ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

PIB Brasil 2016

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro caiu pelo segundo ano seguido em 2016 e confirmou a pior recessão da história. A retração foi de 3,6% em relação ao ano anterior. Em 2015, a economia já havia recuado 3,8%. Essa sequência, de dois anos seguidos de baixa, só foi verificada no Brasil nos anos de 1930 e 1931, quando os recuos foram de 2,1% e 3,3%, respectivamente. Em valores correntes, o Produto Interno Bruto Brasileiro chegou a R$ 6,266 trilhões em 2016, e o PIB per capita ficou em R$ 30.407 – uma redução de 4,4% diante de 2015.

 

PIB Brasil – 1° Trimestre de 2016

O Produto Interno Bruto (PIB) apresentou variação negativa de 0,3% na comparação do primeiro trimestre de 2016 contra o quarto trimestre de 2015, levando-se em consideração a série com ajuste sazonal. Na comparação com igual período de 2015, houve contração do PIB de 5,4% no primeiro trimestre do ano. No acumulado dos quatro trimestres terminados no primeiro trimestre de 2016, o PIB registrou queda de 4,7% em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores.

PIB VALOR CORRENTE (R$) VARIAÇÃO TRIMESTRAL
VARIAÇÃO ANUAL
VARIACÃO ACUMULADA
Brasil    1.473,8 Bilhões -0,3% -5,4% -4,7%
Agropecuária   88,5 Bilhões -0,3% -3,7% -1,0%
Indústria 257,6 Bilhões -1,2% -7,3% -6,9%
Serviços 913,9 Bilhões -0,2% -3,7% -3,2%
Famílias 946,6 Bilhões -1,7% -6,3% -5,2%
Governo 282,8 Bilhões +1,1% -1,4% -1,3%
Investimento 249,0 Bilhões -2,7% -17,5% -15,9%

Em valores correntes, o PIB primeiro trimestre de 2016 totalizou R$ 1.473,8 bilhões, sendo R$ 1.260,1 bilhões referentes ao Valor Adicionado a preços básicos e R$ 213,7 bilhões aos Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios.

Taxa de Investimento 16,9%
Taxa de Poupança 14,3%

A taxa de investimento no primeiro trimestre de 2016 foi de 16,9% do PIB, abaixo do observado no mesmo período do ano anterior (19,5%). A taxa de poupança foi de 14,3% no primeiro trimestre de 2016 (ante 16,2% no mesmo período de 2015).

Notícias Relacionadas

– Brasil: PIB recua 0,3% nos três primeiros meses de 2016 na comparação com o trimestre imediatamente anterior

– PIB brasileiro recua 5,4% no primeiro trimestre de 2016 na comparação com o mesmo período do ano passado

– PIB brasileiro apresentou queda de 4,7% no acumulado dos quatro trimestres encerrados em março de 2016

– PIB brasileiro entre Janeiro e Março de 2016 totalizou R$ 1,474 trilhão

 

PIB Brasil – 2° Trimestre de 2016

O Produto Interno Bruto (PIB) apresentou queda (-0,6%) na comparação do segundo trimestre de 2016 contra o primeiro trimestre do ano, levando-se em consideração a série com ajuste sazonal. Na comparação com igual período de 2015, a variação do PIB também foi negativa (-3,8%). No acumulado dos quatro trimestres terminados no segundo trimestre de 2016, o PIB registrou decréscimo (-4,9%) em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores, verificado também no resultado acumulado do no primeiro semestre (-4,6%), em relação a igual período de 2015.

PIB VALOR CORRENTE (R$) VARIAÇÃO TRIMESTRAL
VARIAÇÃO ANUAL
VARIACÃO ANO VARIACÃO 12 MESES
Brasil    1.530,4 Bilhões -0,6% -3,8% -4,6% -4,9%
Agropecuária   90,8 Bilhões -2,0% -3,1% -3,4% -2,4%
Indústria 281,8 Bilhões -0,2% -3,0% -5,2% -6,3%
Serviços 945,6 Bilhões -2,1% -3,3% -3,5% -3,6%
Famílias 960,0 Bilhões -0,7% -5,0% -5,6% -5,7%
Governo 307,9 Bilhões -0,5% -2,2% -1,9% -1,8%
Investimento 256,7 Bilhões +0,4% -8,8% -13,3% -15,1%

Em valores correntes, o PIB no segundo trimestre de 2016 totalizou R$ 1.530,4 bilhões, sendo R$ 1.318,1 bilhões referentes ao Valor Adicionado a preços básicos e R$ 212,3 bilhões aos Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios.

Taxa de Investimento 16,8%
Taxa de Poupança 15,8%

A taxa de investimento no segundo trimestre de 2016 foi de 16,8% do PIB, abaixo do observado no mesmo período do ano anterior (18,4%). A taxa de poupança foi de 15,8% no segundo trimestre de 2016 (ante 15,1% no mesmo período de 2015).

Notícias Relacionadas

– Brasil: PIB recua 0,6% no segundo trimestre de 2016 na comparação com o trimestre imediatamente anterior

– PIB brasileiro recua 3,8% no segundo trimestre de 2016 na comparação com o mesmo período do ano passado

– PIB brasileiro apresentou queda de 4,9% no acumulado dos quatro trimestres encerrados em junho de 2016

– PIB brasileiro retraiu 4,6% nos seis primeiros meses de 2016

– PIB brasileiro entre Abril e Junho de 2016 totalizou R$ 1,530 trilhão

 

PIB Brasil – 3° Trimestre de 2016

O Produto Interno Bruto (PIB) caiu 0,8% na comparação do terceiro trimestre de 2016 contra o segundo trimestre do ano na série com ajuste sazonal. É a sétima queda seguida nessa comparação. Frente a igual período de 2015, houve contração do PIB (- 2,9%) pela 10ª vez consecutiva. No acumulado dos quatro trimestres terminados no terceiro trimestre de 2016, o PIB registrou queda de 4,4% em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores, sétimo resultado negativo seguido. Já no resultado acumulado do ano até o mês de setembro, o PIB apresentou recuo de 4,0% em relação a igual período de 2015, a maior queda para este período desde o início da série em 1996.

PIB VALOR CORRENTE (R$) VARIAÇÃO TRIMESTRAL
VARIAÇÃO ANUAL
VARIACÃO ANO VARIACÃO 12 MESES
Brasil    1.580,2 Bilhões -0,8% -2,9% -4,0% -4,4%
Agropecuária   75,3 Bilhões -1,4% -6,0% -6,9% -5,6%
Indústria 302,2 Bilhões -1,3% -2,9% -4,3% -5,4%
Serviços 993,4 Bilhões -0,6% -2,2% -2,8% -3,2%
Famílias 1.009,6 Bilhões -0,6% -3,4% -4,7% -5,2%
Governo 303,4 Bilhões -0,3% -0,8% -0,7% -0,9%
Investimento 260,5 Bilhões -3,1% -8,4% -11,6% -13,5%

Em valores correntes, o PIB no terceiro trimestre de 2016 alcançou R$ 1,580 trilhão, sendo R$ 1,371 trilhão referente ao Valor Adicionado a preços básicos e R$ 209,3 bilhões aos Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios.

Taxa de Investimento 16,5%
Taxa de Poupança 15,1%

A taxa de investimento no terceiro trimestre de 2016 foi de 16,5% do PIB, abaixo do observado no mesmo período do ano anterior (18,2%). A taxa de poupança foi de 15,1% no terceiro trimestre de 2016 (ante 15,3% no mesmo período de 2015).

Notícias Relacionadas

– Brasil: PIB recua 0,8% no terceiro trimestre de 2016 na comparação com o trimestre imediatamente anterior

– PIB brasileiro recua 2,9% no terceiro trimestre de 2016 na comparação com o mesmo período do ano passado

– PIB brasileiro apresentou queda de 4,4% no acumulado dos quatro trimestres encerrados em setembro de 2016

– PIB brasileiro retraiu 4,0% nos nove primeiros meses de 2016

– PIB brasileiro entre Julho e Setembro de 2016 totalizou R$ 1,580 trilhão

 

PIB Brasil – 4° Trimestre de 2016

O Produto Interno Bruto (PIB) caiu 0,9% na comparação do quarto trimestre de 2016 contra o terceiro trimestre do ano na série com ajuste sazonal. Foi a oitava queda seguida nessa comparação. Frente a igual período de 2015, houve contração do PIB (-2,5%) pela 11ª vez consecutiva. No acumulado dos quatro trimestres de 2016, o PIB registrou queda de 3,6% em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores, oitavo resultado negativo seguido. 

PIB VALOR CORRENTE (R$) VARIAÇÃO TRIMESTRAL
VARIAÇÃO ANUAL
VARIACÃO ANO VARIACÃO 12 MESES
Brasil    1.630,6 Bilhões -0,9% -2,5% -3,6% -3,6%
Agropecuária   52,9 Bilhões 1,0% -5,0% -6,6% -6,6%
Indústria 298,6 Bilhões -0,7% -2,4% -3,8% -3,8%
Serviços 1.058,9 Bilhões -0,8% -2,4% -2,7% -2,7%
Famílias 1.042,2 Bilhões -0,6% -2,9% -4,2% -4,2%
Governo 369,3 Bilhões 0,1% -0,1% -0,6% -0,6%
Investimento 254,8 Bilhões -1,6% -5,4% -10,2% -10,2%

Em valores correntes, o PIB no quarto trimestre de 2016 alcançou R$ 1.630,6 bilhões, sendo R$ 1.410,4 bilhões referentes ao Valor Adicionado (VA) a preços básicos e R$ 220,2 bilhões aos Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios. 

Com isso, o PIB encerrou o ano de 2016 com recuo de 3,6% em relação a 2015. No acumulado do ano, o PIB em valores correntes totalizou R$ 6.266,9 bilhões, dos quais R$ 5.414,6 bilhões se referem ao VA a preços básicos e R$ 852,3 bilhões aos Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios.

Taxa de Investimento 16,4%
Taxa de Poupança 13,9%

A taxa de investimento no ano de 2016 foi de 16,4% do PIB, abaixo do observado no ano anterior (18,1%). A taxa de poupança foi de 13,9% em 2016 (ante 14,4% no ano anterior).

Notícias Relacionadas

– Brasil: PIB recuou 0,9% no quarto trimestre de 2016 na comparação com o trimestre imediatamente anterior

– PIB brasileiro recua 2,5% no quarto trimestre de 2016 na comparação com o mesmo período do ano passado

– PIB brasileiro retraiu 3,6% em 2016

– PIB brasileiro entre Outubro e Dezembro de 2016 totalizou R$ 1,631 trilhão

 

Seu Histórico Recente