ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for discussion Cadastre-se para interagir em nossos fóruns de ativos e discutir com investidores ideias semelhantes.

Ibovespa cai 0,86%, com mercado adotando postura de cautela, aguardando as decisões monetárias dos EUA e do Brasil

LinkedIn

O Ibovespa encerrou em baixa o pregão desta terça-feira (30), impactado pelos dados de emprego nos Estados Unidos. Adicionalmente, o mercado adotou uma postura de cautela, aguardando as decisões monetárias tanto nos EUA quanto no Brasil. O índice teve queda de 0,86%, aos 127.402 pontos.

O Índice Bovespa (Ibovespa), que reflete o desempenho médio das cotações das principais ações de empresas negociadas na BM&FBOVESPA, é formado pelas ações com maior volume negociado nos últimos meses.

As vagas de emprego norte-americanas aumentaram inesperadamente em dezembro, sugerindo que o mercado de trabalho provavelmente continua forte demais para que o Federal Reserve comece a cortar os juros no primeiro trimestre.

Para o analista da Terra Investimentos, Luis Novaes, as expectativas para um corte já em março permanecem elevadas, mas essa visão não tem se mostrado consensual entre dirigentes da autarquia e economistas, sinalizando um cenário incerto à frente.

“O mercado espera uma sinalização mais clara sobre a trajetória dos juros no Hemisfério Norte antes de retornar aos mercados emergentes e a comunicação após a decisão deve ser importante para que a visão do mercado se torne mais clara”, diz Novaes.

É esperado que o Fed deixe as taxas de juros inalteradas ao anunciar a decisão de política monetária na quarta-feira (31).

Na visão de Jonas Carvalho, presidente-executivo da Hike Capital, o índice no vermelho reflete mais uma “espera em relação à decisão do Fed, e consequentemente do Brasil” do que necessariamente alguma posição.

No Brasil, o mercado aguarda o fim da reunião de dois dias do Comitê de Política Monetária (Copom), com ampla expectativa de que o Banco Central decida por um novo corte da Selic em 0,5 ponto percentual.

No Brasil, o Boletim Focus divulgado pela manhã mostrou pela terceira semana consecutiva uma redução da perspectiva para a inflação neste ano, embora tenha mantido inalterado o cenário para os juros. A mediana das projeções mostrou recuo do Índice de Preços ao Consumidor Amplo ao fim deste ano, a 3,81%, ante 3,86%. A mediana das projeções manteve o juro inalterado em 9,0%.

Hoje, o Comitê de Política Monetária (Copom) iniciou sua primeira reunião de política monetária do ano, e a expectativa do mercado é de que amanhã seja divulgado um novo corte de 0,50 ponto percentual na taxa Selic, a 11,25%. Em evento promovido pelo UBS-BB, o economista-chefe da Legacy Capital, Pedro Jobim, avaliou que o BC mostra-se “confortável” com o ritmo de corte em 50 pontos-base.

Em Wall Street, os principais índices acionários encerraram sem direção definida, pressionados pelas ações de tecnologia que operaram em movimento de ajuste, com investidores se preparando para a divulgação de resultados de empresas como Microsoft e Alphabet. Agentes também reagiram aos dados de emprego do relatório Jolts, que vieram acima das expectativas.

Os índices americanos encerram mistos: Dow Jones fechou em alta de 0,35%. Na ponta oposta, Nasdaq 100 e S&P500 recuaram 0,68% e 0,06%, respectivamente.

Durante a tarde, o Departamento de Trabalho dos EUA divulgou o relatório de empregos Jolts, que informou aumento de mais de 100 mil vagas disponíveis em dezembro, atingindo 9,03 milhões. O dado veio acima das expectativas dos investidores, de 8,925 milhões.

Os dados sinalizam que o mercado de trabalho norte-americano segue forte e possivelmente acima do aceitável para que o Federal Reserve comece a cortar os juros ainda no primeiro trimestre. Ao fim da tarde, derivativos negociados na Chicago Mercantile Exchange (CME) projetavam 58,3% de chances de manutenção dos juros em março. As apostas de um corte de 25 pontos-base estavam em 40,9%.

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
02/01/2024 -1,11% 132.696,63 R$ 19,6 bilhões
03/01/2024 0,10% 132.833,95  R$ 21,3 bilhões
04/01/2024 -1,21% 131.225,91 R$ 21,6 bilhões
05/01/2024 0,61% 132.022,92 R$ 19,4 bilhões
08/01/2024 0,31%  132.426,54 R$ 19,8 bilhões
09/01/2024 -0,74% 131.446,59 R$ 18,5 bilhões
10/01/2024 -0,46% 130.841,09 R$ 19,5 bilhões
11/01/2024 -0,15%  130.648,75 R$ 20,4 bilhões
12/01/2024 0,26%  130.987,67 R$ 19,3 bilhões
15/01/2024 0,41% 131.520,91 R$ 12,2 bilhões
16/01/2024 -1,69% 129.294,04 R$ 23,4 bilhões
17/01/2024 -0,60% 128.523,83 R$ 33,8 bilhões
18/01/2024 -0,94% 127.355 R$ 22,7 bilhões
19/01/2024 0,25%  127.635,65 R$ 27,4 bilhões
22/01/2024 -0,81% 126.601,55 R$ 18,5 bilhões
23/01/2024 1,31%  128.262,52  R$ 21,8 bilhões
24/01/2024 -0,35% 127.815,70  R$ 20,2 bilhões
25/01/2024 0,28% 128.168,73 R$ 19,8 bilhões
26/01/2024 0,62% 128.967,32 R$ 17,8 bilhões
29/01/2024 0,36%  128.502,66 R$ 15,7 bilhões
30/01/2024 -0,86%  127.401,81 R$ 21,7 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

SUZB3: +2,56% a R$ 52,10
CRFB3: +2,51% a R$ 10,63
EMBR3: +2,46% a R$ 22,87
VBBR3: +1,43% a R$ 23,34
CMIN3: +1,02% a R$ 6,90

  • BAIXAS IBOVESPA

GOLL4: -26,97% a R$ 2,86
BHIA3: −8,32% a R$ 7,60
BRKM5: −5,64% a R$ 17,22
PETZ3: −5,03% a R$ 3,21
AZUL4: −4,62% a R$ 13,20

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

  1. 💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

    3R Petroleum (RRRP3)

    A 3R Petroleum informou que sua subsidiária 3R Lux, constituída sob as leis de Luxemburgo, precificou uma oferta de senior secured notes no montante de US$ 500 milhões, remunerados à taxa cupom de 9,750% ao ano e com vencimento em 2031. Saiba mais…

    Ambipar (AMBP3)

    A Ambipar acaba de fechar a captação de US$ 750 milhões com a emissão do seu primeiro green bond no mercado internacional. O papel, com prazo de sete anos, saiu com taxa de 9,875% ao ano. A taxa é a mesma de uma emissão de bônus tradicional fechada ontem pela 3R Petroleum. Saiba mais…

    B3 (B3SA3)

    Em dezembro de 2023, a B3, bolsa do Brasil, registrou crescimento no estoque de todos os títulos corporativos, somando R$ 1,6 trilhão em estoque. O valor é 16% maior do que o registrado no mesmo período de 2022. Saiba mais…

    Cogna (COGN3)

    A Cogna anunciou que foi assinado contrato vinculante para a venda, pela Saber ao Grupo Gen, da totalidade do capital social de sua controlada SRV Editora Ltda, pelo preço incondicional de R$ 62,5 milhões e, no atingimento de determinadas métricas, poderá chegar até R$ 72,5 milhões. Saiba mais…

    Copel (CPLE6)

    A companhia divulgou também o resultado do mercado fio da Copel Distribuição. O mercado fio, composto pelo mercado cativo, pelo suprimento a concessionárias e permissionárias dentro do Estado do Paraná e pela totalidade dos consumidores livres existentes na sua área de concessão, teve um aumento de 10% no consumo de energia elétrica no 4T23 em relação ao mesmo período do ano anterior e 4% no acumulado do ano, em razão, principalmente, da elevada temperatura média no quarto trimestre de 2023. Saiba mais…

    Ecorodovias (ECOR3)

    A Ecovias dos Imigrantes recebeu um ofício da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP), referente à autorização do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Parcerias em Investimentos, para a elaboração de estudos e projetos necessários para a futura construção e implantação de nova estrutura para a ampliação da capacidade do Sistema Anchieta-Imigrantes, informou a EcoRodovias. Saiba mais…

    Embraer (EMBR3)

    A Moody’s Investors Service elevou o rating da Embraer para Ba1, ante Ba2, com a manutenção da perspectiva estável, indicou o relatório da agência de classificação de risco. Saiba mais…

    Energisa (ENGI11)

    A Energisa confirmou que sua oferta subsequente (follow-on) de ações ordinárias (ON) e preferenciais (PN) movimentou R$ 2,5 bilhões. Saiba mais…

    Enjoei (ENJU3)

    A Enjoei anunciou a aquisição de participação correspondente a 25% na Cresci e Perdi, com a possibilidade de aquisição futura, pelo Enjoei ou suas controladas, de 100% da Cresci e Perdi. Saiba mais…

    Gol (GOLL4)

    A B3 excluirá as ações da Gol Linhas Aéreas Inteligentes S.A, negociadas sob o ticker GOLL4, de todos os seus índices, informou a operadora da Bolsa. Saiba mais…

    A decisão final sobre o pedido da Gol para fazer um empréstimo Debtor-in-Possession (DIP) de US$ 950 milhões acontecerá em audiência na Justiça de Nova York, agendada para 15 de fevereiro, às 12h pelo horário de Brasília. Quaisquer objeções à concessão a medida devem ser apresentadas até 8 de fevereiro na corte norte-americana. Saiba mais…

    Iguatemi (IGTI11)

    A Iguatemi celebrou contrato para aquisição de participação adicional de 10% do Fashion Outlet Novo Hamburgo. Saiba mais…

    Infracommerce (IFCM3)

    O conselho de administração Infracommerce elegeu Pedro Sirotsky Melzer, conforme indicação dos Investidores Âncoras – Pátria, como membro titular independente do colegiado e Carlos Brito Claissac, conforme indicação dos Investidores Âncoras – NR, como membro titular do conselho de administração. As mudanças foram realizadas em função das renúncias de Eduardo Kyrillos e Guilherme Weege. Saiba mais…

    JBS (JBSS3)

    O programa Escritórios Verdes da JBS alcançou 8 mil regularizações socioambientais de fazendas no Brasil, sendo 47% delas de pequenas propriedades, segundo a empresa. Foram 4 mil regularizações no ano passado, com 2,3 mil hectares direcionados para recomposição florestal. Saiba mais…

    Petrobras (PETR3/PETR4)

    A Petrobras vai reduzir o preço do querosene de aviação (QAV) em cerca de 0,5% a partir de 1º de fevereiro, disseram fontes ao *Broadcast*. Saiba mais…

    A Petrobras informou, em apresentação para investidores estrangeiros em Nova York, que é possível a participação de empresas internacionais na exploração de novas fronteiras, como a Margem Equatorial, no Norte do País. Sem dar detalhes, a estatal destacou a região como a principal a ser explorada nos próximos anos. Saiba mais…

    A Petrobras está ampliando os testes em suas refinarias para aumentar a capacidade de produção de óleo diesel com mistura de conteúdo renovável. A estatal pretende implementar gradualmente em todas as suas unidades o Diesel 5R, com adição de 5% de matérias-primas de origem vegetal, como óleo de soja, ao derivado de petróleo. Saiba mais…

    Sabesp (SBSP3)

    O conselho de administração da Sabesp aprovou a realização da 31ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em até 3 séries. Saiba mais…

    O próximo evento importante no calendário da desestatização da Sabesp acontece agora em fevereiro, segundo o CEO da companhia, Andre Salcedo, que afirmou ao Broadcast que o novo modelo de regulação da empresa deve ser divulgado no próximo mês. Saiba mais…

    Vale (VALE3)

    A Vale produziu 89,4 milhões de toneladas (Mt) métricas de minério de ferro no quarto trimestre de 2023 (4T23), o que representa um avanço de 11% na base anual, conforme relatório publicado. Saiba mais…

    (Com informações da Forbes Money, TC Mover e Momento B3)

Deixe um comentário