Vale delibera a instalação do Comitê de Nomeação para assessorar AGO prevista para abril de 2023

LinkedIn

O Conselho de Administração da Vale deliberou a instalação do Comitê de Nomeação para assessorar, a partir de junho de 2022, o processo de eleição do órgão colegiado, que ocorrerá na Assembleia Geral Ordinária (AGO) prevista para abril de 2023.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:VALE3) nesta quinta-feira (26).

“Cabe ao Comitê de Nomeação propor ao Conselho de Administração melhorias relacionadas à estrutura, ao tamanho e à composição deste colegiado, além de recomendar as competências, as experiências e a diversidade de perfis de potenciais candidatos(as) a membros do Conselho, para que a Vale se beneficie da pluralidade de argumentos e de um processo de tomada de decisão com qualidade e segurança, em conformidade com as leis, a ética e as melhores práticas de governança corporativa”, explicou a mineradora.

Ainda segundo a Vale, compete ao Comitê de Nomeação, também, identificar, selecionar e recomendar potenciais candidatos(as) a membros do Conselho, cujos nomes serão avaliados pelo Conselho de Administração, a fim de que sejam submetidos, a critério deste, para eleição na AGO.

Cabe ainda ao Comitê de Nomeação elaborar e manter atualizado o plano de sucessão do Conselho de Administração.

O Comitê é formado por 4 membros, todos integrantes do Conselho de Administração e sob a coordenação de seu Presidente, com maioria independente, nos termos do respectivo regimento interno.

“A composição do Comitê privilegia o conhecimento dos desafios da Vale na operação de seus negócios e no alcance de seus objetivos estratégicos, que incluem a liderança em mineração sustentável e uma maior diversidade de seu corpo funcional”, destacou a mineradora.

O Comitê de Nomeação foi criado pela Vale em 2020 em apoio à transição da companhia para uma estrutura societária com capital disperso e como etapa evolutiva do modelo de governança da Vale, em adequação ao Regulamento do Novo Mercado, em atendimento a demandas de investidores e alinhado a melhores práticas internacionais.

Informações FinanceNews

Deixe um comentário