Dow Jones fechou em alta de 265,83 pontos em sessão agitada de terça-feira após Powell comentar que inflação está caindo

LinkedIn

As ações dos Estados Unidos avançaram na terça-feira (7) após os comentários do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, indicando que a inflação estava caindo.

Dow Jones somou 265,83 pontos, ou 0,78%, para fechar em 34.156,85. O S&P subiu 52,96 pontos, ou 1,29%, fechando em 4.163,99 pontos. O Nasdaq Composite avançou 1,90%, o que equivale a 226,34 pontos, para fechar em 12.113,79 pontos.

Os principais índices ricochetearam durante e logo após os comentários de Jerome Powell no Economic Club de Washington, DC. A certa altura, o Dow Jones ganhou mais de 275 pontos, enquanto o S&P 500 e o Nasdaq Composite subiram mais de 1% cada, com os investidores aplaudindo os comentários de Powell sobre a inflação.

“O processo desinflacionário, o processo de reduzir a inflação, começou no setor de bens”, disse Powell. “Mas ainda falta muito. Esses são os estágios iniciais da desinflação”.

Powell disse mais tarde na discussão que o Fed poderia ser forçado a subir de forma mais agressiva, o que poderia ter assustado brevemente os investidores. Os três principais índices ficaram negativos depois de subirem inicialmente nas observações de Powell, até que se estabeleceram no campo positivo.

“A realidade é que vamos reagir aos dados”, disse Powell. “Portanto, se continuarmos a obter, por exemplo, fortes relatórios do mercado de trabalho ou relatórios de inflação mais altos, pode ser que tenhamos que fazer mais e aumentar as taxas mais do que o precificado.”

Seus comentários de terça-feira seguem a coletiva de imprensa de Powell na semana passada, depois que o Fed elevou as taxas de juros, onde ele disse que o banco central acredita que está fazendo um progresso sólido na redução da inflação. Esses comentários foram vistos como pacifistas pelos investidores e desencadearam uma alta nas ações.

“O mercado está fazendo o melhor que pode para tentar descontar dois cenários muito diferentes, ambos realmente impulsionados pelo que o Fed vai fazer”, disse Dave Grecsek, diretor-gerente de estratégia de investimento e pesquisa da Aspiriant. “O cenário é que teremos uma recessão ou não, e é altamente dependente, aos olhos do mercado, da rapidez com que o Fed se aproxima do fim de sua campanha de aumento de juros.”

Com informações de CNBC

Deixe um comentário