ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for alerts Cadastre-se para alertas em tempo real, use o simulador personalizado e observe os movimentos do mercado.

A nova era do Dow 30: Amazon ascende ao panteão corporativo

LinkedIn

A inclusão da Amazon (NASDAQ:AMZN) no seleto grupo do Dow Jones Industrial Average (DOWI:DJI), substituindo a Walgreens Boots Alliance (NASDAQ:WBA), marca um momento emblemático de reconhecimento corporativo, semelhante a uma consagração no Hall da Fama das empresas americanas. Essa mudança, efetivada na segunda-feira (23), não apenas reflete a trajetória ascendente da Amazon mas também evidencia a dinâmica volátil das empresas que compõem o Dow 30.

A Amazon e a Walgreens também são negociadas na B3 através da BDR (BOV:AMZO34) e (BOV:WGBA34).

Analisando as empresas adicionadas ao Dow ao longo deste século, percebe-se que, em média, estas não superaram o índice S&P 500 nos 12 meses subsequentes à sua inclusão. A Chevron e o UnitedHealth Group são exceções notáveis, tendo superado o S&P 500 após suas admissões durante períodos de turbulência financeira e crescimento robusto, respectivamente.

Esta tendência sugere uma reação mais ágil da S&P Dow Jones Indices, responsável pelo Dow, ao substituir empresas com desempenho inferior por aquelas em ascensão, numa tentativa de manter o índice relevante frente ao S&P 500, que é frequentemente preferido por investidores profissionais.

A evolução do Dow 30 ao longo dos anos reflete mudanças significativas no panorama corporativo americano. Empresas icônicas que antes dominavam o índice, como a US Steel e a Procter & Gamble, deram lugar a novos titãs da indústria e do varejo, como a Amazon. A trajetória da Sears, por exemplo, ilustra a transição do domínio de varejo físico para o e-commerce, um espaço agora dominado pela Amazon.

Além disso, a ascensão meteórica de empresas tecnológicas como a Nvidia, que recentemente viu um impressionante aumento em sua capitalização de mercado, sinaliza uma nova era de dominação tecnológica nos mercados financeiros, comparável a grandes movimentos históricos como o da Apple e da Cisco Systems.

A entrada da Amazon no Dow 30 não apenas simboliza seu estatuto de gigante corporativo mas também levanta questões sobre o impacto futuro no seu desempenho no mercado. Históricos de outras grandes empresas de tecnologia, como a Salesforce, que experimentaram um desempenho abaixo do esperado após sua inclusão no Dow, podem servir de prelúdio para o que está por vir para a Amazon.

Esta transição para o Dow marca um momento significativo para a Amazon, reiterando sua posição como uma das “Sete Magníficas” da era tecnológica. No entanto, resta saber se essa honra será acompanhada por um desempenho de mercado que atenda às altas expectativas, ou se seguirá o padrão de desempenho inferior pós-admissão observado em outras adições recentes ao Dow 30.

Deixe um comentário