Bom dia ADVFN - Dados econômicos dos EUA, China diminui as restrições da covid e mais

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  27 de junho de 2022, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

📣  Confira as principais manchetes dos jornais de hoje 📰

Bolsas mundiais:  Os futuros americanos e bolsas da Europa sobem, os mercados asiáticos fecham em alta, continuando a tendência positiva registrada na semana passada. Investidores continuam avaliando os riscos representados pelo aumento da inflação e de uma recessão econômica.

Na Ásia, as ações encerraram em alta com a percepção de maior otimismo com o progresso da China no controle dos casos de covid-19. Em Tóquio, o Nikkei encerrou em alta de +1,43% e, em Hong Kong, o Hang Seng avançou +2,35%. Em Seul, o Kospi fechou em +1,49% e, em Taiwan, o Taiex subiu +1,60%. Na China Continental, o Xangai ficou em +0,88% e o Shenzhen, +1,11%. A cidade de Xangai, na China, permitirá a retomada gradual de refeições na parte interna dos restaurantes, a partir do dia 29, em áreas de baixo risco e sem nenhuma disseminação em nível comunitário da covid-19, informou no domingo o governo local, de acordo com a Reuters. A cidade levantou um lockdown de dois meses em 1º de junho, mas desde meados de março muitos estabelecimentos não podem oferecer refeições em salões fechados. Xangai não registrou casos localmente transmitidos de covid-19 em 24 de junho e 25 de junho. A agência estatal Xinhua, porém, informava que no domingo (26) foram registrados dois casos assintomáticos da doença em Xangai, segundo a autoridade municipal de saúde. As duas pessoas foram enviadas a hospitais e estão em observação, segundo o veículo oficial chinês.

Na Europa, as Bolsas operam em alta, os materiais básicos lideraram os ganhos no Stoxx 600 da Europa com otimismo com o controle do surto de Covid na China. Enquanto os líderes do G-7 se reuniam na Alemanha, a capital ucraniana, Kiev, foi novamente atingida por ataques de mísseis russos, vários meses depois que as forças russas se retiraram da cidade para se concentrar no leste da Ucrânia, onde fizeram progressos significativos nas últimas semanas.

Nos Estados Unidos,  Os índices operam em alta no momento. A perspectiva de um aperto mais agressivo das taxas pelos bancos centrais assustou os mercados e alimentou preocupações de uma recessão, que o presidente do Fed, Jerome Powell, disse ao Congresso na semana passada ser uma “possibilidade”, ao reiterar que o banco central está “fortemente comprometido” em baixar a inflação. Os títulos da dívida americana cederam, empurrando a taxa do papel de 10 anos dos EUA para 3,16%. Os rendimentos recuaram devido às preocupações com o crescimento, mas ainda não está claro se as bolsas já atingiram o chamado “fundo do poço”.  Os investidores estão analisando os indicadores recentes, para descobrir se a inflação mais alta de sua geração está perto de atingir o topo. Na agenda, os números de pedidos de bens duráveis, indicador de atividade das empresas fabricantes e relatório de vendas de casas pendentes.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI estão sendo negociados a US$ 107,70 com alta de 0,07%. O Brent opera em alta de 0,25%, negociado a US$ 109,37.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 21.449,14 (+0,05%). O ouro  é negociado a US$ 1.840,35 por onça-troy (+0,55%).

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

Minério de ferro:  O Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 3,96%, a 775,00 iuanes, o equivalente a US$ 115,87.

Coronavírus

O Brasil registrou 18.074 novos casos de covid-19 no domingo, 26, conforme dados do consórcio de veículos de imprensa. A média móvel de testes positivos, ficou em 53.798. Acima de 50 mil há três dias, o número cresce pelo sétimo dia consecutivo. Em duas semanas, houve aumento de 18%. Desde meados de maio, o País vive nova alta de casos puxada pelas subvariantes BA.4 e BA.5 da Ômicron. O País também notificou 41 novas mortes pelo coronavírus, enquanto a média móvel de óbitos ficou em 193. Em duas semanas, houve aumento de 20,6%. No total, o Brasil acumula 670.459 vítimas e 32.076.972 casos da doença.

A Prefeitura de São Paulo inicia nesta segunda-feira (27) a aplicação da 4ª dose da vacina contra Covid-19 para o público com mais de 40 anos de idade. A única exigência é ter tomado a primeira dose de reforço há pelo menos quatro meses.

O Instituto Butantan interrompeu a fabricação da Coronavac devido à falta de demanda pelo imunizante contra a Covid-19. A última produção foi finalizada em outubro de 2021 e entregue ao Ministério da Saúde em fevereiro deste ano; desde então, não foram feitos mais pedidos pela vacina, consequentemente, a fabricação não foi retomada. No total, o Butantan, que é do governo de São Paulo, entregou 110 milhões de doses da Coronavac ao Programa Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. Com tecnologia desenvolvida na China, foi a primeira vacina a ser aprovada no país para uso emergencial, em janeiro de 2021. Contudo, com a chegada de outros imunizantes (AstraZeneca, Pfizer e Janssen) que contam com registro definitivo na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Coronavac perdeu espaço. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, decretou o fim da emergência sanitária em abril de 2022 e, com a medida, apenas imunizantes com registro definitivo podem ser aplicadas em adultos, o que restringe o uso da Coronavac à faixa etária entre cinco e 17 anos.

Varíola dos macacos, ou Monkeypox, ainda não é uma emergência de saúde global, decidiu a Organização Mundial da Saúde (OMS) no sábado (25), embora o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, tenha dito estar profundamente preocupado com o surto

Brasil

A procura por financiamento no País caiu 7% em maio em relação a abril, quando saltou 11%. Contudo, na comparação com o quinto mês de 2021, houve crescimento de 29%, segundo o Índice Neurotech de Demanda por Crédito (INDC). A expansão do INDC em maio ante igual mês do ano passado foi puxada pela busca por financiamento no segmento de bancos e financeiras, que apresentou alta de 29% no período em análise. Em seguida, em termos de crescimento, aparecem varejo (24%) e serviços (3%).

O preço médio da cesta básica na capital paulista superou o valor do salário mínimo no mês de maio, segundo levantamento feito pelo Núcleo de Inteligência e Pesquisas do Procon-SP, em convênio com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese). A cesta chegou a R$ 1.226,12, em 31 de maio, aumento de 1,36% em relação a 29 de abril (R$ 1.209,71). O valor do salário mínimo é R$ 1.212.

Poderes

Como vinha sendo especulado nos últimos meses, o presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou o nome do general Walter Braga Netto, ex-ministro da Defesa e da Casa Civil, como vice em sua chapa na disputa à reeleição em outubro deste ano à cadeira do Palácio do Planalto. A declaração foi feita durante uma participação no programa 4×4, no YouTube.

O senador Fernando Bezerra (MDB-PE), relator da PEC dos Combustíveis no Senado, pretende entregar hoje o parecer sobre o projeto. O texto incluirá um aumento de R$ 200 no Auxílio Brasil, passando assim de R$ 400 para R$ 600, e a criação do chamado “voucher caminhoneiro”, que será de R$ 1.000. Bezerra também disse que incluirá um reajuste no auxílio-gás. Vale ressaltar que todas essas medidas terão vigência até o fim do ano.

Economia

O ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu mais tempo para a Petrobras explicar quais os critérios usados pela estatal para reajustar o preço dos combustíveis. Assim, o ministro deu até o dia 1º de julho de 2022 para a apresentação das informações requisitadas e a documentação completa.

Com o óleo diesel mais caro que a gasolina pela primeira vez desde 2004, e uma queda no número de usuários acentuada pela pandemia de covid-19, o custo do transporte público entrou de vez na disputa por recursos do Estado. Em ano eleitoral, governadores e prefeitos de todo o País passaram a conceder novos subsídios ou ampliar os existentes para evitar alta nas tarifas de ônibus municipais e intermunicipais ou ao menos reduzir o impacto do aumento. Levantamento inédito da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) mostra que ao menos 264 municípios, de todas as regiões do País, complementam o caixa do transporte com verba orçamentária – 42% deles aderiram ao subsídio nos últimos dois anos. A crise no transporte levou até mesmo a cidade do Rio de Janeiro, que historicamente nunca financiou o transporte municipal, a implementar um modelo de subsídio baseado em quilometragem que passou a funcionar neste mês.

Agenda Econômica

🇧🇷 Índice IPC- Fipe (05h00)
🇧🇷 INCC-M mensal (08h00)
🇧🇷 Boletim Focus (08h25)
🇺🇸 Núcleo de pedidos de bens duráveis mensal (09h30)
🇺🇸 Índice de atividade industrial Fed Dallas mensal (11h30)
🇺🇸 Leilão primário de Treasuries de cinco anos (14h00) ⭐️
Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o principal índice fechou em alta de 0,60%, a 98.672 pontos, mas a Bolsa brasileira cravou a sua quarta semana de perdas, com recuo de 1,15% no acumulado desta semana e 11% no acumulado do mês.

Maiores altas do Ibovespa

GOLL4: +6,71%, a R$ 10,50
PRIO3: +5,18%, a R$ 21,53
CSNA3: +5,18%, a R$ 16,46
SUZB3: +4,87%, a R$ 47,85
AZUL4: +4,69%, a R$ 14,06

Maiores baixas do Ibovespa

PETZ3: −5,54%, a R$ 10,75
SOMA3: −4,87%, a R$ 9,77
VIIA3: −4,22%, a R$ 2,27
CVCB3: −4,17%, a R$ 8,51
QUAL3: −3,40%, a R$ 13,05

Na Toro, traders podem usar a plataforma Profit Pro grátis

Dólar    

O dólar comercial fechou em alta de 0,44%, a R$ 5,2527, depois de oscilar entre R$ 5,2055 e R$ 5,2760. Na semana, a moeda acumulou alta de 2,11%.

Ifix   

O índice fechou em queda de 0,01% aos 2.802,37 pontos. Na semana o índice fechou em elevação de 0,01%. Ao longo do dia, o índice registrou a pontuação mínima de 2.799 pontos. Na máxima, o IFIX foi de 2.807 pontos.

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, G1, Agência Brasil e BDM, correio braziliense, estadão, isto é dinheiro

Deixe um comentário