Movida aprova a emissão de R$ 1 bilhão em debêntures simples

LinkedIn

O conselho de administração da Movida aprovou a emissão de R$ 1 bilhão em debêntures simples, não conversíveis em ações.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:MOVI3) nesta quinta-feira (23).

O valor nominal unitário ou saldo do Valor Nominal Unitário das Debêntures, incidirão juros remuneratórios correspondentes a 100% da variação acumulada das taxas médias diárias dos Depósitos Interfinanceiros – DI, over extra-grupo, calculadas e divulgadas diariamente pela B3, expressa na forma percentual ao ano, base 252 Dias Úteis, acrescido exponencialmente de uma sobretaxa (spread) equivalente a 2,95% ao ano, base 252 dias úteis, calculados de forma exponencial e cumulativa pro rata temporis por dias úteis decorridos desde a Data de Início da Rentabilidade ou Data de Pagamento da Remuneração imediatamente anterior, conforme o caso, até a data de seu efetivo pagamento, e será calculada de acordo com a fórmula a ser prevista na Escritura de Emissão

As hipóteses de resgate antecipado das debêntures ou vencimento antecipado das obrigações decorrentes das debêntures, a Remuneração será paga semestralmente, sempre no dia 15 dos meses de março e setembro de cada ano, sem carência, sendo o primeiro pagamento em 15 de março de 2023 e, o último, na data de vencimento.

O saldo do Valor Nominal Unitário das Debêntures será amortizado em 2 parcelas anuais, sendo o primeiro pagamento devido no dia 15 de setembro de 2026 e a última na Data de Vencimento das Debêntures, conforme disposto na Escritura de Emissão.

Será contratada agência de classificação de risco dentre a Fitch Ratings, a Moody’s ou a Standard & Poor’s para realizar a classificação de risco (rating) das Debêntures, durante todo o prazo de vigência das Debêntures.

Deixe um comentário