Bom dia ADVFN - Temporada de balanços no Brasil, inflação na zona do euro atinge recorde e mais

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  19 de julho de 2022, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Bolsas mundiais:  Os índices futuros americanos operam no terreno positivo e bolsas da Europa operam em baixa, com investidores atentos ao ritmo de aperto monetário dos principais dos bancos centrais do mundo e uma estimativa de queda nos lucros das empresas durante o segundo trimestre de 2022.

Na Ásia, as ações encerraram sem direção única, pressionadas pela fraqueza em Wall Street na sessão de ontem. Investidores acompanham o desempenho econômico dos EUA e os balanços de grandes corporações americanas. Em Hong Kong, o Hang Seng perdeu -0,89% e, em Seul, o Kospi recuou -0,18%. O Taiex caiu -0,17% em Taiwan. Em Tóquio, o Nikkei registrou alta de +0,65% e, na China Continental, o Xangai teve alta marginal de +0,04%; o Shenzhen subiu +0,13%.

Na Europa, as Bolsas operam mistas, com os investidores europeus não se arriscando. A inflação na zona do euro atingiu recorde histórico em junho, com alta de 8,6% na comparação anual e de 0,8% na base mensal. A instabilidade política segue no radar europeu, com a disputa pela liderança do Partido Conservador do Reino Unido entrando em sua quarta rodada de cédulas entre os parlamentares, enquanto os candidatos restantes buscam suceder o primeiro-ministro Boris Johnson. A expectativa por reunião do BCE, que deve anunciar alta de juros pela primeira vez em 11 anos.

Nos Estados Unidos,  Os índices operam no terreno positivo no momento. Um relatório da Apple reacendeu preocupações com recessão, as ações foram arrastadas para baixo após uma matéria da Bloomberg relatando que a Apple diminuiria as contratações e os gastos com crescimento no próximo ano para se preparar para uma possível desaceleração econômica. As ações da fabricante do iPhone fecharam o dia com queda de 2,1%. A temporada de balanços do segundo trimestre continua esta semana. A Johnson & Johnson e a Hasbro divulgarão os resultados trimestrais antes da abertura dos mercados. Mas os números mais aguardados da semana são os das empresas de tecnologia. Netflix da o pontapé inicial na temporada de balanço das empresas de tecnologia, divulgando seus números após fechamento nesta terça-feira (19). A própria empresa prevê ter perdido 2 milhões de assinantes no segundo trimestre de 2022.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI estão sendo negociados a US$  97,48 com baixa de 1,95%. O Brent opera em baixa de 1,67%, negociado a US$ 104,47.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 21.900,91 (-1,53%). O ouro  é negociado a US$ 1.715,50 por onça-troy (+0,31%).

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

Minério de ferro:  O Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve baixa de -0,98%, a 656,50 iuanes, o equivalente a US$ 97,42.

Coronavírus

O Brasil reportou na segunda-feira, 18, 143 mortes por covid-19. Com os dados das últimas 24 horas, o total de vítimas da doença chega a 675.551. A média móvel de óbitos está em 248. Este é o 21º dia seguido acima de 200. Nas últimas 24 horas, foram notificados ainda 22.855 novos casos de coronavírus. Já a média móvel de testes positivos dos últimos sete dias passou a ser de 54.258. Até este momento, o total de diagnósticos para covid é de 33.319.635 no País.

Brasil

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,46% na segunda quadrissemana de julho, ganhando leve força em relação à alta de 0,43% verificada na primeira quadrissemana deste mês, de acordo com dados publicados nesta terça-feira, 19, pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Poderes

O presidente Jair Bolsonaro disse, na segunda-feira (18), que seu governo está trabalhando para apresentar uma “saída” para as eleições deste ano. “Queremos, obviamente, estamos lutando, para apresentar uma saída para isso tudo. Nós queremos confiança e transparência no sistema eleitoral brasileiro”, afirmou Bolsonaro, em evento com chefes de missões diplomáticas no Brasil sobre o processo eleitoral. Segundo o presidente, o governo trabalha para “corrigir falhas” no pleito eleitoral. “Nós queremos corrigir falhas. Queremos transparência. Nós queremos democracia de verdade”, disse. Não foram divulgados os nomes dos embaixadores que compareceram à solenidade. Em nota à imprensa, o Palácio do Planalto ressaltou que o evento teve o objetivo de “aprimorar os padrões de transparência e segurança” das eleições.

Economia

Empresas de capital aberto no Brasil começam a divulgar nesta terça-feira (19) seus balanços financeiros referentes ao segundo trimestre de 2022

O Produto Interno Bruto (PIB) registrou queda de 0,8% em maio ante abril, após três altas consecutivas, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV). Na comparação com maio de 2021, a atividade econômica teve expansão de 4,4% em maio de 2022.

Pela terceira semana consecutiva, os analistas do mercado financeiro elevaram a projeção para o crescimento econômico deste ano e reduziram a expectativa para a inflação. A estimativa para o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação oficial, passou de 7,67% para 7,54% neste ano.

A exportação brasileira de carne bovina teve um crescimento de 24% no primeiro semestre de 2022 em relação a 2021, com alta de 53% no faturamento, segundo dados da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo).

Agenda Econômica

 – EUA: Balanços da Johnson & Johnson e Netflix
– Brasil: Relatório de produção da Vale, após o fechamento do mercado
– Fipe: IPC da 2ª quadrissemana de julho (5h)
– FGV: IPC-S Capitais da 2ª quadrissemana de julho (8h)
– Zona do euro/Eurostat: índice de preços ao consumidor (CPI) final de junho e Núcleo do CPI (6h)
– EUA/Deptº do Comércio: Construções de moradias iniciadas em junho (9h30)
– Reino Unido: Presidente do BoE, Andrew Bailey, discursa em jantar na Mansion House (14h45)
– EUA: Vice-presidente do Fed, Lael Brainard, discursa em webinar (15h35)
– EUA/API: estoques de petróleo da semana até 15/07 (17h30)
– China/PBoC: taxas de referência para empréstimo de 5 anos (22h15)
Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o principal índice fechou em alta de 0,38%, aos 96.916 pontos, após uma sessão em que o índice contou com a ajuda das companhias de commodities para descolar de Wall Street.

Maiores altas do Ibovespa

PRIO3: +6,72% a R$ 22,09
SLCE3: +4,36% a R$ 41,15
PETR3: +3,33% a R$ 31,32
JHSF3: +3,06% a R$ 5,72
CIEL3: +2,96% a R$ 4,18

Maiores baixas do Ibovespa

EZTC3: -5,88% a R$ 15,04
BRFS3: -5,67% a R$ 14,65
PETZ3: -5,10% a R$ 9,67
CASH3: -4,51% a R$ 1,06
MRFG3: -4,46% | R$ 11,78

Na Toro, traders podem usar a plataforma Profit Pro grátis

Dólar    

O dólar comercial fechou em alta de 0,37%, a R$ 5,425, fortalecido pelas apostas de uma recessão nos Estados Unidos.

Ifix   

O índice fechou com alta de 0,06% aos 2.779 pontos. Ao longo do dia, o índice registrou a pontuação mínima de 2.778 pontos. Na máxima, o IFIX foi de 2.786 pontos.

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, G1, Agência Brasil e BDM, correio braziliense, estadão, isto é dinheiro.

Deixe um comentário