Dólar reverte queda com o mercado de olho no cenário externo

LinkedIn

O dólar reverteu a queda nesta quinta-feira (15), com mercado de olho no cenário externo em meio aos temores de uma guerra comercial desencadeada pelo Estados Unidos.

Histórico 

A moeda teve alta de 0,9%, cotada a R$ 3,2898 para compra e R$ 3,2905 para venda.

Após 11 pregões em março, a moeda valorizou 1,47%. Já se foram 5 fechamentos negativos contra 6 positivos. Em fevereiro, a divisa americana fechou cotada a R$ 3,2421 para compra e R$ 3,2428 para venda.

Em 2018, após 50 pregões, o dólar apresenta uma desvalorização de 0,72%. Já se foram 25 pregões em alta, contra 25 em baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,3133 para compra e a R$ 3,3144 para venda.

Influências

O Banco Central brasileiro realiza nesta sessão novo leilão de até 14 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares, para rolagem dos contratos que vencem em abril e somam US$ 9,029 bilhões. Se mantiver esse volume e vendê-lo integralmente, o BC rolará o valor total dos swaps que vencem no próximo mês.

O presidente norte-americano, Donald Trump, declarou na semana passada a imposição de tarifas para as importações de aço e alumínio, gerando reações no mundo. O quadro resultou na renuncia do seu assessor econômico Gary Cohn, que foi substituido nesta quinta-feira (15) por Larry Kudlow, um ex-conselheiro econômico do ex-presidente Ronald Reagan na década de 1980.

Trump ainda prometeu impor tarifas sobre US$ 60 bilhões de importações norte-americanas da China, aumentando os temores da guerra comercial global.

Deixe um comentário