Movida adquire 100% da Drive on Holidays, empresa de aluguel de veículos de Portugal

LinkedIn

A Movida adquiriu 100% da Drive on Holidays (DOH), empresa de aluguel de veículos de Portugal. A compra marca a entrada da empresa brasileira na Europa, “possibilitando diversificação geográfica e financeira”. O valor da operação é de 66 milhões de euros, valor que inclui uma dívida líquida de 11 milhões da adquirida.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:MOVI3) nesta terça-feira (21).

“A aquisição da Drive on Holidays pela Movida contribuirá com a fidelização dos atuais clientes – e a conquista de novos – através da prestação de serviços com altíssimo padrão de qualidade em um país com alto fluxo de turistas, sendo os brasileiros uma parte relevante destes”, afirma a empresa no comunicado.

A DOH foi fundada em Lisboa em 2011, possui hojequatro lojas adjacentes aos principais aeroportos de Portugal e frota de aproximadamente 3,3 mil veículos, avaliada em 60 milhões de euros. Entre julho de 2021 e junho de 2022, a empresa obteve receita líquida de 20,2 milhões de euros e lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) de 16,3 milhões. O lucro líquido da DOH no período foi de 6,7 milhões de euros.

Um dos sócios fundadores da empresa e os 130 colaboradores da DOH “ontinuarão executando o desenvolvimento da Drive
on Holidays com uma gestão totalmente independente da operação da Movida no Brasil, e contribuirão com a sua expertise no segmento de RAC [rent-a-car] na Europa”, diz o comunicado da empresa.

Segundo a Movida, a adquirida possui grande aliança comercial com as principais agências de viagem on-line, que são grandes geradoras de negócios e clientes.

Com a compra, a Movida também fortalece o seu negócio de rent a car, diversificando receitas em moeda estrangeiro. A empresa também pretende utilizar de sua expertise em escalabilidade para expandir a atuação da DOH em Portugal e outros países da Europa.

VISÃO DO MERCADO

Bradesco BBI

O Bradesco BBI avalia como positiva a notícia de que a Movida adquiriu a companhia portuguesa Drive on Holidays por 66 milhões de euros (US$ 64,9 milhões), que inclui 11 milhões de euros de dívida líquida. Com isso, a operação resultou em um valor patrimonial de 55 milhões de euros (US$ 54,1 milhões).

Os analistas Victor Mizusaki, Pedro Fontana e André Ferreira, que assinam o relatório do banco, o primeiro passo da empresa em direção à sua internacionalização deve dar à Movida expertise para expandir ainda mais sua atuação para outras regiões da Europa com alto fluxo de turistas brasileiros.

les comentam que a aquisição implica um múltiplo de 4 vezes o valor da empresa pelo Ebitda de longo prazo, um desconto de 17% em relação ao atual múltiplo de negociação da Movida de 4,8 vezes em 2022.

Os termos do negócio também resultam em 1,1 vez o valor da empresa pelo número da frota, o que estaria em linha com a recente fusão entre a Unidas/Localiza e a Ouro Verde.

“Além disso, esperamos que a Movida use seus R$ 3,9 bilhões de caixa em moeda estrangeira para pagar esta aquisição”, comentam os analistas. “A elevada rentabilidade da operação em Portugal contribuirá também para cobrir seu balanço com rentabilidades mais atrativas”.

Além disso, dizem que o negócio não deve ter impacto relevante na alavancagem da companhia, medida pela relação entre a dívida líquida e o Ebitda atual de 3 vezes.

Bradesco BBI mantém recomendação de compra com preço-alvo de R$ 25,00…

Credit Suisse

A compra da Drive on Holidays representa o início da internacionalização das operações da Movida, diz o Credit Suisse.

O analista Regis Cardoso escreve que a aquisição é pequena, com o valor de firma de 66 milhões de euros representando apenas 2% do valor da Movida e 6% do seu valor de mercado.

Ele aponta que o valor foi atrativo, representando múltiplos de 4 vezes o Ebitda dos último 12 meses, 8 vezes o preço-lucro e 1,1 vez a frota de veículos.

Credit Suisse tem recomendação neutra com preço-alvo de R$ 16,00…

Itaú BBA 

A aquisição da Drive on Holidays pela Movida marca a tendência de internacionalização das operações das companhias do grupo Simpar e deve ter efeitos limitados em termos de alocação de capital, diz o Itaú BBA.

Os analistas Daniel Gasparete, Gabriel Rezende e Luiz Capistrano escrevem que a aquisição de 66 milhões de euros é pequena, representando apenas 2% do Ebitda da Movida em 2023, sem impactos em sua alavancagem.

Eles destacam que a combinação da expertise da Movida no setor com o conhecimento da Drive on Holidays do mercado português cria uma oportunidade significativa para a companhia no futuro.

Itaú BBA mantém recomendação de compra com preço-alvo de R$ 26,00…

UBS

Apesar de positiva, a compra da empresa de aluguel de carros portuguesa Drive on Holidays (DOH) pela Movida, o UBS BB ainda não vê sinergias claras para o negócio, avalia a casa em relatório. A compra foi fechada por 66 milhões de euros (R$ 336 milhões), a um valor patrimonial de 55 milhões de euros (R$ 280 milhões), considerando a dívida líquida de 11 milhões de euros da companhia até agosto de 2022 (R$ 56 milhões).

A Movida pagou 52,5 milhões de euros aos vendedores, enquanto 2,5 milhões de euros foram retidos para eventual indenização. O UBS BB calcula um potencial de valorização de R$ 65 milhões para a Movida com a compra (cerca de 1,4% do valor de mercado atual).

“Saudamos a nova iniciativa de internacionalização, mas apesar do potencial de valorização, ainda não vemos sinergias claras para o negócio em termos de compra de carros com maiores descontos, diluição dos custos fixos, redução do custo da dívida e venda de carros usados e melhor qualidade”, afirmam os analistas Alberto Valerio, Isabella Lamas e Andressa Varotto.

Nos últimos 12 meses encerrados em junho de 2022, a Drive on Holidays registrou receita líquida de 20,2 milhões de euros (1,4% da receita da Movida no mesmo período), Ebitda de 16,3 milhões de euros (2,6% da Movida), implicando margem Ebitda de 81% (versus a margem de 42% da Movida) e resultado líquido de 6,7 milhões (3,5% do resultado da Movida).

Com frota de aproximadamente 3,3 mil veículos, a Drive on Holidays (DOH) foi fundada em 2011 e é uma das principais empresas de aluguel de automóveis em Portugal. Conta com quatro lojas localizadas perto dos principais aeroportos do país, em cidades turísticas relevantes, como Porto, Lisboa, Faro e Ponta Delgada. Além disso, o DOH tem uma forte aliança comercial com as principais OTAs (agentes de viagens on-line) do país.

UBS-BB mantém recomendação neutra com preço-alvo de R$ 16,50…

XP Investimentos

O movimento de internacionalização da Movida com a aquisição da portuguesa Drive on Holidays foi inesperado, diz a XP.

Os analistas Pedro Bruno e Lucas Laghi escrevem que a compra reflete a estratégia da Simpar de diversificar parte da exposição da receita em moeda forte.

Eles consideram a aquisição neutra por conta do seu baixo valor de 55 milhões de euros e uma frota total de 3,3 mil veículos, somente 1,6% do total da Movida.

XP tem recomendação de compra com preço-alvo em R$ 25,00…

Informações Infomoney

Deixe um comentário