Vale obtém certificação de terceiros independentes para mais produtos de níquel de baixo carbono

LinkedIn

A Vale obteve certificação de terceiros independentes para mais produtos de níquel de baixo carbono. “Cerca de 83% do níquel Classe 1 da Vale agora tem uma pegada de carbono verificada de forma independente, reforçando o compromisso da Vale em fornecer metais de baixo carbono, garantindo a transparência e a gestão responsável dos dados de carbono”, afirma a mineradora.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:VALE3) nesta terça-feira (17).

Em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa afirma que os rounds de níquel da refinaria Long Harbour da empresa em Newfoundland & Labrador já estão entre os de menor intensidade de carbono do mundo, com 4,4 toneladas de CO2 equivalente por tonelada de níquel.

“A produção sustentável e confiável de níquel de alta qualidade é essencial para os esforços globais de descarbonização”, destaca Deshnee Naidoo, Vice-Presidente Executiva de Metais Básicos da Vale. “Nossos produtos de baixo carbono mostram que temos os ativos certos nas geografias certas e o conhecimento técnico para gerar valor de longo prazo para os negócios e a sociedade”, afirma no comunicado.

Segundo a empresa, o escopo do trabalho de garantia da Intertek Group Plc afirmou que os produtos de pelotas e pó de níquel da Refinaria de Níquel Copper Cliff em Sudbury, Canadá, tinham uma pegada de carbono de 7,3 toneladas de CO2 equivalente por tonelada, enquanto os produtos de pelotas da refinaria de Clydach no País de Gales tinham uma pegada de carbono de 33,1 toneladas de CO2 equivalente por tonelada. A pegada de carbono das operações canadenses de níquel da Vale está entre as 10% melhores do mundo, com Clydach em linha com a média do setor.

Conforme a Vale, a pegada de carbono inclui emissões de Escopo 1 e 2 geradas durante a mineração, moagem e refino, bem como emissões de Escopo 3 upstream, oriunda de insumos, e foi medida de acordo com o Product Life Cycle Accounting and Reporting Standard (padrão para reporte e contabilidade do ciclo de vida do produto) do GHG Protocol, uma estrutura padronizada global abrangente para medição e gestão das emissões de gases de efeito estufa.

A pegada de carbono dos produtos de níquel é baseada em dados de 2020, o último ano completo para o qual há números disponíveis.

Informações BDM

Deixe um comentário