ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for alerts Cadastre-se para alertas em tempo real, use o simulador personalizado e observe os movimentos do mercado.

Intel lança chips AI Gaudi3, desafiando a liderança da Nvidia e AMD no mercado de inteligência artificial

LinkedIn

Na quinta-feira (14), a Intel (NASDAQ:INTC) apresentou sua mais recente linha de chips de computador, destacando-se o Gaudi3, um inovador chip de inteligência artificial voltado para softwares de IA generativos. Previsto para chegar ao mercado em 2024, o Gaudi3 promete ser um forte concorrente aos chips da Nvidia e AMD, amplamente utilizados em modelos de IA de grande escala e alta demanda energética.

A Intel também é negociada na B3 através da BDR (BOV:ITLC34).

Modelos de IA notáveis, como o ChatGPT da OpenAI, dependem atualmente das GPUs da Nvidia, hospedadas na nuvem, uma razão pela qual as ações da Nvidia registraram um aumento significativo de quase 230% no acumulado do ano, em contraste com os 68% da Intel. Esse cenário tem incentivado empresas como a AMD e agora a Intel a desenvolverem chips que possam desafiar a posição dominante da Nvidia no mercado.

Embora detalhes específicos sejam limitados, o Gaudi3 está posicionado para competir diretamente com o H100 da Nvidia e o futuro MI300X da AMD, especialmente focado em grandes conjuntos de chips para aplicações de IA. A Intel tem trabalhado na série Gaudi desde 2019, após a aquisição da Habana Labs.

O evento de lançamento do Intel AI Everywhere, ocorrido em Nova York no dia 14 de dezembro de 2023, foi marcado pela apresentação do acelerador Intel Gaudi2 AI. Neste evento, a Intel Corp. revelou novos chips para PCs e data centers, visando ampliar sua participação no crescente mercado de hardware de IA.

Pat Gelsinger, CEO da Intel, destacou a crescente importância da IA generativa, indicando o Gaudi3 e outros chips voltados para IA como elementos-chave no portfólio da empresa para o próximo ano.

Além do Gaudi3, a Intel também anunciou os processadores Core Ultra, destinados a laptops e PCs Windows, e a nova geração de chips de servidor Xeon. Ambos incorporam uma unidade de processamento de IA (NPU) dedicada, otimizando a execução de programas de IA. Estes lançamentos indicam uma mudança estratégica no mercado de processadores, com a Intel e concorrentes como AMD e Qualcomm adaptando suas linhas de produtos à crescente demanda por modelos de IA.

Os chips Core Ultra, construídos com a tecnologia de 7 nanômetros da Intel, são mais eficientes energeticamente e incluem capacidades aprimoradas de jogos e gráficos. A Intel não divulgou os preços para a nova geração de processadores Xeon, que são frequentemente utilizados em conjunto com GPUs da Nvidia em servidores de grandes organizações para treinamento e implantação de IA generativa.

Esses lançamentos refletem a estratégia de Gelsinger de competir com gigantes como a Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. em termos de capacidade de fabricação de chips até 2026, além de fortalecer a posição da Intel no mercado de hardware de IA.

Deixe um comentário