Celgpar (GPAR3) registrou lucro de R$ 124.77 milhões em 2017

LinkedIn

A companhia Celgpar anunciou um lucro líquido de R$ 124.77 milhões em 2017, valor 91,36% inferior ao lucro líquido apurado no ano anterior (R$ 1.44 bilhões). O desempenho da companhia no ano, porém, foi superior ao valor médio dos cinco anos anteriores (lucro médio anual de R$ 70.39 milhões), quando a empresa teve um crescimento médio de 71,72% por ano.

A receita líquida da companhia diminuiu 43,54% de um ano para o outro, passando de R$ 441.61 milhões em 2016 para R$ 249.32 milhões em 2017. Esse montante, contudo, foi maior que o valor médio dos últimos cinco anos (R$ 169.49 milhões), quando a receita líquida da companhia Celgpar cresceu, em média, 45,82% por ano.

Os ativos totais da Celgpar totalizaram R$ 1.19 bilhões no 4º trimestre de 2017, soma 43,90% menor que o saldo de R$ 2.12 bilhões registrado no encerramento do mesmo período do ano anterior.

O patrimônio líquido da companhia, por sua vez, apresentou leve recuperação de 6,54%, ao comparar todos os valores contábeis que os seus sócios possuíam no fechamento do 4º trimestre de 2017 (patrimônio líquido negativo de R$ 1.78 bilhões) com a mesma data em 2016 (patrimônio líquido negativo de R$ 1.9 bilhões).

A dívida líquida ficou em R$ 7.43 milhões no 4º trimestre de 2017, redução de 77,11% ante os R$ 32.47 milhões registrados no ano anterior.

Todos estes dados referem-se à consolidação do resultado financeiro da companhia Celgpar (BOV:GPAR3) com o resultado financeiro de todas as suas companhias subsidiárias (empresas controladas, de maneira direta ou indireta, pela companhia) relacionadas ao ano de 2017.

Resultado da CelgPar no 4º Trimestre de 2017

A companhia Celgpar anunciou um lucro líquido de R$ 15.81 milhões no 4º trimestre de 2017, valor 98,86% inferior ao lucro líquido apurado no mesmo período do ano anterior (R$ 1.39 bilhões). Já a receita líquida da companhia diminuiu 78,75% de um ano para o outro, passando de R$ 341.94 milhões no 4º trimestre de 2016 para R$ 72.65 milhões no 4º trimestre de 2017.

Acesse o balanço financeiro completo desta companhia, clicando aqui. Não deixe de conferir também seus indicadores fundamentalistas, clicando aqui.

Conheça a CelgPar

A Companhia Celg de Participações – CelgPar foi criada em dezembro de 2006, pelo Governo do Estado de Goiás, tendo como objeto social principal a participação em outras sociedades como acionista ou sócio-cotista, controlando desde o momento de sua instituição a então Companhia Energética de Goiás – Celg, que foi constituída, em 16.02.1956, com a denominação social inicial de Centrais Elétricas de Goiás S.A. – Celg.

A Celg, por sua vez, detinha o controle de uma subsidiária integral, a Celg Geração e Transmissão S.A. – Celg GT, que foi constituída a partir da segregação dos ativos de geração e transmissão de energia elétrica da Celg.

Em março de 2007 a Celg foi convertida em subsidiária integral da CelgPar e teve alterada sua denominação social, passando a ser chamada de Celg Distribuição S.A. – Celg D.

Em junho de 2007, ocorreu a redução do capital social da Celg D e conseqüente transferência do controle acionário da Celg GT para o domínio da CelgPar.

Essa seqüência de ações permitiu que a Celg pudesse se adequar às novas regras estabelecidas pelo Governo Federal, que ditava a obrigatoriedade de segregação da atividade de distribuição de energia elétrica das demais atividades exercidas pela empresa, que também englobavam, à época, a geração e transmissão de energia elétrica.

A CelgPar é uma Sociedade de Economia Mista e de capital autorizado cujos acionistas são o Estado de Goiás, que possui 99,70% do capital, além de outros pequenos acionistas, como a Eletrobrás, municípios e investidores privados.

No negócio de geração e transmissão de energia, a subsidiária Celg GT possui 3 pequenas hidroelétricas com capacidade instalada de 18,68 MW, 722,6 Km de linhas em 230 Kv ligadas ao Sistema Interligado Nacional – SIN e 11 subestações nesta mesma tensão.

A CelgPar e sua subsidiária têm em seus quadros 178 empregados.

Usuários ADVFN acompanham, gratuitamente e em tempo real, a cotação de todas as ações negociadas na BM&FBOVESPA através das ferramentas Monitor, Cotação e Gráfico.

Deixe um comentário