Importação: China voltou a ser o principal parceiro comercial do Brasil em Julho de 2015

LinkedIn

Rio de Janeiro, 26 de Agosto de 2015 – A China foi o principal fornecedor de produtos para o Brasil no mês, respondendo por 20,15% do valor total importado pelo país em julho. Foram US$ 3.254 bilhões em valores absolutos. Na comparação com julho de 2014, houve um aumento de 2,80% frente ao valor total vendido pela China no mesmo mês do ano passado.

Os principais produtos comprados da China em julho foram: partes de aparelhos transmissores ou receptores (US$ 133.975 milhões ou 0,83%), circuitos impressos e outras para aparelhos de telefonia (US$ 108.311 milhões ou 0,67%) e plataformas de perfuração (US$ 526.633 milhões ou 3,26%) . Dos dez principais produtos adquiridos pela China no mês, seis registraram queda no valor total de pedidos, na comparação com o ano anterior. As maiores quedas foram: circuitos integrados e micro conjuntos eletrônicos (-59,23%),produtos laminados planos de ferro ou aço (-48,72%), e circuitos impressos e outras para aparelhos de telefonia (-29,38%). O maior crescimento, em relação a julho de 2014, ocorreu sobre os partes de aparelhos transmissores ou receptores (30,41%).

Confira todos os detalhes sobre as importações brasileiras em Julho de 2015

Os Estados Unidos da América foram o segundo país que mais forneceu produtos importados para o Brasil em julho de 2015, quando venderam um total de US$ 2.182 bilhões – o equivalente a 13,51% do valor importado pelo país ao longo do mês. Na comparação com julho de 2014, houve uma queda considerável de 32,18% no valor das importações brasileiras made in USA.

Os três principais produtos vendidos pelo país americano em julho deste ano foram: óleos combustíveis (US$ 117.434 milhões ou 0,73%), partes de motores e turbinas para aviação (US$ 172.030 milhões ou 1,07%), e inseticidas, formicidas e herbicidas (US$ 79.344 milhões ou 0,49%).

Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, entretanto, o valor total das transações fechadas pelos Estados Unidos envolvendo produtos brasileiros caiu -32,18%. As maiores baixas referem-se às vendas de óleos combustíveis (-59,56%), e hulhas (-30,05%)

Confira a lista completa dos principais países fornecedores dos produtos importados pelo Brasil em Julho de 2015

Em terceiro lugar no ranking de principais países fornecedores de produtos para o país em julho de 2015, destaque para a Argentina, cuja participação de 5,53% sobre o valor total importado pelo Brasil pesou US$ 894 milhões sobre a balança comercial nacional no sétimo mês do ano. Os principais produtos comprados através do país sul-americano foram automóveis de passageiros (US$ 178.344 milhões ou 1,10%), veículos de carga (US$ 149.329 milhões ou 0,92%) e trigo em grãos (US$ 97.425 milhões ou 0,60%).

Na comparação com julho de 2014, houve queda de -27,20% no valor total de pedidos de compra realizados à Argentina. Oito dos dez principais produtos vendidos pelos argentinos registraram retração na comparação entre os dois meses. A maior queda foi registrada na compra de Naftas (-81,75%).

Notícias Relacionadas

Balança Comercial: Todas as regiões do país voltaram a comprar menos do exterior em Julho de 2015

Importação: medicamentos humanos e veterinários foram os itens que mais pesaram sobre a forte queda das compras brasileiras no exterior em Julho de 2015

Produtos manufaturados responderam por 84,67% das importações brasileiras em Julho de 2015

Importação: China voltou a ser o principal parceiro comercial do Brasil em Julho de 2015

Compras da Petrobras no exterior caíram 64,28% em Julho de 2015, mas empresa ainda é a maior importadora de produtos do Brasil

Importações oriundas da China aumentaram 2,80% em Julho de 2015

Importações brasileiras diminuem 24,76% em Julho de 2015

Deixe um comentário