV:MATD3) referente suas operações do primeiro trimestre de 2022 foram divulgados no dia 13/05/2022. Confira o Press Release completo!

 * Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário