A Espaçolaser adquiriu, através de sua subsidiária Corpóreos Serviços Terapêuticos, participação total do capital social de dois grupos de franqueados responsáveis pela operação de vinte e uma lojas da marca Espaçolaser nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Norte e Paraíba.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:ESPA3), nesta segunda-feira (10).

Os dois grupos em questão são o Grupo Murilo e o Grupo Mario.

O valor da transação ficou em R$ 81,2 milhões, exercendo a opção de compra de preferência acertado em janeiro deste ano.

A empresa pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 11 de maio.

Lucro líquido de R$ 37,5 milhões em 2020, queda de 53,6%

A Espaçolaser registrou lucro líquido atribuíveis aos controladores de R$ 37,5 milhões em 2020, queda de 53,6% em relação ao ano anterior.

A receita líquida caiu 9,6%, para R$ 585,3 milhões. Já o Ebitda perdeu 19,9%, para R$ 159,5 milhões.

Em 2020, o capex foi de R$ 52,5 milhões, queda de 39,8% sobre 2019. A dívida líquida da Espaçolaser ao fim de dezembro era de R$ 280 milhões, com alavancagem de 2,2 vezes o Ebitda, alta ante dívida de R$ 195 milhões e alavancagem de 0,9 vez de um ano antes.

4T20

A MPM Corpóreos – nome fantasia Espaçolaser Depilação – divulgou lucro líquido recorrente atribuíveis aos controladores de R$ 36,6 milhões no quarto trimestre de 2020, alta de 3,6 vezes sobre os R$ 10 milhões de igual período de 2019.

A receita líquida totalizou R$ 169,9 milhões de outubro a dezembro do ano passado, alta de 5,7% sobre os R$ 160,7 milhões no mesmo intervalo do ano anterior.

MPM Corporeos ON (BOV:ESPA3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2021 até Jan 2022 Click aqui para mais gráficos MPM Corporeos ON.
MPM Corporeos ON (BOV:ESPA3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jan 2021 até Jan 2022 Click aqui para mais gráficos MPM Corporeos ON.