ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Momento Cripto (26/10/23): Parceria MoonPay-Mastercard, JPM Coin alcança US$ 1 bilhão em volume diário, e mais

LinkedIn

MoonPay e Mastercard se unem para impulsionar integrações Web3 e marketing

A plataforma de pagamento de ativos digitais, MoonPay, anunciou uma parceria com a gigante dos pagamentos, Mastercard (NYSE:MA), com o objetivo de promover integrações web3, fortalecer conexões e impulsionar estratégias de marketing. A parceria visa explorar como as ferramentas web3 podem melhorar o marketing experiencial e expandir a fidelização e o envolvimento do cliente. A MoonPay também integrará ferramentas da Mastercard em seus serviços para garantir transações confiáveis e regulamentadas nos mercados de criptografia.“ Unir forças criará novas oportunidades para mostrar o potencial do blockchain no estabelecimento de conexões únicas e momentos significativos, ao mesmo tempo em que amplia o alcance geral da nossa indústria”, descreveu Ivan Soto-Wright, CEO e cofundador da MoonPay.

JPM Coin do JPMorgan atinge volume de US$ 1 bilhão em transações diárias e considera expansão para o varejo

O JPM Coin do JPMorgan (NYSE:JPM), uma criptomoeda baseada em blockchain para clientes institucionais, alcançou uma expressiva adoção com um volume diário de transações atingindo US$ 1 bilhão, conforme relatado pela Bloomberg em 26 de outubro. O Chefe Global de Pagamentos do banco, Takis Georgakopoulos, anunciou planos de estender seu uso a clientes de varejo, destacando o potencial de crescimento. Embora bem-sucedido, o volume do JPM Coin ainda representa uma fração das transações diárias do banco, que totalizam US$ 10 trilhões. Em outras notícias, o JPMorgan (BOV:JPMC34) alertou que a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), ao negar aprovações para ETFs de Bitcoin (COIN:BTCUSD) à vista, pode enfrentar processos legais por parte dos requerentes. Embora improvável, essa rejeição é possível e poderia levar a uma nova batalha legal. O JPMorgan prevê que várias aprovações de ETFs de Bitcoin à vista podem ocorrer em breve.

Deutsche Bank e Standard Chartered testam sistema de comunicação para transações em blockchain

O Deutsche Bank (NYSE:DB) e a SC Ventures do Standard Chartered (LSE:STAN) estão conduzindo testes de um sistema que visa possibilitar a comunicação entre transações baseadas em blockchain, stablecoins e moedas digitais do banco central (CBDCs). Esse sistema, semelhante à camada de mensagens SWIFT na infraestrutura bancária tradicional, está sendo testado com casos de uso, como transferência e troca de stablecoins USDC, na Rede Universal de Pagamentos Digitais (UDPN). A UDPN é uma rede blockchain autorizada que inclui nós validadores de bancos e instituições financeiras, permitindo transações em diferentes redes, desde blockchains públicos de stablecoins até CBDCs.

Circle, BitoGroup e Taiwan FamilyMart transformam pontos de fidelidade em criptomoedas

A Circle (COIN:USDCUSD), emissora de stablecoin, em parceria com BitoGroup e Taiwan FamilyMart, está introduzindo um inovador serviço “Points-to-Crypto”. O BitoGroup é principal provedor de serviços de criptografia de Taiwan, e a Taiwan FamilyMart é a segunda maior rede de lojas de conveniência do país. Os clientes podem agora converter seus pontos de fidelidade FamilyMart, chamados FamiPoints, em moedas digitais como USDC. Isso democratiza o acesso à criptografia, preservando o valor dos pontos de fidelidade e eliminando taxas de transação. Essa colaboração expande a utilidade dos pontos de fidelidade e promove a entrada na economia digital em Taiwan, aproveitando a densa rede de lojas de conveniência do país. A Circle busca ampliar sua presença na região da APAC, promovendo alianças estratégicas como essa.

CyberConnect impulsionada pelo investimento da Binance Labs

A CyberConnect, uma plataforma de mídia social baseada na Web3, viu seu valor disparar mais de 30% logo após o anúncio de investimento da Binance Labs, a divisão de capital de risco da exchange de criptomoedas. O token nativo da CyberConnect (COIN:CYBERUSD) subiu para US$ 6,35 em resposta ao anúncio. O investimento ressalta o interesse crescente no espaço da Web3, que busca transformar as redes sociais tradicionais com privacidade e descentralização. No momento da escrita, o token CYBER estava em queda de -6,5% a US$ 5,90.

Preço do PEPE dobra em uma semana, alcançando capitalização de mercado de de US$ 500 milhões

O Pepe (COIN:PEPEUSD), um memecoin com tema de sapo, viu seu preço duplicar em uma semana, atingindo um valor de mercado de US$ 500 milhões, antes de cair levemente. Um importante fator desse ressurgimento foi a queima de tokens no valor de US$ 5,5 milhões, aliviando preocupações sobre vendas por desenvolvedores desonestos. Outros memecoins, como Dogecoin (COIN:DOGEUSD) e Shiba Inu (COIN:SHIBUSD), também registraram altas notáveis, impulsionando o sentimento positivo no mercado em meio ao aumento das esperanças de aprovação de ETFs de Bitcoin nos EUA.

Venda simbólica de tokens da Memeland (MEME) atinge US$ 10 milhões em tempo recorde

A venda de tokens da empresa Web3 Memeland arrecadou incríveis US$ 10 milhões em apenas 42 minutos após seu lançamento na quinta-feira. Antes, os membros da comunidade precisavam participar de várias atividades para entrar em uma lista de espera, mas agora os tokens são comercializados como “100% memes, sem utilidade, roteiro, promessas ou retorno financeiro”. Embora já esgotada, a venda continua até sexta-feira para usuários em lista de espera. A Memeland, criada pela equipe por trás do 9GAG, oferece NFTs e aplicativos que combinam metaversos, jogos e NFTs.

Previsão de aumento do preço do XRP pela SBI Group após desenvolvimentos de mercado

A SBI Group, gigante financeira japonesa, antecipa um ligeiro aumento no valor do XRP da Ripple (COIN:XRPUSD) devido a recentes acontecimentos de mercado. A SBI VC Trade projetou que o preço do XRP subirá para US$ 0,62, acima dos atuais US$ 0,56. O relatório também destaca os desdobramentos no caso legal entre a Ripple e a SEC dos EUA, prevendo maior aceitação do XRP por investidores individuais no futuro. No entanto, a SBI alerta sobre os riscos associados à volatilidade do mercado e questões geopolíticas.

Ações do Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) superam Bitcoin e S&P 500 com ganho de 220%

Os investidores que adquiriram ações do Grayscale Bitcoin Trust (USOTC:GBTC) no início do ano foram recompensados com um aumento de 220% no valor das ações, atingindo US$ 26,79. Em comparação, o Bitcoin (COIN:BTCUSD) subiu 100% para US$ 35.000, a Nvidia (NASDAQ:NVDA) subiu 198% e o S&P 500 subiu 9%. O otimismo surge com a esperança de que a SEC dos EUA aprove a conversão do GBTC em um fundo negociado em bolsa (ETF) de Bitcoin. O desconto do GBTC em relação ao seu valor patrimonial líquido (NAV) também diminuiu para 13% em relação aos 46% anteriores, à medida que traders adotam estratégias para lucrar com a redução do desconto.

Bitmain lança o novo minerador Bitcoin Antminer T21 com refrigeração a ar

A Bitmain, um dos principais fabricantes globais de circuitos integrados de aplicação específica (ASIC) para Bitcoin, revelou o Antminer T21, um novo minerador de Bitcoin com refrigeração a ar. O dispositivo suporta temperaturas de até 45 graus Celsius e é projetado para minerar criptomoedas baseadas no algoritmo SHA256, como Bitcoin (COIN:BTCUSD), Bitcoin Cash (COIN:BCHUSD) e Bitcoin SV (COIN:BSVUSD). Com uma taxa de hash de 190 terahashes por segundo e eficiência energética de 19 joules por terahash, espera-se que o Antminer T21 esteja disponível para compra a partir de janeiro de 2024.

Discurso do presidente da SEC revela vigilância de US$ 5 bilhões

Gary Gensler, presidente da SEC, destacou as ações de fiscalização da agência no valor de US$ 5 bilhões em julgamentos e ordens durante o Fórum de Execução de Valores Mobiliários de 2023. Gensler, no entanto, gerou controvérsia na comunidade criptográfica ao reafirmar sua postura rígida sobre a regulamentação de criptomoedas, afirmando que a maioria dos ativos criptográficos se enquadra como valores mobiliários e deve ser regulamentada como tal. Ele também comparou o atual ecossistema criptográfico com o cenário financeiro dos anos 1920, destacando a necessidade de regulamentações mais rigorosas.

Sam Bankman-Fried se prepara para depor no julgamento por fraude criminal

O empresário Sam Bankman-Fried está programado para testemunhar em seu julgamento por fraude criminal após o encerramento da fase de acusação. Duas testemunhas de defesa serão ouvidas antes de Bankman-Fried depor por pelo menos quatro horas. A decisão de testemunhar envolve riscos, uma vez que ele enfrentará rigorosos questionamentos dos promotores, que o acusam de uso indevido de fundos de clientes e investidores, totalizando mais de US$ 8 bilhões. Ex-colegas também testemunharam a favor da acusação, alegando que ele supervisionou a ação indevida de apropriação de fundos por parte da Alameda Research.

Euroclear e Banco Mundial lançam título digital nativo na Bolsa de Valores de Luxemburgo

O Euroclear, banco belga, e o Banco Mundial emitiram títulos digitais de 100 milhões de euros na Bolsa de Valores de Luxemburgo. Os Digitally Native Notes (DNN) foram distribuídos e liquidados através de blockchain, com o Citigroup (NYSE:C) atuando como agente de emissão e pagamento e o TD Securities como revendedor. A tecnologia Corda da R3 foi utilizada para a emissão, buscando estabelecer uma estrutura escalável que combine a digitalização com acessibilidade e liquidez. Esse avanço pode transformar os mercados de capitais de dívida e fortalece a digitalização nos serviços pós-negociação.

Reino Unido reforça poderes para confiscar ativos de criptomoeda em casos de crimes

O governo do Reino Unido aprovou uma lei que amplia os poderes das autoridades para confiscar ativos de criptomoeda associados a atividades criminosas, incluindo lavagem de dinheiro, fraudes e ataques de ransomware. A nova legislação permite que agências governamentais, como a polícia, apreendam ativos de criptomoeda durante investigações, mesmo sem a necessidade de prender um indivíduo por crime.

Funcionários públicos de alto escalão na Coreia do Sul declararam suas participações em criptomoedas para garantir transparência

Para promover a transparência e evitar conflitos de interesses, a província de Gyeonggi, Coreia do Sul, anunciou que funcionários públicos de nível 4 ou superior devem declarar suas participações em criptomoedas diariamente. Dos 228 funcionários afetados, 23 relataram suas participações. A revisão das responsabilidades profissionais e decisões importantes confirmou que não havia conflito entre suas funções oficiais e ativos criptográficos. Funcionários envolvidos em regulamentações de criptografia não podem negociar com base em informações oficiais e devem relatar seus ativos virtuais.

Anboto Labs arrecada US$ 3 milhões e lança plataforma de negociação de criptomoedas sem custódia

A Anboto Labs, com sede em Hong Kong, levantou US$ 3 milhões em financiamento e apresentou uma plataforma de negociação sem custódia de nível institucional. O investimento foi obtido de investidores como Kronos Ventures, Cherry Crypto, Mechanism Capital, XBTO e Matrixport. A plataforma, que já passou por um beta fechado de 18 meses com US$ 4 bilhões em volume de negociação, oferece algoritmos de execução, autenticação multifatorial e segurança aprimorada. A empresa planeja expandir seus recursos para democratizar o acesso a ferramentas de execução de criptomoedas.

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br