De olho na Previdência, analistas indicam as melhores ações para dezembro

LinkedIn

Novembro marcou a volta da instabilidade para a bolsa brasileira, com o Índice Bovespa recuando 3,1%, movimento acompanhado pelas bolsas dos demais emergentes. O cenário externo mais conturbado pela votação do projeto de corte de impostos nos EUA, aprovado na madrugada de sábado no Senado americano, e novas tensões com a Coreia do Norte foi amplificado no Brasil pelos sinais de que o governo não conseguirá aprovar a reforma da Previdência, essencial para o ajuste das contas públicas, e pelas pesquisas eleitorais sobre a eleição presidencial.

Mês mais curto e volume menor

Para dezembro, a expectativa do mercado é de menor volume de negócios por conta dos feriados de fim de ano especialmente na segunda quinzena do mês, quando o Congresso deve suspender seus trabalhos. Mas a agenda terá pontos importantes que devem mexer com os mercados, destaca a Bradesco Corretora. O governo vai tentar votar na Câmara pelo menos a primeira etapa da reforma da Previdência e o presidente Michel Temer está se esforçando para conseguir os 308 votos necessários, realizando reuniões no fim de semana e negociando com os principais partidos da base. Mesmo assim, o Bradesco e a maioria dos analistas coloca pouca fé na aprovação ainda em 2018. E boa parte já antecipou um adiamento da votação em outubro e novembro.

Impactos da reforma

Há portanto uma chance de queda menor no caso de não aprovação, mas de forte alta se o texto passar, pois a maioria do mercado está apostando na derrota do governo. A votação, porém, será crucial para definir a tendência da bolsa em dezembro, diz a Coinvalores.

Há também a necessidade de aprovar as medidas provisórias que reduzem o déficit fiscal o ano que vem, como a que aumenta a contribuição previdenciária dos funcionários públicos e a que tributa os fundos fechados e os fundos de participações em empresas. Se não forem aprovadas antes da virada do ano, podem comprometer ainda mais o orçamento de 2018 e aumentar o pessimismo com a economia.

Corrida presidencial

As discussões no Congresso se misturam com as da corrida presidencial, lembra a Guide Investimentos. O fortalecimento da candidatura do govenador de São Paulo, Geraldo Alckmin, pelo PSDB, foi um passo importante para a definição de um nome de centro, mas o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Jair Bolsonaro seguem na frente nas pesquisas. Ou seja, o cenário continua imprevisível para 2018, apesar da maioria das apostas de vitória de um nome de centro.

Economia indo bem com juro caminhando para 7% ao ano

Mesmo assim, o cenário segue positivo no curto prazo, com a economia se recuperando, mesmo que de maneira lenta, como mostraram os dados do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre divulgados semana passada. O crescimento está sendo puxado pelo consumo das famílias, o que se reflete nas sugestões dos analistas, com várias ações de empresas de consumo. E a inflação baixa deve continuar favorecendo esse aumento do consumo e a recuperação dos salários, assim como a queda dos juros, que devem recuar de 7,5% para 7% na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom). Será a menor taxa de juros do país em muitas décadas, e também ajudará a aumentar o consumo e o poder de compra das famílias via crédito mais barato. Juro menor também favorece o lucro das empresas, ao reduzir o custo das dívidas, aumentando o lucro e o investimento em ações.

Otimistas com restrições

O Bradesco diz estar otimista com a bolsa, apesar dos problemas fiscais, por conta do crescimento da economia. Ao mesmo tempo, as condições da economia global seguem estimulando o investimento em países emergentes e em ações.

Já o BB Investimentos vê o mercado mais cético com relação à aprovação da reforma da Previdência, dado o prazo exíguo, duas semanas praticamente. A saída dos investidores estrangeiros em novembro refletiu esse ceticismo e deve continuar em dezembro com o adiamento da votação se tornando cada vez mais realidade, o que afetará os preços das ações. Olhando os gráficos, o banco vê o Ibovespa ainda com tendência de alta, mas, para dezembro, a expectativa é de baixa, que pode chegar aos 70.800 pontos. No caso de alta, a resistência seria em 74.800 pontos.

Petrobras volta à liderança

As ações da Petrobras voltaram a liderar as indicações das corretoras para o mês. Das 12 corretoras acompanhadas pelo Portal do Pavini, oito indicaram a estatal, que segue seu caminho de reestruturação e aumento da produção, com a entrada em produção do Campo de Libra. Os preços do petróleo também voltaram a subir para os US$ 60, o que beneficiou a empresa. Já a recuperação da economia aparece nas seis indicações para a empresa de concessões rodoviárias CCR, que se beneficiará do maior volume de carros e caminhões nas estradas. O mesmo raciocínio vale para Cosan, dona dos postos Shell, e Rumo Logística.

Dois bancos, Itaú Unibanco e Banco do Brasil, estão na lista, na expectativa de retomada do crédito com o juro mais baixo e a melhora do emprego. E Itaú teria ainda mais votos se algumas corretoras não tivessem preferido indicar a holding Itaúsa como forma de investir no banco pagando menos. Ainda em consumo, destaque para BR Foods, com cinco votos, BR Malls, Raia Drogasil, Lojas Americanas e Smilles.
Para suportar o desapontamento com uma possível rejeição da reforma da Previdência ou uma reviravolta no cenário externo, que poderiam puxar o dólar, os analistas selecionaram também a Vale, com cinco votos, Gerdau, com quatro e Klabin, com três.

Adeus, Citi Corretora

Este mês marca também o fim das sugestões da corretora do Citibank, que está sendo absorvida pela do Itaú Unibanco após a compra das operações de varejo do banco americano no Brasil. A Citi Corretora informou no dia 1º de dezembro que os clientes passarão a ser atendidos agora pela Itaú Corretora, que passará a fazer também os relatórios mensais e de acompanhamento de empresas e mercados.

Abaixo, as ações mais indicadas para dezembro.

As preferidas das corretoras
Dezembro Código Indicações
Petrobras PN PETR4 8
CCR CCRO3 6
Itaú Unibanco PN ITUB4 5
Vale ON VALE3 5
BRF ON BRFS3 5
B3 BVMF3 5
Banco do Brasil BBAS3 4
BB Seguridade BBSE3 4
Gerdau PN GGBR4 4
BR Malls BRML3 3
Cosan CSAN3 3
Klabin Unit KLBN11 3
Lojas Americanas PN LAME4 3
RaiaDrogasil RADL3 3
Rumo Logística RAIL3 3
Smiles ON SMLE3 3

Confira a seguir as indicações de cada corretora para dezembro.

Indicações de dezembro
Corretora Empresa Código
BB Invest Anima Educação ANIM3
BR Properties BRPR3
Itaú Unibanco ITUB4
RaiaDrogasil RADL3
Smiles ON SMLE3
Transm Aliança TAEE11
Vale ON VALE3
IRB Brasil Resseguros IRBR3
Ativa Equatorial Energia EQTL3
Petrobras PN PETR4
Klabin Unit KLBN11
Itau Unibanco ITUB4
Gerdau GGBR4
BR Malls BRML3
RaiaDrogasil RADL3
Ultrapar ON UGPA3
Natura ON NATU3
Via Varejo Unit VVAR11
Santander Itaú Unibanco ITUB4
B3 BVMF3
Brasil Foods BRFS3
Iochpe Maxion ON MYPK3
Petrobras ON PETR3
CVC Brasil CVCB3
Rumo Logística RAIL3
Localiza ON RENT3
ETF S&P 500 BOVA11
Guide B3 BVMF3
Suzano PNA SUZB5
Tenda TEND3
CCR CCRO3
Equatorial Energia EQTL3
Carrefour ON CRFB3
Itaúsa ITSA4
CVC Brasil CVCB3
Vale ON VALE3
Petrobras PN PETR4
Terra Petrobras PN PETR4
Gerdau PN GGBR4
Lojas Americanas PN LAME4
Banco do Brasil BBAS3
Cosan ON CSAN3
BB Seguridade BBSE3
CCR Rodovias CCRO3
Coinvalores Magazine Luíza MGLU3
CCR CCRO3
Bradesco PN BBDC4
Metal Leve LEVE3
Eztec ON EZTC3
Gerdau PN GGBR4
Ser Educacional SEER3
B3 BVMF3
Fibria Celulose FIBR3
Itaú Unibanco PN ITUB4
Lojas Americanas PN LAME4
Petrobras PN PETR4
São Carlos ON SCAR3
Smiles ON SMLE3
Copel PNB CPLE6
Vale ON VALE3
Bradesco Banco do Brasil BBAS3
B3 ON BVMF3
BRF ON BRFS3
Fibria Celulose FIBR3
Itaú Unibanco PN ITUB4
BR Malls BRML3
Petrobras PN PETR4
Ser Educacional SEER3
Iochpe Maxion MYPK3
Usiminas PNA USIM5
Magliano Carrefour ON CRFB3
Klabin Unit KLBN11
CCR CCRO3
Ambev ON ABEV3
BB Seguridade ON BBSE3
Taesa TAEE11
OdontoPrev ON ODPV3
RaiaDrogasil RADL3
AES Tietê Unit TIET11
WEG ON WEGE3
BTG Pactual Bradesco PN BBDC4
MRV MRVE3
Telefônica BR VIVT4
BRF ON BRFS3
Rumo Logística RAIL3
Iguatemi ON IGTA3
BB Seguridade ON BBSE3
CCR CCRO3
Localiza ON RENT3
IRB IRB3
Itaú Cosan CSAN3
Lojas Americanas PN LAME4
Banco do Brasil BBAS3
MRV MRVE3
Vale ON VALE3
Camil CAML3
Gerdau PN GGBR4
Petrobras PN PETR4
BR Foods BRFS3
Smiles ON SMLE3
Spinelli Petrobras PN PETR4
Itaúsa ITSA4
Braskem BRKM5
Guararapes GUAR3
Cosan CSAN3
Rumo Logística RAIL3
BTG Pactual BPAC11
Cielo ON CIEL3
Direcional DIRR3
JSL JSLG3
Mills MILS3
Sanepar SAPR11
Via Varejo Unit VVAR11
Magazine Luíza MGLU3
BRF ON BRFS3
Lerosa Ambev ON ABEV3
Banco do Brasil BBAS3
BB Seguridade BBSE3
BR Malls BRML3
B3 BVMF3
CCR CCRO3
Hypermarcas HYPE3
Klabin Unit KLBN11
Lojas Renner LREN3
Petrobras PN PETR4
Sanepar PN SAPR4
Ultrapar ON UGPA3
São Martinho SMTO3
Vale ON VALE3

 

Deixe um comentário