Twilio (TWLO, T1WL34) corta 11% da força de trabalho em reestruturação

LinkedIn

O provedor de software de comunicação Twilio (NYSE:TWLO) disse que cortará 11% de sua força de trabalho como parte de um plano de reestruturação projetado para reduzir custos operacionais, melhorar a margem operacional e mudar sua capacidade de vendas para acelerar as vendas de software.

A Twilio também é negociada na B3 através do ticker (BOV:T1WL34).

“Twilio cresceu a uma taxa surpreendente nos últimos dois anos. Foi muito rápido e sem foco suficiente em nossas prioridades mais importantes da empresa”, disse o CEO Jeff Lawson em uma carta aos funcionários. “Assumo a responsabilidade por essas decisões, bem como pela difícil decisão de fazer essa demissão.”

Em 31 de dezembro de 2021, a Twilio tinha 7.867 funcionários, de acordo com seu último relatório anual.

Os cortes afetarão principalmente os funcionários em áreas de “Go To Market”, onde os clientes podem ter sucesso sem tanta intervenção humana, bem como em seus departamentos de pesquisa e desenvolvimento e gerais e administrativos.

Todos os funcionários afetados da Twilio receberão pelo menos 12 semanas de pagamento, mais uma semana para cada ano de serviço, e o valor total da próxima aquisição de ações da empresa.

Eles também permanecerão na folha de pagamento da empresa enquanto procuram sua próxima função e têm a opção de serem adicionados a uma lista que será compartilhada com outras empresas que estão contratando e “investidores que conhecem muitas dessas empresas”.

A empresa espera incorrer aproximadamente entre US$ 70 milhões e US$ 90 milhões em encargos associados à reestruturação, com a maioria incorrida no terceiro trimestre de 2022. A reestruturação deve ser concluída até o final do quarto trimestre de 2022.

A mudança ocorre quando a Twilio visa alcançar a lucratividade em 2023.

Na quarta-feira, a empresa reafirmou sua orientação de receita para o primeiro trimestre de 2023 na faixa de US$ 965 milhões e US$ 975 milhões e uma perda operacional na faixa de US$ 60 milhões a US$ 70 milhões, ou 37 centavos a 43 centavos por ação.

As ações da Twilio caíram aproximadamente 70% no acumulado do ano.

Com informações de Fox Business

Deixe um comentário