As vendas líquidas da Plano&Plano (BOV:PLPL3) somaram R$ 225 milhões no terceiro trimestre deste ano, um crescimento de 42,7%. No ano, as vendas contratadas atingiram R$ 590 milhões, um aumento de 30,5%.

O indicador de vendas sobre oferta (VSO) nos últimos 12 meses ficaram em 36,97%.

A construtora lançou 8 empreendimentos no trimestre totalizando um volume de R$ 533 milhões. Isso representa alta de 8,2% na comparação com o mesmo período de 2019.

Nos primeiros nove meses de 2020, o total de lançamentos foi de R$ 905 milhões, 22,6% superior aos R$ 738 milhões lançados em igual período de 2019.

A participação da Companhia nos lançamentos do trimestre e no ano foi de 100%.

Os fundos de investimentos compraram a maioria das ações (56 milhões de papéis) do IPO (oferta pública de ações, em português) da Plano & Plano. Os investidores estrangeiros ficaram com 9,8 milhões, enquanto as pessoas físicas levaram pouco mais de 4 milhões de papéis.

A construtora e incorporadora estreou em alta na bolsa de valores no dia 17 de setembro. 

Ao todo, a companhia vendeu 67 milhões de ações. O preço indicativo ficou em R$ 9,40, valor bem inferior ao apresentado no dia 25 de agosto, cuja estimativa era de R$ 11,75 a R$ 15,25 por ação.

A empresa deve divulgar os resultados do 3T20 no dia 13 de novembro.