A Petro Rio concluiu a aquisição da participação de 30% da Petrobras (PETR4) no Campo de Frade, após a assinatura do termo aditivo ao contrato pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:PRIO3) na sexta-feira (05).

“O resultado econômico proveniente da participação de 30% no Campo de Frade passará a ser contabilizado e incorporado nas demonstrações financeiras da companhia, que, por sua vez, passa a deter 100% do Campo de Frade e 100% dos ativos offshore utilizados no desenvolvimento da produção do campo”, explicou a petroleira.

Além dos US$ 7,5 milhões já pagos por ocasião da assinatura do Contrato de Compra e Venda em 28 de novembro de 2019, na sexta foram pagos US$ 36 milhões e a companhia receberá um estoque de óleo de aproximadamente 500 mil barris que se encontra no FPSO Frade.

“A transação agrega uma reserva de aproximadamente 17 milhões de barris 1P e adiciona cerca de 5,2 mil barris de óleo à produção diária da PetroRio”, destacou a PetroRio.

Ainda restará a possibilidade de um pagamento contingente de US$ 20 milhões caso se materialize uma nova descoberta, economicamente viável, não incluída no já divulgado Plano de Revitalização do Campo de Frade.

“A aquisição representa mais uma etapa de sucesso na execução da estratégia de crescimento da PetroRio, através da aquisição e desenvolvimento de campos produtores, replicando o sucesso do Campo de Polvo, tornando o Campo de Frade mais rentável e aumentando sua vida econômica”, afirmou a petroleira.

Já a Petrobras declarou que essa operação “está alinhada à estratégia de otimização de portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, passando a concentrar cada vez mais os seus recursos em ativos de classe mundial em águas profundas e ultra-profundas, onde a Petrobras tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos”.