ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for alerts Cadastre-se para alertas em tempo real, use o simulador personalizado e observe os movimentos do mercado.

Cesp reverte prejuízo de 2015 e lucra R$ 305,095 milhões em 2016

LinkedIn

A Companhia Energética de São Paulo (BOV:CESP6) registrou um lucro líquido de R$ 25,562 milhões no quarto trimestre de 2016, revertendo o prejuízo de R$ 360,67 milhões anotado em igual etapa de 2015. No ano, o ganho consolidado da geradora paulista foi de R$ 305,095 milhões, ante prejuízo de R$ 61,357 milhões reportado no ano anterior.

Segundo a companhia, o resultado se deve, entre outros motivos, à redução de despesas, principalmente com energia comprada e encargos setoriais, incluindo o uso do sistema de transmissão, a diminuição de despesas com pessoal, material, serviços de terceiros e outras, a redução em provisões registradas na rubrica outras despesas líquidas (ante provisão ativo contingente de R$ 580,8 milhões das usinas Ilha Solteira e Jupiá, em 2015); e pela valorização do real perante o dólar americano no exercício.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ficou em R$ 37,908 milhões entre outubro e dezembro, somando R$ 585,773 milhões no ano, em relação aos R$ 310,8 milhões negativos reportados nos últimos três meses de 2015 e aos R$ 909,88 milhões reportados no ano anterior. O Ebitda ajustado pela provisão para riscos legais e ativo contingente ficou em R$ 165,38 milhões no quarto trimestre, totalizando R$ 911,678 milhões no ano, o que corresponde a queda de 52,8% e 47,6% na comparação com o anotado nos respectivos períodos do exercício anterior.

A margem Ebitda ajustado recuou 1,6 ponto porcentual no trimestre, para 47,9%, e 4,3 p.p. no ano, para 54,6%. A receita operacional somou R$ 345,4 milhões entre outubro e dezembro, uma redução de 51,2% em relação aos R$ 707,9 milhões do mesmo período do exercício anterior. Em 12 meses, a receita alcançou R$ 1,668 bilhão, baixa de 43,5%.

Conforme destacou a companhia, a redução na receita é reflexo da menor garantia física da companhia em 2016, decorrente do término da concessão, em 7 de julho de 2015, das usinas Ilha Solteira e Jupiá, bem como o término, no segundo semestre de 2016, do período de “operação assistida” destas usinas, no regime de cotas. O resultado financeiro líquido ficou negativo em R$ 9,64 milhões no quarto trimestre de 2016, ante R$ 533 mil positivos um ano antes. No acumulado em 12 meses, 2016 gerou uma receita financeira líquida de R$ 135,3 milhões, ante R$ 358,7 milhões negativos de 2015.

(Por Luciana Collet)

https://www.linkedin.com/company/moneytimes

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br