ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for tools Aumente o nível de sua negociação com nossas ferramentas poderosas e insights em tempo real, tudo em um só lugar.

Futuros dos EUA pairam próximos das máximas de 2023 enquanto os "traders" aguardam a última decisão do Fed do ano

LinkedIn

Bem-vindo à sua leitura matinal de cinco minutos de como os mercados estão reagindo ao redor do mundo nesta manhã.

ÁSIA: Os mercados da Ásia fecharam sem direção na quarta-feira, enquanto os investidores digeriam o plano de Pequim para impulsionar a demanda interna, antes da decisão do Federal Reserve dos EUA sobre a taxa de juros.

O índice CSI 300 da China continental caiu 1,67% na quarta-feira, fechando em 3.369,60 pontos, renovando nova mínima de quatro anos e liderando as quedas entre os mercados regionais, um dia depois que os líderes da China definiram as priioridades econômicas e prometerem impulsionar a procura interna, dar prioridade ao desenvolvimento de setores estratégicos e enfrentar a crise imobiliária do país em 2024. As medidas declaradas por Pequim estavam em grande parte alinhadas com as expectativas do mercado, de acordo com o BofA Global Research. “Não esperamos que seja lançado um pacote de política “bazuca” com expansão fiscal agressiva ou cortes nas taxas”.

O índice Hang Seng de Hong Kong caiu 0,94%, fechando em 16.247,00 pontos, após liderar os ganhos na Ásia na terça-feira.

O Kospi da Coreia do Sul caiu 0,97% para fechar em 2.510,66 pontos.

Em contraste, o Nikkei do Japão avançou 0,25% para fechar em 32.926,35 pontos. A pesquisa trimestral Tankan do Banco do Japão, que mede as condições econômicas no Japão, mostrou que a confiança empresarial dos grandes fabricantes melhorou mais do que o esperado no quarto trimestre, com o índice subindo de +10 para +12, entretanto, o índice de sentimento dos “não fabricantes” subiu de +27 para +30, melhorando pelo sétimo trimestre consecutivo. Uma leitura positiva do índice indica que os entrevistados otimistas superam os pessimistas.

Na Austrália, o S&P/ASX 200 subiu 0,31% e fechou em 7.257,80 pontos, ampliando suas máximas de quatro meses. Os ganhos foram limitados pelo setor de energia e empresas de bens de consumo, que negociaram no vermelho. Entre as empresas de energia, as produtoras de carvão Whitehaven Coal e Yancoal caíram mais de 2%, junto com os pesos pesados Woodside e Santos, que recuaram 1,1% e 0,1%, com queda do petróleo Brent. O setor financeiro, altamente ponderado no índice local, subiu, juntamente com o setor de mineração. Os pesos-pesados do minério de ferro BHP, Fortescue e Rio Tinto subiram 0,7%, 1,3% e 0,8%, respectivamente.

EUROPA: Os mercados europeus operam em alta na quarta-feira, enquanto os investidores aguardam a última decisão de política monetária do ano do Federal Reserve dos EUA.

O pan-europeu Stoxx 600 abriu estável e negocia em alta de 0,31% no final da sessão matinal. As ações de produtos químicos lideram os ganhos, enquanto as ações de petróleo e gás caiam.

O alemão DAX 30 sobe 0,3% e o CAC 40 da França sobe 0,4%.

Em Londres, o FTSE 100 sobe 0,4%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American sobe 0,6%, Antofagasta sobe 1,8%, enquanto as gigantes BHP e Rio Tinto operam estáveis. A petrolífera BP cai 0,5%.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA pairam próximos da estabilidade na manhã de terça-feira, enquanto os investidores aguardam a última reunião do ano do Federal Reserve.

Wall Street está saindo da quarta sessão positiva consecutiva. Durante a sessão regular de terça-feira, o S&P 500 ganhou 0,46%, em 4.643,70 pontos e o Dow Jones adicionou 0,48%, fechando em 36.577,94 pontos. Ambos os índices atingiram seus níveis intradiários mais altos desde janeiro de 2022. O Nasdaq Composite saltou 0,7%, fechando em 14.533,40 pontos, o maior nível desde abril de 2022.

Esses ganhos ocorrem no momento em que os investidores se preparam para a conclusão da última reunião do Fed em 2023. Espera-se que o banco central mantenha pela terceira vez consecutiva a taxa de referência de empréstimo overnight estável na faixa de 5,25% a 5,5% na conclusão de sua reunião de política monetária desta quarta-feira. Muitos investidores também esperam que o Fed forneça pistas sobre a trajetória das taxas de juros, inclusive quando poderá cortá-las. Até agora, as autoridades deram poucas pistas sobre isto, embora o presidente da Fed, Jerome Powell, tenha sugerido no início deste mês que era demasiado cedo para especular sobre cortes nas taxas.

A ferramenta CME FedWatch aponta que os mercados estão avaliando as chances de cortes nas taxas a partir da próxima primavera, mas esse é um cenário que Powell pode optar por recuar, especialmente à medida que os rendimentos atingem suas máximas e o Fed tem menos trabalho para arrefecer a economia. O rendimento do Tesouro de 10 anos oscilou ontem em torno de 4,2%, apesar de ter atingido 5% em outubro.

Na manhã desta quarta-feira, os rendimentos do Tesouro dos EUA caiam ligeiramente. Por volta das 5h45, o rendimento do Tesouro de 10 anos estava em baixa de mais de um ponto-base, para 4,1909%. O rendimento do Tesouro de 2 anos caia menos de um ponto-base, para 4,7243%. Rendimentos e preços tem uma relação invertida e um ponto base equivale a 0,01%.

Os investidores também ficarão de olho no índice de preços ao produtor de novembro, previsto para ser divulgado às 10h30 desta quarta-feira, antes da decisão do Fed. Economistas esperam um aumento de 0,1%, acima da queda de 0,5% no mês anterior. Excluindo alimentos e energia, prevê-se que tenha subido 0,2%, acima da leitura estável do mês anterior.

Espera-se ainda os estoques semanais de petróleo dos EUA às 12h30.

A decisão do Fed é previsto para as 16h00, enquanto o Presidente Jerome Powell fará a sua conferência à imprensa às 16h30.

CRIPTOMOEDAS:
Btcoin: -1,46% em US $ 41.195,60
Ethereum: -224% em US $ 2.176,72

ÍNDICES FUTUROS – 7h40:
Dow: +0,06%
S&P 500: +0,05%
NASDAQ: +0,03%

COMMODITIES:
MinFe Dailan: -1,35%
Bent: +0,04%
WTI: +0,07%
Soja: -0,80%
Ouro: +0,15%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, independente, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra, manutenção ou venda de ativos.

Gratuito - Quero ver a lista de criptomoedas - clique no banner

Deixe um comentário