ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

Bitcoin registra queda abaixo de US$ 40.000, afetando o mercado de criptomoedas

LinkedIn

Na segunda-feira (22), o mercado de criptomoedas enfrentou um revés significativo quando o preço do Bitcoin caiu abaixo da marca dos US$ 40.000, marcando o seu nível mais baixo neste ano. Essa queda abrupta também teve um impacto negativo sobre outras moedas digitais, com o Ether (COIN:BTCUSD) perdendo 5% de seu valor durante o mesmo período.

Ás 18h42 (horário de Brasília), o preço do Bitcoin (COIN:BTCUSD) registrava uma queda de 3,92%, chegando a US$ 39.915, o que representa o nível mais baixo desde 3 de dezembro do ano passado. Essa correção nos preços ocorre em meio ao lançamento de vários fundos negociados em bolsa (ETFs) de Bitcoin nos Estados Unidos. Nos meses que antecederam a aprovação da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) para a negociação desses ETFs, os investidores compraram Bitcoin em antecipação ao evento.

Sylvia Jablonski, CEO e diretora de investimentos da Defiance ETFs, observou que a queda atual do Bitcoin era amplamente esperada e pode ser considerada uma forma de “venda de notícias” após o entusiasmo inicial relacionado aos ETFs de Bitcoin nos EUA. Ela também expressou otimismo de que o Bitcoin tem o potencial de retomar sua trajetória de alta, considerando sua tendência de longo prazo.

Apesar disso, analistas gráficos alertaram que, embora a tendência ascendente de longo prazo do Bitcoin permaneça intacta, é provável que a criptomoeda enfrente mais correções de preço no curto prazo. Katie Stockton, da Fairlead Strategies, sugeriu que o Bitcoin poderia cair para até US$ 36.000, embora a permanência nesse nível seja esperada por um curto período. Rob Ginsberg, da Wolfe, expressou a opinião de que essa queda poderia ser apenas o início de um primeiro trimestre do ano desafiador para o mercado de criptomoedas.

Além do Bitcoin, outras criptomoedas também registraram quedas na segunda-feira, com o token Solana (COIN:SOLUSD) perdendo 7%, o XRP da Ripple (COIN:XRPUSD) caindo 5%, o token vinculado ao protocolo DeFi Uniswap (COIN:UNIUSD) recuando 5,3%, e o Avalanche (COIN:AVAXUSD) caindo até 12%. À medida que o mercado de criptomoedas continua a ser influenciado por diversos fatores, os investidores estão atentos às flutuações e aguardam os próximos desenvolvimentos.

Deixe um comentário