Bom dia ADVFN - Fed decide a nova taxa juros nos EUA e mais destaques

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  27 de julho de 2022, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Bolsas mundiais:  Os índices futuros americanos e mercados europeus operam em alta antes do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed) decidir a nova taxa juros nos EUA.

Na Ásia, as bolsas fecharam de forma mista diante da expectativa pela decisão do Fed hoje sobre os juros americanos. O mercado precifica um aumento de 75 pontos-base. O índice Nikkei subiu em Tóquio +0,22% e, em Seul, o Kospi teve ligeira alta de +0,11%. Em, Taiwan, o Taiex avançou +0,78%. Em Hong Kong, no entanto, o Hang Seng fechou em queda de -1,13% e, na China, Xangai teve leve baixa de -0,05%. O Shenzhen encerrou o dia com ganho de +0,33%.

Na Europa, as Bolsas operam em alta após a divulgação de vários balanços corporativos na região e à espera do anúncio do Fed sobre mais uma alta dos juros nos Estados Unidos.

Nos Estados Unidos,  Os índices operam em alta no momento. O Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed) decidirá a nova taxa juros nos EUA – com o mercado, majoritariamente, esperando uma alta de 0,75 ponto percentual. Mas às atenções devem se voltar mesmo para a fala de Jerome Powell, chairman do Fed, às 15h30, que deve dar mais sinais sobre o ritmo do aperto monetário no país. Como muitos bancos centrais ao redor do mundo, o Fed está agindo agressivamente para conter a inflação em um cenário de desaceleração da atividade econômica. As preocupações com a economia global se aprofundaram ontem depois que o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu suas projeções de crescimento global para 2022 e 2023. Agora, espera que a economia global cresça 3,2% este ano, antes de desacelerar ainda mais para uma taxa de 2,9% do PIB em 2023. Boeing e Shopify devem divulgar seus resultados trimestrais antes da abertura dos mercados. Qualcomm , Ford e Meta Platforms apresentarão resultados no final do dia.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI estão sendo negociados a US$  96,11 com alta de 1,22%. O Brent opera em alta de 1,14%, negociado a US$ 100,61.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 21.347,89 (+1,19%). O ouro  é negociado a US$ 1.719,45 por onça-troy (+0,10%).

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

Minério de ferro:  O Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 2,41%, a 744,50 iuanes, o equivalente a US$ 110,26.

Coronavírus

O Brasil notificou 39.092 novos casos da covid-19 na terça-feira, 26. A média móvel de testes positivos ficou em 37.510, representando uma queda de 33% em relação à de duas semanas atrás. A última vez que o índice esteve abaixo de 40 mil foi em 20 de junho. O País também registrou 350 novas mortes pelo coronavírus nas últimas 24 horas. A média diária de óbitos na última semana é de 233 e está há 29 dias consecutivos acima de 200. No total, o Brasil tem 677.563 vítimas e 33.660.608 casos da doença.

Em junho, a OMS recomendou que os cientistas continuassem pesquisando todas as possíveis origens da pandemia de Covid-19. Dois estudos recém-publicados, com abordagens totalmente diferentes, chegaram à mesma conclusão: o mercado de frutos do mar de Huanan em Wuhan, na China, foi provavelmente o epicentro do coronavírus. As pesquisas sugerem que, embora as “circunstâncias exatas permaneçam obscuras”, o vírus provavelmente estava presente em animais vivos vendidos no mercado no fim de 2019.

A líder técnica sobre varíola dos macacos do Programa de Emergências da OMS disse que a situação da doença no Brasil é “preocupante”. Em entrevista coletiva, Rosamund Lewis afirmou que, devido à extensão do país, pode haver subnotificação de casos — uma vez que os testes podem não chegar a todas as regiões. “Certamente, [a varíola dos macacos] é muito preocupante para países como o Brasil, de população grande, geograficamente extenso, e agora também com um número significativo de casos”, afirmou.

Brasil

A demanda de empresas brasileiras por crédito cresceu 2,9% em junho, em comparação com o mesmo mês de 2021. É o que indicam dados da Serasa Experian, divulgados na terça-feira (26). Os micro e pequenos negócios foram os principais responsáveis por impulsionar o dado, com 3,1% de aumento na busca pelo recurso financeiro.

Poderes

O governo federal encaminhou ao Congresso projeto de lei que abre crédito suplementar para apoio ao pequeno e médio produtor agropecuário, segundo informou a Secretaria Geral da Presidência da República. O crédito de R$ 2,5 milhões, se aprovado pelos parlamentares, será aberto em favor do Ministério da Agricultura para viabilizar despesas com apoio/fomento a esses produtores. A Secretaria Geral esclareceu, em nota, que a abertura do crédito suplementar não afeta o teto de gastos nem o cumprimento da meta de resultado primário, pois trata-se de remanejamento entre despesas primárias discricionárias, sem alterar o montante dessas para o corrente exercício. A mensagem de envio do PL ao Congresso ainda deve ser publicada no Diário Oficial da União.

Economia

Considerado uma “prévia da inflação oficial”, o IPCA-15 desacelerou para 0,13% em julho na comparação com o mês de junho, informou o IBGE. Trata-se da menor variação mensal desde junho de 2020. No ano, o IPCA-15 acumula alta de 5,79% e, em 12 meses, de 11,39%, abaixo dos 12,04% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores, disse o instituto. Em julho de 2021, a taxa foi de 0,72%.

O Fundo Monetário Internacional elevou de forma expressiva sua estimativa para o crescimento da atividade brasileira neste ano apesar das dificuldades enfrentadas pelas economias globais, mas ao mesmo tempo passou a ver desempenho mais fraco em 2023.

O Banco Central (BC) lançou duas moedas em comemoração aos 200 anos da Independência do Brasil. De acordo com a instituição, inicialmente serão 5 mil moedas de prata e 10 mil de cuproníquel. No entanto, a tiragem pode subir para até 20 mil unidades de prata e 40 mil de cuproníquel. Ambas as moedas trazem a 1ª estrofe do hino nacional no reverso, junto à símbolos nacionais como as cores verde e amarelo e a bandeira do Brasil, e cenas históricas que retratam momentos da independência no anverso. O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, participou do lançamento e destacou a independência do Brasil como “um momento histórico”, que “consolidou a vontade dos brasileiros de constituir uma nação independente, livre e soberana.

No Brasil, a agenda de balanços segue com a divulgação dos resultados da Klabin (KLBN11) antes da abertura; Assaí (ASAI3), Dexco (DXCO3), EDP (ENBR3), Intelbras (INTB3), OdontoPrev (ODPV3), Log (LOGG3), Suzano (SUZB3) e GPA (PCAR3) reportaram balanços após o fechamento do mercado

Agenda Econômica

🇩🇪 Índice GfK de confiança do consumidor mensal (03h00)
🇧🇷 Taxa de inadimplência recursos livres mensal (09h30)
🇺🇸 Núcleo de pedidos de bens duráveis mensal (09h30)
🇺🇸 Estoques no atacado mensal (09h30)
🇧🇷 Variação do estoques de crédito total mensal (09h30) ⭐️
🇺🇸 Variação de estoques de petróleo EIA semanal (11h30) ⭐️
🇧🇷 Fluxo cambial semanal (14h30)
🇧🇷 Relatório mensal da dívida pública mensal (14h30) ⭐️
🇺🇸 Federal Reserve – Taxa Fed Funds (15h00) ⭐️
🇺🇸 Federal Reserve – Coletiva pós-FOMC do presidente Jerome Powell (15h30) ⭐️
Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o principal índice fechou em queda de 0,50%, aos 99.771,69 pontos, refletindo as bolsas norte-americanas que encerraram no vermelho enquanto investidores aguardavam os balanços financeiros das companhias de tecnologia e consumo e a reunião do Fed.

Maiores altas do Ibovespa

JBSS3: +2,97%, a R$ 32,56
IRBR3: +1,59%, a R$ 1,92
PETR3: +1,44%, a R$ 33,79
POSI3: +1,42%, a R$ 6,44
ENBR3: +1,29%, a R$ 21,97

Maiores baixas do Ibovespa

QUAL3: −8,10%, a R$ 9,19
MGLU3: −6,45%, a R$ 2,61
VIIA3: −6,35%, a R$ 2,36
BPAN4: −5,88%, a R$ 6,40
CASH3: −5,61%, a R$ 1,01

Na Toro, traders podem usar a plataforma Profit Pro grátis

Dólar    

O dólar comercial fechou em queda de 0,38%, a R$ 5,351, após apresentar alta volatilidade na sessão, alternando entre ganhos e perdas. Esse é o menor valor desde 8 de julho.

Ifix   

O índice fechou com alta de 0,04% aos 2.794 pontos. Ao longo do dia, o índice registrou a pontuação mínima de 2.792 pontos. Na máxima, o IFIX foi de 2.798 pontos.

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, G1, Agência Brasil e BDM, correio braziliense, estadão, isto é dinheiro.

Deixe um comentário