Momento B3: e os principais destaques corporativos desta segunda-feira (16)

LinkedIn
Esse é o Momento B3 do dia 16 de maio de 2022, com tudo o que você precisa saber sobre as empresas negociadas na B3! Atualização constante durante o pregão.

📆 Eventos do dia na B3

📊 1T22 – Cemig (CMIG), Raízen (RAIZ), Eucatex (EUCA), M. Dias Branco (MDIA), PDG Realty (PDGR), Cosan (CSAN), Cyrela (CYRE), Biomm (BIOM), Kora Saúde (KRSA), Wilson Sons (PORT), Lupatech (LUPA), Auren (AURE), BRQ (BRQB), CEB (CEBR), Celesc (CLSC), Fertilizantes Heringer (FHER), Tegra (TEGA), Ânima (ANIM), Ambipar (AMBP)

☎️ Áudioconferência – Cemig (CMIG), Raízen (RAIZ), Eucatex (EUCA), M. Dias Branco (MDIA), PDG Realty (PDGR), Cosan CCSAN), Cyrela (CYRE), Biomm (BIOM), Kora Saúde (KRSA), Wilson Sons (PORT), Lupatech (LUPA), Auren (AURE), BRQ (BRQB), CEB (CEBR), Celesc (CLSC), Fertilizantes Heringer (FHER), Tegra (TEGA), Ânima (ANIM), Ambipar (AMBP)

📣 (AGE) – PDG Realty (PDGR)

💰 Proventos

Data “Com” – nenhuma ação negociada como data “Com”…

Data “Ex” –  nenhuma ação negociada como data “Ex”…

Pagamento – Santander (SANB), Movida (MOVI), Sinqia (SQIA) pagamentos agendados para hoje…

💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

AES Brasil (AESB3)

A AES Brasil pagará R$ 16,2 milhões em juros de debêntures aos detentores de papéis, referentes à 1ª e à 8ª emissão da companhia.

Alpargatas (ALPA4)

A Alpargatas concluiu a aquisição de 49,9% da Rothy’s, empresa que atua na fabricação e comercialização de calçados e acessórios com sede na Califórnia, nos Estados Unidos. Saiba mais…

Ambipar (AMBP3)

A Ambipar registrou lucro líquido de R$ 49 milhões no primeiro trimestre, alta de 51,7% na comparação anual. Saiba mais…

Ânima (ANIM3)

O grupo educacional Anima registrou lucro líquido ajustado de R$ 51 milhões no primeiro trimestre de 2022, em queda de 16,4% sobre o lucro líquido de R$ 61 milhões obtido no primeiro trimestre de 2021. Saiba mais…

Auren Energia (AURE3)

A Auren Energia informou ter apurado lucro líquido de R$ 17 milhões no 1TRI22. Em comparação com o 1TRI21, houve uma redução de 86,9%. Naquela ocasião, o lucro havia sido de R$ 135 milhões. Saiba mais…

B3 (B3SA3)

A B3 anunciou o lançamento da L4 Venture Builder, um fundo com capital de R$ 600 milhões para investimentos no ecossistema de inovação em empreendedorismo nos próximos cinco anos. A operação ainda está sujeita a aprovações. Saiba mais…

Bradesco (BBDC4)

O Bradesco informou que sua subsidiária Bradesco Financiamentos detectou um incidente que pode ter permitido a visualização não autorizada de dados de contratos de cerca de 53 mil cliente. Saiba mais…

BTG (BPAC11) 

O BTG está interessado em adquirir a Stone (STNE), segundo o Valor Econômico. Saiba mais…

Celesc (CLSC4)

A Celesc registrou lucro líquido de R$ 259,9 milhões no primeiro trimestre do ano. Esse resultado é 30,5% maior que o apurado no 1TRI21, quando havia sido de R$ 199,2 milhões.

Cemig (CMIG4)

A Cemig informou ter registrado lucro líquido de R$ 1,455 bilhão no 1TRI22. Esse resultado é 244,6% superior ao observado no 1TRI21, quando atingiu lucro de R$ 422,5 milhões. Saiba mais…

A Cemig deu início, neste mês, a um novo plano de demissão voluntária, cujo objetivo é adequar os custos e a eficiência operacional, afirmaram executivos da empresa, durante teleconferência com analistas e investidores. Saiba mais…

Cosan (CSAN3)

A Cosan registrou lucro líquido atribuído aos controladores de R$ 510,2 milhões no primeiro trimestre deste ano, o que representa queda de 20% em relação ao mesmo período de 2021. O lucro líquido ajustado, em termos pro forma, caiu 69,1% e somou R$ 236,1 milhões. Saiba mais…

Cyrela (CYRE3)

A Cyrela teve lucro líquido de R$ 162 milhões no primeiro trimestre de 2022, queda de 15,9% sobre o primeiro trimestre de 2021. Saiba mais…

Dasa (DASA3)

A Dasa adquiriu 90% da Centro – Centro de Tratamento Oncológico, que atua na cidade do Rio de Janeiro (RJ), com a prestação de serviços de quimioterapia e assistência médica nas áreas de hematologia, oncologia e especialidades correlatas, incluindo transplantes de medula óssea. Saiba mais…

Eletrobras (ELET3/ELET5/ELET6)

Apesar de novos ruídos que possam aparecer nos próximos dias, o processo de desestatização da Eletrobras no TCU deve ser concluído nesta quarta-feira (18), quando termina o período de vista concedido na última sessão. Saiba mais…

Eneva (ENE3)

A Eneva anunciou que suas reservas e recursos contingentes de gás natural, condensado e óleo do Campo de Azulão e da descoberta de Anebá, na Bacia do Amazonas, foram certificados pela consultoria independente Gaffney, Cline & Associates (GCA). Saiba mais…

Eucatex (EUCA3/EUCA4)

A fabricante de chapas de madeira Eucatex reportou lucro líquido atribuído aos controladores de R$ 85,4 milhões, crescimento de 38,5% no primeiro trimestre no comparativo anual. Saiba mais…

Fertilizante Heringer (FHER3)

A Fertilizante Heringer reverteu o prejuízo do 1T21 e obteve lucro líquido de R$ 128,3 milhões no 1T22. No 1T21, a companhia havia registrado perda de R$ 7,4 milhões.

GPS Participações e Empreendimentos (GGPS3)

O grupo GPS Participações e Empreendimentos registrou lucro líquido de R$ 112 milhões no primeiro trimestre do ano (1TRI22). Esse resultado é 29% superior ao 1TRI21, quando atingiu R$ 86 milhões.

Kora Saúde (KRSA3)

A Kora Saúde informou lucro líquido ajustado de R$ 47,1 milhões no 1TRI22, resultado que é 90% superior ao obtido no 1TRI21, que foi de R$ 24,8 milhões. Saiba mais…

Localiza (RENT3) 

A Localiza anunciou sua 20ª emissão de debêntures.

M. Dias Branco (MDIA3)

M. Dias Branco, líder nos mercados de biscoitos e massas do Brasil, registrou lucro líquido de R$ 37,8 milhões no balanço do 1º trimestre deste ano, uma alta de 152% na comparação com o mesmo período de 2021. Saiba mais…

Petrobras (PETR3/PETR4)

A Petrobras enviou um comunicado ao mercado neste sábado, 14. No documento nega que esteja discutindo mudanças na política de preços. Saiba mais…

PDG (PDGR3)

A PDG apresentou lucro líquido de 46 milhões no 1T22, revertendo prejuízo de R$ 220 milhões obtido no 1T21.

Raízen (RAIZ4)

A Raízen registrou uma queda de 48% do lucro em seu quarto trimestre fiscal ante igual período do ano safra 2021-2020, para R$ 209,7 milhões, mas projetou crescimento para o atual ano safra. Saiba mais…

Saraiva (SLED4)

A Saraiva registrou prejuízo líquido de R$ 21,4 milhões no 1T22, sendo 5,4% menor do que as perdas do 1T21, quando as perdas atingiram R$ 20,3 milhões. Saiba mais…

Taesa (TAEE11) 

A Taesa pagará juros de debêntures aos detentores dos papéis da 1ª e 2ª séries da 10ª emissão. Saiba mais…

Telefônica Brasil (VIVT3)

A Telefônica Brasil informou que avalia emissão de até R$ 3,5 bilhões em debêntures, com esforços restritos.

Vale (VALE3)

No início de abril, empresários do setor de mineração receberam uma proposta de negócio da Vale. Em termos sigilosos, a oferta comercial detalhava a venda de seus direitos minerários para explorar oito áreas gigantescas de manganês na região de Marabá, no Pará. Saiba mais…

Wilson Sons (PORT3)

A Wilson Sons informou que registrou lucro líquido de R$ 143,5 milhões no primeiro trimestre deste ano, ante R$ 26,7 milhões do 1TRI21. Isso significa que houve um avanço de 437,4%.

A Wilson Sons aprovou a realização de um programa de recompra de ações da companhia. Tal programa está limitado à recompra de 1.363.500 ações ordinárias (ON). O prazo máximo do programa é de 18 meses.

💰 Divulgação de Dividendos 💰

JSL (JSLG3)

A JSL ajustou o valor a ser pago em dividendos aos acionistas da empresa. Será creditado o valor de R$ 0,216129949 por ação.

Mitre (MTRE3)

O Conselho de Administração da Mitre aprovou o pagamento de dividendos intercalares no montante total de R$ 7,036 milhões, equivalente a R$ 0,06651866673 por ação ordinária de emissão da companhia. Saiba mais…

📊 Participação Acionária 📊

Ultrapar (UGPA3) 

A Ultrapar recebeu comunicado da Squadra Investimentos –Gestão de Recursos e da Squadra Investments –Gestão de Recursos que, em 12 de maio, os fundos geridos pelas gestoras alcançaram, de forma agregada, 5,13% do total de ações ordinárias de emissão da Ultrapar, totalizando 57.168.200 ações.

📝 Outras notícias e comunicados 📝

Nenhuma notícia até o momento…

🔔 IPO 🔔

Nenhuma notícia até o momento…

🔦 Recomendação de ativos  🔦

Ânima (ANIM3)

BTG Pactual mantém recomendação de compra e reduz preço-alvo de R$ 11,00 para R$ 9,00…

Citi mantém recomendação de compra com preço-alvo a R$ 7,00…

Auren (AURE3)

BTG Pactual mantém  recomendação de compra com preço-alvo de R$ 20,00…

Citi mantém recomendação de compra com preço-alvo a R$ 19,50…

XP mantém recomendação de compra com preço-alvo a R$ 21,00…

BK Brasil (BKBR3)

Santander retoma cobertura com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 10,00…

Cemig (CMIG3/CMIG4)

BTG Pactual mantém recomendação neutra com preço-alvo de R$ 14,00…

XP mantém recomendação neutra com preço-alvo a R$ 13,00…

Cosan (CSAN3)

Citi mantém recomendação de compra com preço-alvo a R$ 30,00…

Credit Suisse mantém recomendação de compra com preço-alvo a R$ 29,00…

UBS mantém recomendação de compra com preço-alvo a R$ 32,00…

Cyrela (CYRE3)

Bradesco BBI mantém recomendação de compra com preço-alvo a R$ 28,00…

Citi mantém recomendação de compra com preço-alvo a R$ 21,00…

XP mantém recomendação de compra com preço-alvo a R$ 33,00…

Raízen (RAIZ4)

Citi mantém recomendação de compra com preço-alvo a R$ 9,00…

UBS BB mantém recomendação de compra com preço-alvo a R$ 8,50…

Rumo (RAIL3)

Credit Suisse mantém recomendação de compra com preço-alvo a R$ 26,00…

💡  Conheça a nova ferramenta da ADVFN: SCANNER  🔝

Fonte Empresas, ADVFN, EQI, Infomoney, Genial Investimentos, Finance News, Reuters, Valor, Estadão, Bloomberg, TC, Exame

Deixe um comentário