Agência rebaixa rating da Vale

LinkedIn

A agência de classificação de risco Moody’s rebaixou o rating (nota de crédito) da Vale (BOV:VALE5) para Ba3, último degrau antes de seus papéis se tornarem altamente especulativos. A Moody’s avalia que o rebaixamento reflete suas expectativas de baixa performance para a companhia nos próximos 12 ou 18 meses refletindo a queda substancial nos preços internacionais do minério de fero e outros metais, com pouca expectativa de melhoria antes de 2017.

Outras notícias importantes do dia

Petrobras (BOV:PETR4) esclareceu em nota que o valor protegido pela chamada contabilidade de hedge está confortavelmente abaixo do valor previsto para suas receitas de exportação para o próximo trimestre. Segundo a companhia, as estimativas acerca de suas exportações são reavaliadas periodicamente, de modo a garantir a consistência entre a contabilidade de hedge e as receitas esperadas.

• O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, teria dito a interlocutores que deixaria o cargo caso a comissão de orçamento do Governo reduza a meta de superavit fiscal a zero para no ano que vem.

• As ações do conglomerado chinês Fosun (USOTC:FOSUF) foram suspensas nesta manhã após a companhia perder contato com seu presidente e fundador desde ontem à tarde. Suspeita-se que Guo Guangchang, um dos homens mais ricos da China, teria sido preso.

• A BM&FBOVESPA (BOV:BVMF3) revisou o orçamento de investimentos para 2016 no intervalo de R$200 milhões até R$230 milhões, um aumento de médio de quase 20% comparado com os valores divulgados anteriormente.

• A Ultrapar (BOV:UGPA3) elevou seu plano de investimentos para R$ 1,8 bilhão em 2016, avaliando boas oportunidades para crescimento por escala e ganhos de produtividade, assim como a modernização das operações existentes.

• O barril de Petróleo (WTI) opera abaixo dos US$ 37 no mercado internacional pela primeira vez desde 2009.

• O Banco do Brasil (BOV:BBAS3) realizou uma operação de recompra de parcela dos títulos de dívida com impactos positivos estimados em R$ 210 milhões.

Esta notícia foi extraída do Bom Dia ADVFN, newsletter diária divulgada pela ADVFN Brasil, em 11-12-2015. Acesse a versão completa do Bom dia ADVFN por este link: Clique aqui.

Deixe um comentário