ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for charts Cadastre-se para gráficos em tempo real, ferramentas de análise e preços.

Momento Cripto (20/11/23): Bullish compra CoinDesk, Santander lança serviços cripto na Suíça, e mais

LinkedIn

Javier Milei, apoiador do Bitcoin, vence eleição presidencial  na Argentina

Javier Milei foi eleito presidente da Argentina após Sergio Massa admitir a derrota no domingo à noite, com Milei conquistando 56% dos votos. A vitória de Milei, conhecido por criticar o banco central e apoiar o bitcoin, influenciou o mercado de criptomoedas, elevando o bitcoin (COIN:BTCUSD) em 2%, para US$ 37.150. Milei defende a volta do controle monetário ao setor privado, evidenciando sua crença no bitcoin como alternativa econômica.

Bullish adquire CoinDesk em acordo integralmente em dinheiro

Bullish, uma exchange de criptomoedas liderada pelo ex-presidente da NYSE, Tom Farley, comprou a CoinDesk, um importante meio de comunicação focado em cripto, em uma transação inteiramente em dinheiro. Os detalhes financeiros do negócio não foram revelados, mas a CoinDesk, anteriormente adquirida por US$ 500.000 em 2016, gerou US$ 50 milhões em receita no último ano. Kevin Worth continuará como CEO da CoinDesk, que funcionará como subsidiária da Bullish. Um comitê editorial independente será formado para manter a integridade jornalística da CoinDesk sob a nova gestão.

Santander lança serviços de criptomoedas para clientes elite na Suíça

O Santander Private Banking International (NYSE:SAN) está introduzindo o comércio e investimento em criptomoedas para clientes ricos na Suíça. O serviço, anunciado pela CoinDesk, incluirá mais moedas digitais sob rigorosa avaliação. Exclusivo para clientes solicitantes, é assegurado por um modelo de custódia regulamentado. Esta iniciativa do Santander, um gigante financeiro com uma longa história, desvia das práticas bancárias convencionais.

ARK Invest persiste na busca por ETF Bitcoin nos EUA

A ARK Investment Management, liderada por Cathie Wood, continua determinada a lançar um ETF Bitcoin à vista nos Estados Unidos. Em 20 de novembro, a empresa apresentou uma terceira versão atualizada do prospecto para o ARK 21Shares Bitcoin ETF, desenvolvido com a 21Shares. O ETF, se aprovado, operará na BZX Exchange sob o símbolo ARKB. Este movimento reflete um progresso contínuo, apesar dos atrasos anteriores da SEC, com a próxima decisão prevista para 11 de janeiro de 2024. As atualizações do prospecto, incluindo novas divulgações de risco, indicam uma preparação para a aprovação da SEC.

Crescimento sustentado em fundos criptográficos com US$ 176 milhões em entradas

Os fundos de criptoativos de empresas como CoinShares, Bitwise, Grayscale, ProShares e 21Shares registraram um aumento de US$ 176 milhões na última semana, alcançando a oitava semana de crescimento contínuo, revela o relatório da CoinShares. Esse acréscimo elevou o total anual para US$ 1,32 bilhão, com os volumes de ETP (Exchange Traded Products) atingindo agora uma média de 11% do volume total de criptomoedas, o dobro da média histórica. Apesar desse aumento, as entradas atuais ainda estão aquém dos valores de 2021 e 2020. Bitcoin (COIN:BTCUSD) lidera as entradas, enquanto Solana (COIN:SOLUSD) se destaca entre as altcoins.

Tether congela US$ 225 milhões em tokens em ação anticrime

A Tether (COIN:USDTUSD), emissora de stablecoin, congelou aproximadamente US$ 225 milhões em tokens USDT, colaborando com uma investigação do Departamento de Justiça dos EUA sobre tráfico humano no Sudeste Asiático. A empresa, em parceria com o DOJ e a exchange OKX, identificou os fundos em carteiras de autocustódia. A ação foi parte de uma investigação de meses sobre um esquema de fraude romântica. Tether afirmou que vai trabalhar com autoridades dos EUA para liberar qualquer carteira legalmente apreendida e reforçou seu compromisso com a segurança e transparência no setor de criptomoedas.

Mudanças na liderança da OpenAI influenciam valor do token WLD

O token nativo da Worldcoin (COIN:WLDUSD), co-fundado por Sam Altman, experimentou flutuações de preço notáveis após as recentes mudanças na liderança da OpenAI, onde Altman também desempenhava um papel crucial. A moeda digital registrou um aumento de 9,1% para US$ 2,55, reagindo às notícias de Altman deixando o cargo de CEO da OpenAI e recebendo uma nova oferta da Microsoft (NASDAQ:MSFT). A Worldcoin, cujo projeto é liderado por Altman, não comentou sobre como sua nova posição na Microsoft poderá afetar seu envolvimento com a Worldcoin. Apesar da volatilidade, analistas preveem oscilações contínuas, mas mantêm expectativas de popularidade estável do WLD entre os investidores.

AVAX lidera alta entre alternativas da camada 1 ao Ethereum

AVAX, o token da Avalanche (COIN:AVAXUSD), está na frente de uma onda de crescimento entre as alternativas da Camada 1 ao Ethereum. Nos últimos 30 dias, AVAX registrou um aumento de quase 130%, enquanto Solana (COIN:SOLUSD) e Near (COIN:NEARUSD) também tiveram ganhos expressivos. Esse avanço é reflexo do crescente interesse institucional em alternativas eficientes ao Ethereum (COIN:ETHUSD), como evidenciado pela colaboração do Avalanche com grandes instituições financeiras, incluindo JP Morgan (NYSE:JPM). Apesar dessa ascensão, análises indicam que o AVAX pode estar sendo sobrecomprado, sugerindo uma potencial reversão de tendência.

Pyth Network estreia token PYTH com sucesso

A Pyth Network lançou seu token PYTH, alcançando um valor de mercado de US$ 468 milhões. Iniciado com um airdrop para 90.000 carteiras, o PYTH oscilou entre US$ 0,32 e US$ 0,51. Detentores têm 90 dias para reivindicar tokens, usados em votações de governança. Com 1,5 bilhão de tokens em circulação, a Pyth é um oráculo de preços emergente.

Synthetix Network registra alta no preço do SNX com novidades empolgantes

O preço do token SNX da Synthetix Network (COIN:SNXUSD), um proeminente protocolo de liquidez de derivativos, disparou +14% após anunciar o lançamento do Perps V3 na BASE, blockchain de escalonamento da Coinbase (NASDAQ:COIN). Este avanço, aliado à parceria com a Pyth Network, promete inovações como margens cruzadas e negociação multicolateral. Este aumento ocorre após uma tendência ascendente de 35 dias, superando resistências e atingindo um pico de US$ 3,725. Análises indicam força na Synthetix Network, mas alertam para possível retração devido ao RSI elevado. O otimismo do mercado sugere um alvo de US$ 4,20 para o SNX, enquanto o risco de queda poderia levar a uma consolidação em torno de US$ 2,73.

Parceria Dfinity e SingularityNET para reforçar IA em Blockchain

A Dfinity Foundation e a SingularityNET anunciaram uma parceria para fortalecer a infraestrutura descentralizada de IA, integrando o blockchain ICP ao mercado da SingularityNET. Esta colaboração permitirá aos DApps no ICP acessar modelos de linguagem avançados, aumentando a transparência e segurança. O projeto visa democratizar a IA e incentivar o desenvolvimento comunitário nesta tecnologia emergente.

Osaka Digital Exchange lança negociação de títulos digitais no Japão

A Osaka Digital Exchange (ODX) anuncia o início da negociação de títulos digitais no Japão a partir de 25 de dezembro, com tokens de segurança emitidos por Ichigo e Kenedix, duas firmas imobiliárias. Estes tokens representam uma nova forma de ativo digital, vinculados a ativos reais e regulamentados. A iniciativa, que inclui a venda de mais de US$ 20 milhões em títulos por Ichigo, reflete o crescente interesse do Japão em ativos digitais. Este movimento coincide com outros desenvolvimentos no país, como a permissão para startups levantarem capital através de criptomoedas e o lançamento de uma stablecoin apoiada pelo iene em 2024.

Parceria estratégica para avançar Web 3.0 na gestão de ativos em Hong Kong

A China Asset Management (HK) firmou um acordo com a Hashkey Exchange e a HamsaTech para impulsionar iniciativas Web 3.0 na gestão de ativos em Hong Kong, alinhando-se com as políticas governamentais de inovação em fintech e ativos digitais. A parceria visa integrar finanças tradicionais e virtuais, promovendo um mercado seguro e inovador.

Luxor Technologies lança divisão de logística para mineração de Bitcoin

Luxor Technologies, conhecida por seus serviços de mineração de Bitcoin (COIN:BTCUSD), está expandindo suas operações com o lançamento da Luxor Logistics. Este novo braço da empresa se dedicará a melhorar a logística de envio de equipamentos de mineração, simplificando processos aduaneiros e oferecendo soluções personalizadas de transporte e entrega. Segundo Lauren Lin, Diretora de Desenvolvimento de Negócios da Luxor, a iniciativa visa ajudar os mineradores a enfrentar as complexidades de importação/exportação e documentação em várias regiões. A Luxor Logistics surge em um momento crucial para o setor, visando aumentar a eficiência e competitividade dos mineradores antes do próximo evento de halving do Bitcoin.

Mastercard e Feedzai juntam forças contra fraudes em criptomoedas

A Mastercard (NYSE:MA) firmou uma nova parceria com a Feedzai, uma empresa de inteligência artificial, conforme relatado pela CNBC em 20 de novembro. O objetivo é fortalecer a detecção e prevenção de fraudes em transações de criptomoedas. A Feedzai será integrada à ferramenta CipherTrace Armada da Mastercard, destinada a monitorar atividades suspeitas em milhares de exchanges de criptomoedas. A tecnologia da Feedzai utiliza IA para identificar e bloquear transações fraudulentas rapidamente, abordando também a lavagem de dinheiro e contas falsas. Esta parceria visa aprimorar a segurança nas transações cripto, seguindo os esforços recentes da Mastercard no espaço da Web3 e criptomoedas.

WOO X retoma operações após suspensão temporária devido a violação de segurança

Após uma violação de segurança que afetou a Kronos Research, um de seus formadores de mercado, a plataforma de criptografia WOO X retomou as operações, garantindo a segurança dos ativos dos clientes. A Kronos, sediada em Taipei, sofreu um ataque que resultou na transferência não autorizada de aproximadamente US$ 25 milhões em criptoativos para seis endereços distintos. A WOO X havia pausado temporariamente as negociações como medida de precaução, mas já retomou suas atividades. Além disso, a WOO X planeja recomprar e queimar 20 milhões de tokens após recuperar ações do falido fundo de hedge Three Arrows Capital (3AC), aumentando a propriedade de outros acionistas.

Extensão de prazo concedida no caso legal de Sam Bankman-Fried

O juiz Lewis A. Kaplan do Tribunal Distrital dos EUA em Nova York aprovou a extensão do prazo para moções pós-julgamento no caso de Sam Bankman-Fried. A defesa, representada pela Cohen & Gresser LLP, agora tem até 1º de dezembro para apresentar essas moções, com o governo respondendo até 22 de dezembro e a defesa novamente até 8 de janeiro de 2024. Esta mudança oferece tempo adicional para preparação, dada a complexidade do caso, onde Bankman-Fried enfrenta acusações graves incluindo fraude e lavagem de dinheiro.

Panoptic arrecada US$ 7 milhões para desenvolver plataforma DeFi

Panoptic, plataforma DeFi vinculada ao Uniswap (COIN:UNIUSD), levantou US$ 7 milhões em financiamento, liderado pela Greenfield Capital. Com participação de HashKey e gumi Cryptos Capital, este investimento, parte dos US$ 11,5 milhões totais já arrecadados, focará no aprimoramento da Panoptic. A plataforma, conhecida por oferecer opções perpétuas no mercado DeFi, prepara-se para lançar na rede Ethereum e introduzir seu produto V2.

Deixe um comentário

Seu Histórico Recente

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br