ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for tools Aumente o nível de sua negociação com nossas ferramentas poderosas e insights em tempo real, tudo em um só lugar.

Queda surpreendente nas ações da Pfizer e BioNTech após previsão de vendas reduzidas para vacina de Covid-19

LinkedIn

Na segunda-feira (16), os papéis da farmacêutica norte-americana Pfizer (NYSE:PFE) e de sua aliada alemã, BioNTech (NASDAQ:BNTX), experimentaram uma queda acentuada. Isso ocorreu após a Pfizer anunciar na semana anterior uma diminuição em suas projeções de vendas para a vacina e terapia de Covid-19. Muitos especialistas manifestaram surpresa, afirmando que a revisão foi além do previsto.

A Pfizer e a BioNTech também são negociadas na B3 através dos tickers (BOV:PFIZ34) e (BOV:B1NT34), respectivamente.

O declínio no uso de produtos voltados para a pandemia levou a Pfizer a diminuir sua expectativa anual de vendas para o medicamento antiviral Paxlovid em torno de US$ 7 bilhões e para a vacina co-criada com a BioNTech em aproximadamente US$ 2 bilhões.

A Pfizer comunicou ainda que terá uma despesa não monetária de US$ 5,5 bilhões no terceiro trimestre. Isso se deve a reduções de US$ 4,6 bilhões no estoque do Paxlovid e de US$ 900 milhões relacionados à vacina. Por outro lado, a BioNTech indicou possíveis reduções de até 900 milhões de euros.

Mohit Bansal, analista do Wells Fargo, afirmou que o reajuste na projeção de vendas da vacina de Covid-19 superou as antecipações. Ele prevê possíveis declínios nas estimativas de venda do setor para os próximos anos.

A BioNTech, que tem participações em tratamentos oncológicos, viu suas ações caírem em 6,7% em Frankfurt, marcando o menor valor em dois meses. Enquanto isso, as ações da Pfizer reduziram em 3,5%. Esta situação impactou inclusive a concorrente Moderna (MRNA, M1RN34), cujas ações caíram 3,8%.

Grande parte da receita da BioNTech advém de participações em lucros das vacinas da Pfizer. Eles indicaram que as reduções também afetarão seus ganhos em 2023. A BioNTech não forneceu mais detalhes sobre suas projeções para 2023.

Mais detalhes revelados indicam que a maioria das reduções estão associadas a matérias-primas e a lotes de versões anteriores ou diferentes da vacina em circulação.

No que diz respeito à performance no mercado acionário, as ações da Pfizer registraram queda de 37% neste ano e têm valorização de 9,8 vezes o lucro projetado para os próximos 12 meses. Já a BioNTech apresenta valorização de 26,7 vezes, conforme dados do LSEG.

Deixe um comentário