ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for tools Aumente o nível de sua negociação com nossas ferramentas poderosas e insights em tempo real, tudo em um só lugar.

Momento Cripto: AKT dispara após listagem na Upbit, IBIT mantém-se entre 10 ETFs líderes, e mais

LinkedIn

Halving do Bitcoin pode criar disparidade significativa entre oferta e demanda

Analistas da Bitfinex preveem que a recente redução pela metade da recompensa de mineração do Bitcoin possa resultar em uma demanda até cinco vezes maior que a oferta. A recompensa por bloco caiu de 6,25 BTC para 3,125 BTC, diminuindo o número de novas moedas disponíveis diariamente. Com uma oferta diária potencial de US$ 30 milhões e uma demanda estimada em mais de US$ 150 milhões por ETFs à vista nos EUA, o mercado pode enfrentar uma oferta significativamente restrita.

Movimentações recentes no mercado de ETFs de Bitcoin

Em 22 de abril, os fundos de Bitcoin negociados em bolsa (ETFs) experimentaram um aumento de entrada líquida de US$ 62,2 milhões, marcando a primeira série de entradas desde 11 de abril. Por outro lado, o ETF da Grayscale (AMEX:GBTC) viu uma redução na saída para US$ 35 milhões, o valor mais baixo desde 10 de abril, possivelmente devido a planos de lançar um novo ETF com taxas reduzidas de 0,15%. Outros dados mostram que o ETF da BlackRock (NASDAQ:IBIT) teve uma entrada de US$ 19,7 milhões, mantendo-se entre os dez ETFs com maiores entradas nos EUA por 70 dias consecutivos. Em geral, 7 de 11 ETFs registraram entradas líquidas, totalizando US$ 12,388 bilhões em entradas.

Fidelity mantém perspectiva neutra para Bitcoin apesar de recuperação de preços

A Fidelity Digital Assets (AMEX:FBTC) atualizou sua perspectiva de médio prazo para o Bitcoin de “Positive” para “Neutral”, apesar de uma recuperação significativa do preço do Bitcoin (COIN:BTCUSD), que subiu para mais de US$ 66.000 após cair abaixo de US$ 60.000. A análise da Fidelity sugere que o Bitcoin está sendo negociado a um preço justo, baseando-se em métricas como o Hashrate Yardstick, que compara ao preço/lucro do mercado de ações tradicional. Com a pressão de venda aumentando e a maioria dos endereços em lucro, a Fidelity vê o Bitcoin como não mais “barato”. No entanto, a perspectiva de curto prazo permanece positiva, com sinais de forte acumulação por pequenos investidores e uma contínua tendência de autocustódia reduzindo a pressão de venda.

Token da Akash Network dispara após listagem na Upbit

O token nativo da Akash Network (COIN:AKTUSD), uma plataforma de computação em nuvem descentralizada, teve um aumento significativo de quase 50%, atingindo quase US$ 7, após ser listado na Upbit, a maior exchange de criptomoedas da Coreia do Sul. Antes da listagem, o AKT era negociado a cerca de US$ 4. No momento da escrita, o token estava em alta de 34,07% cotado em US$ 5,47, possuindo uma capitalização de mercado de US$ 1,252 bilhão. A Akash Network, que opera no blockchain Cosmos, permite a compra e venda de recursos computacionais em seu mercado descentralizado.

Falha de segurança no Cosmos corrigida antes de exploração maliciosa

A Aesthetic Research revelou que identificou e reportou secretamente uma vulnerabilidade crítica no ecossistema blockchain do Cosmos (COIN:ATOMUSD), que poderia ter comprometido mais de US$ 150 milhões em ativos. A falha, conhecida como “vulnerabilidade de reentrada”, foi comunicada à equipe de desenvolvimento do Cosmos através do programa HackerOne Bug Bounty e corrigida antes de qualquer exploração.

Atualização da Injective eleva INJ a patamar deflacionário

A comunidade da rede Injective (COIN:INJUSD) aprovou significativas mudanças no sistema tokenomics para sua versão 3.0, visando tornar o INJ um dos ativos mais deflacionários no mercado de criptomoedas. A atualização, que inclui uma redução nas propriedades de cunhagem do token e ajustes nos parâmetros inflacionários, pretende fortalecer o INJ comparativamente até mesmo ao Bitcoin. A aprovação com quase unanimidade (99,99%) reflete o forte apoio comunitário para a proposta.

Tokens OP de Optimism e YGG de Yield Guild Games caem antes de desbloqueios programados

Os tokens nativos do Optimism (COIN:OPUSD) e da Yield Guild Games (COIN:YGGUSD) caíram brevemente 3,5% e 3%, respectivamente, devido aos desbloqueios agendados para o fim desta semana. Nos mercados de ativos digitais, desbloqueios referem-se à liberação controlada de tokens que antes estavam restritos, para aumentar a liquidez e prevenir vendas maciças imediatas por parte das equipes do projeto. Geralmente, isso é interpretado como um sinal negativo, embora possa também reforçar a tendência de mercado existente. No momento da escrita, OP recuava ligeiramente 0,39% nas últimas 24 horas enquanto o YGG se recuperou para uma alta de 0,52%.

Mais de $1 milhão de Vitalik Buterin potencialmente preso em ponte de criptomoeda

Uma carteira criptográfica ligada a Vitalik Buterin, cofundador da Ethereum (COIN:ETHUSD), aparentemente tem mais de US$ 1 milhão retido na ponte Optimism, revelou uma análise da Arkham, uma empresa de inteligência de blockchain. Esta situação faz parte de um problema maior enfrentado por muitas carteiras que têm ativos significativos presos em contratos de pontes entre diferentes redes blockchain.

EigenLayer eleva TVL para US$ 15 bilhões com novas atualizações

O protocolo de staking Ethereum, EigenLayer, viu seu valor total bloqueado (TVL) ultrapassar US$ 15 bilhões após a implementação de um aumento em seus limites de staking. O projeto, que permite o staking tanto de Ether nativo quanto de Ether líquido para segurança de outros protocolos, experimentou um aumento significativo em seu TVL desde seu lançamento antecipado em 9 de abril. Recentemente, EigenLayer reduziu a aposta mínima de 320 para 96 ETH e introduziu novos serviços validados ativamente, aumentando a funcionalidade e a segurança dentro do ecossistema Ethereum.

Ripple Labs contesta multa de $2 bilhões proposta pela SEC

Ripple Labs (COIN:XRPUSD) apresentou um documento na segunda-feira opondo-se à solicitação da SEC para que um juiz de Nova York imponha uma multa de quase US$ 2 bilhões sobre a empresa, por violações relacionadas às vendas do XRP Ledger. A SEC pediu US$ 1,95 bilhão em multas e restituições, incluindo restituição de US$ 876 milhões, juros pré-julgamento de US$ 198 milhões e uma multa civil equivalente. Ripple defendeu uma penalidade máxima de apenas US$ 10 milhões, criticando as demandas da SEC como um exemplo de excesso regulatório.

Associações de Blockchain contestam regra da SEC em tribunal

Grupos de blockchain, incluindo a Blockchain Association e a Crypto Freedom Alliance do Texas, moveram uma ação judicial contra uma nova regulamentação da SEC que amplia a definição de “dealer” para incluir certos participantes do mercado de ativos digitais. Eles alegam que a regra abrange indevidamente traders que não atuam como revendedores tradicionais e que a SEC ignorou feedback público e falhou em realizar a necessária análise econômica. O processo, apresentado no Tribunal Distrital do Norte do Texas, busca impedir a SEC de aplicar a regra, argumentando que é arbitrária e excede a autoridade legal do órgão.

Binance lança serviços com copy trading enquanto enfrenta desafios regulatórios nas Filipinas

A Binance, líder em volume de negociações de criptomoedas, anunciou o lançamento de uma nova funcionalidade de copy trading à vista, permitindo que os usuários copiem automaticamente as operações dos traders mais destacados da plataforma. Inspirado no feedback dos usuários, o serviço busca facilitar o acesso a estratégias de negociação avançadas e gestão de risco. Os traders líderes poderão registrar suas carteiras para copy trading a partir de hoje, com a funcionalidade sendo disponibilizada gradualmente em maio. Em outras notícias, a Comissão de Valores Mobiliários das Filipinas (SEC) está colaborando com Google (NASDAQ:GOOGL) e Apple (NASDAQ:AAPL) para excluir o aplicativo da Binance das respectivas lojas de aplicativos no país, como parte de medidas contra atividades não regulamentadas. A SEC argumenta que a Binance oferece títulos não registrados e atua sem autorização, violando a legislação local. A medida segue ações similares para bloquear acessos online e interromper publicidade dirigida a filipinos, em meio a desafios regulatórios globais enfrentados pela plataforma.

Crypto.com adia lançamento na Coreia após inspeção por lavagem de dinheiro

A Crypto.com postergou o lançamento de seu serviço na Coreia do Sul, inicialmente previsto para 29 de abril, após relatos de uma inspeção de emergência por parte da Unidade de Inteligência Financeira (FIU) sul-coreana devido a preocupações com lavagem de dinheiro. A exchange, que já tinha aprovação dos reguladores locais, afirmou que usará este tempo para assegurar que as autoridades compreendam completamente suas políticas e sistemas anti-lavagem de dinheiro, considerados padrão-ouro em várias jurisdições globais.

PDVSA considera uso de Tether para contornar sanções dos EUA

A PDVSA, companhia estatal de petróleo da Venezuela, está explorando o uso da stablecoin Tether (COIN:USDTUSD), a maior stablecoin atrelada ao dólar, para driblar recentes sanções norte-americanas, de acordo com a Reuters. A empresa busca adotar o USDT para proteger suas operações contra o congelamento de contas no exterior. Relatos indicam que a PDVSA utiliza intermediários nas transações de criptomoedas para manter anonimato.

PayPal incentiva mineração ecológica de Bitcoin com recompensas em criptomoeda

O PayPal (NASDAQ:PYPL) está incentivando mineradores de bitcoin a adotar práticas mais sustentáveis, através de uma nova plataforma de validação de energia limpa desenvolvida em parceria com a EnergyWeb. A plataforma monitora e premia mineradores que utilizam métodos de baixo carbono em suas operações, oferecendo recompensas em bitcoin. A iniciativa visa mitigar o impacto ambiental da mineração de bitcoin, que é notoriamente intensiva em energia e tem sido criticada por contribuir significativamente para as emissões de carbono globais.

Executivos da Canaan planejam compra de ações

Dois executivos da Canaan (NASDAQ:CAN), uma importante fabricante de hardware de mineração de Bitcoin, anunciaram planos para adquirir pelo menos US$ 2 milhões em ações da empresa. Nangeng Zhang, CEO, e James Jin Cheng, CFO, consideram que a Canaan está “profundamente subvalorizada”. Eles veem a aquisição como uma oportunidade de investimento atrativa, especialmente após o recente halving do Bitcoin, que eles acreditam que trará novas oportunidades para o setor. A Canaan também reportou avanços significativos na produção de suas novas plataformas de mineração.

Conferência Blockchain de Lisboa lança competição para startups com jurados de renome

A Conferência Blockchain de Lisboa está se preparando para ser um palco crucial para startups de criptomoedas, apresentando uma competição exclusiva onde fundadores poderão expor suas inovações a investidores influentes. No evento, que inclui figuras como o CEO da Subvisual, Robert Machado, e o sócio da AgileGTM, Fillipo Chisari, startups terão a chance de ganhar visibilidade e potencialmente atrair financiamento. Além disso, o evento oferecerá diversas atividades de networking, proporcionando uma experiência rica para todos os participantes.

Turnkey capta US$ 15 milhões para desenvolver infraestrutura de carteiras blockchain

Turnkey, uma startup especializada em infraestrutura de carteiras para desenvolvedores blockchain, arrecadou US$ 15 milhões em uma rodada de financiamento Série A. A rodada foi liderada por Lightspeed Faction e Galaxy Ventures, com participação de Sequoia e outros investidores notáveis. Co-fundada por ex-funcionários da Coinbase (NASDAQ:COIN), a empresa visa facilitar para os desenvolvedores a criação de carteiras blockchain seguras e amigáveis.

Deixe um comentário