A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou reajuste médio de 1,03% nas tarifas de energia da Energisa Paraíba (BOV:ENGI11). A distribuidora é responsável por atender 1,5 milhão de unidades consumidoras.

Para os consumidores conectados em alta tensão, como as indústrias, o efeito médio do reajuste será de 3,49%.

Já para os atendidos em baixa tensão, que inclui os consumidores residenciais, o impacto médio será de 0,34%.

Os novos valores passam a vigorar em 28 de agosto.

O impacto do reajuste aos consumidores foi mitigado por uma série de medidas aprovadas pelo Congresso, em parceria com a agência reguladora e o governo.

Entre elas está a utilização de créditos tributários de PIS/Cofins. Os valores já aproveitados, bem como a previsão feita pela Receita Federal, totalizaram R$ 222,5 milhões, o que reduziu o efeito em 10,02%.

Já o repasse à Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) advindo da privatização da Eletrobras foi responsável pela redução tarifária de 2,94%.

Informações Broadcast

ENERGISA (BOV:ENGI11)
Gráfico Histórico do Ativo
De Nov 2022 até Dez 2022 Click aqui para mais gráficos ENERGISA.
ENERGISA (BOV:ENGI11)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2021 até Dez 2022 Click aqui para mais gráficos ENERGISA.