Coinbase despencou mais de 20% após relatório da investigação da SEC

LinkedIn

A exchange de criptomoedas Coinbase (NASDAQ:COIN) despencou -21,0% em Nova York na terça-feira (26) ao lado de quedas acentuadas para criptomoedas após um relatório de segunda à noite de que a SEC está investigando a empresa por permitir que os americanos negociem tokens que deveriam ter sido registrados como títulos.

A Coinbase também é negociada na B3 através do ticker (BOV:C2OI34).

As ações C2OI34 afundaram -20,6% na terça-feira.

“A Coinbase foi considerada uma das empresas de criptomoedas mais bem administradas que tentaram obedecer às regras e trabalhar com os órgãos reguladores”, disse Edward Moya, analista sênior de mercados da Oanda, em nota na terça-feira.

“O risco de uma regulamentação mais rígida tem sido uma dor de cabeça constante para as criptomoedas, e parece que algumas decisões difíceis podem prejudicar uma boa parte do universo criptográfico”, acrescentou.”Se algumas criptomoedas forem consideradas títulos, isso tornaria a vida de tantas corretoras muito mais difícil.”

Embora a Coinbase seja a mais atingida, players relacionados como MicroStrategy (MSTR, M2ST34) e Marathon Digital (MARA) também sofreram quedas consideráveis ​​de aproximadamente 11%.

Verificando as próprias criptomoedas, o bitcoin (BINA:BTCUSDT) – possivelmente a única criptomoeda que a SEC pode não considerar um título – está em declínio de 1,90%. O Ether ( ETH ), -4,70%, e o SOL da Solana ( SOL ) caiu -3,60% nas últimas 24 horas.

“Enquanto a indústria de ativos digitais nasceu e cresceu fora de qualquer escrutínio real da SEC, isso parece ter mudado”, disse Tyler Gellasch, diretor executivo da Healthy Markets Association.

“É uma ameaça existencial para corretoras de criptomoedas, porque muitos de seus fluxos de receita atuais provavelmente são drasticamente reduzidos ou totalmente proibidos no mundo dos valores mobiliários”.

Com informações de CoinDesk

Deixe um comentário