Dólar fecha com forte queda, refletindo o resultado do 1º turno das eleições

LinkedIn

O dólar fechou em forte queda frente ao real nesta segunda-feira, refletindo o resultado do 1º turno das eleições, que trouxe fluxo de investidores estrangeiros para a bolsa doméstica.

Além do fato de o pleito ter reacendido a chance de reeleição de Bolsonaro, o Congresso eleito mostra um aumento da bancada conservadora em Brasília, que tende a frear ações populistas e preservar o equilíbrio fiscal, em movimento mais alinhado ao mercado.

O ambiente de maior apetite por risco se refletiu no CDS de 5 anos, que voltou a ficar abaixo dos 300 pontos (293), em queda de 6,30% no meio da tarde. Lá fora, outras moedas emergentes também mostraram força perante o dólar, após a divulgação de dados de atividade nos EUA (PMI/ISM) mais fracos, reforçando a avaliação de que o Fed pode aliviar a mão nas próximas reuniões de política monetária.

A libra registrou forte alta, se recuperando de perdas recentes, após o ministro das Finanças do Reino Unido, Kwasi Kwarteng, desistir de cortar impostos em um agressivo pacote fiscal. O dólar à vista fechou em queda de 4,09%, a R$ 5,1737, após oscilar entre R$ 5,1544 e R$ 5,3118.

Às 17h03, o dólar futuro para outubro caía 4,07%, a R$ 5,2090. Lá fora, o índice DXY recuava 0,37%, aos 111,697 pontos. O euro subia 0,25%, a US$ 0,9826. E a libra ganhava 1,44%, a US$ 1,1321.

Data Compra Venda Variação Variação
03/10/2022 5,1732 5,1737 -4,095% -0,2209

💵 Está pensando em viajar? Faça a conversão de moedas gratuitamente!

🇧🇷 – US$ 1 = R$ 5,17

🇪🇺 – US$ 1 = €$ 1,01

🇬🇧 – US$ 1 = £$ 0,88

Gráficos GRATUITOS na br.advfn.com

(Com informações da BDM, UOl e Agencia CMA)

Deixe um comentário