A Usiminas retomou as operações do alto-forno nº 2 da Usina de Ipatinga (AF2). O equipamento tem capacidade de produzir 55 mil de toneladas de ferro-gusa por mês ou cerca de 600 mil toneladas por ano, e, com o retorno, a Usina volta a operar a plena carga na produção de aço bruto, contribuindo ainda mais com o atendimento às demandas do mercado doméstico.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:USIM5) nesta segunda-feira (14). Confira o comunicado na íntegra.

A empresa detalha que a paralisação durou cerca de oito meses e, desde dezembro de 2020, vinha trabalhando para a retomada da operação do forno. Foram investidos R$ 67 milhões no processo, que gerou cerca de 600 empregos temporários durante a obras, conduzidas, entre outras empresas, pela Usiminas Mecânica. Para a operação do equipamento, a Usiminas contratou 40 novos colaboradores permanentes.

“Além disso, a companhia investiu na melhora do desempenho ambiental da operação, uma vez que o AF2 conta com um novo sistema de despoeiramento. Com a retomada do AF2 a Usiminas reforça seu compromisso com a geração de resultados sustentáveis e seus esforços para atendimento da demanda de seus clientes locais”, diz.

VISÃO DO MERCADO

Banco Inter

Com o advento da crise sanitária de covid-19, a empresa optou por desligar a operação de Cubatão e Ipatinga. Em seguida, com os efeitos da pandemia menores que o esperado e a demanda por aço avançando, a Usiminas anunciou a retomada das operações em Cubatão e o religamento do AF#1 de Ipatinga. Em dezembro do ano passado, a empresa informou a retomada do AF#2 em junho de 2021, além de um capex no valor de R$ 67 milhões para algumas melhorias na operação.

Lembramos que em 2015, em virtude de uma demanda em baixa e preços depreciados, além da briga societária que quase levou a empresa à falência, a Usiminas optou pelo desligamento temporário dos altos fornos n.1 da Usina de Cubatão e n.1 da Usina de Ipatinga, reduzindo sua capacidade em aproximadamente 120 Kton por mês. Mais tarde, no mesmo ano, a empresa anunciou a interrupção de suas atividades primárias na Usina de Cubatão/SP, desativando sinterizações, coquerias, altos fornos e aciaria. A partir de 2018, contudo, já com sinais de melhora na demanda por produtos de aço, a companhia anunciou a retomada de parte de suas operações, em movimentos de turnaround tanto corporativo quanto da indústria.

Banco Inter tem recomendação neutra com preço-alvo de R$ 21,00…

XP Investimentos

A paralisação durou cerca de 14 meses e, desde dezembro de 2020, a Usiminas vinha trabalhando para a retomada da operação do forno. Segundo a companhia, foram investidos R$ 67 milhões no processo, incluindo melhorias no desempenho ambiental da operação, como um novo sistema de despoeiramento.

Vemos de forma positiva a retomada do AF#2, dada a demanda mais forte no Brasil. Temos recomendação Neutra para Usiminas.

Usiminas (USIM5): lucro líquido de R$ 1,2 bilhão no primeiro trimestre, revertendo prejuízo

A Usiminas registrou lucro líquido de R$ 1,2 bilhão no primeiro trimestre de 2021, revertendo o prejuízo líquido de R$ 424 milhões apresentado no mesmo período do ano passado.

Na comparação com o quarto trimestre do ano passado, o lucro é 37% menor, principalmente pelo registro de R$ 737 milhões positivos relacionados ao impairment registrado no trimestre anterior, “sem efeito similar nesse período, e perdas cambiais líquidas de R$ 355 milhões no primeiro trimestre de 2021, ante ganhos cambiais de R$ 286 milhões no quarto trimestre do ano passado”.

Ebtida – lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado cresceu 325% no trimestre, para R$ 2,4 bilhões, ante R$ 539 milhões apurados em mesmo intervalo do ano anterior. A margem Ebitda aumentou 19 pontos percentuais no período, para 34,2%. O resultado é recorde trimestral Consolidado e em todas as Unidades.

Informações Broadcast

USIMINAS PNA (BOV:USIM5)
Gráfico Histórico do Ativo
De Set 2021 até Out 2021 Click aqui para mais gráficos USIMINAS PNA.
USIMINAS PNA (BOV:USIM5)
Gráfico Histórico do Ativo
De Out 2020 até Out 2021 Click aqui para mais gráficos USIMINAS PNA.