Fitch rebaixa rating Azul para ‘CCC’

LinkedIn

A agência de classificação de riscos Fitch Ratings rebaixou a nota de longo prazo em moeda local e estrangeira da Azul (BOV:AZUL4) de “B-” para “CCC” e o rating na escala nacional de “BB(bra)” para “CCC(bra)”. As notas foram retiradas da observação negativa.

A decisão reflete a baixa demanda por viagens aéreas no Brasil e a incerteza quanto à recuperação do mercado, além da possibilidade de a Azul enfrentar dificuldades em levantar recursos no próximos seis meses. A limitação geográfica de suas operações é outro ponto negativo, diante da volatilidade do mercado e da economia brasileira.

Em relatório enviado a clientes nesta sexta-feira (21), a agência diz que a Azul precisa preservar o caixa e reestruturar as linhas de crédito bancário para enfrentar os desafios de 2021, avalia a Fitch Ratings.

“O rebaixamento reflete a fraqueza contínua na demanda de viagens aéreas no Brasil, a alta incerteza relacionada ao momento de uma recuperação efetiva, bem como os desafios que a Azul pode enfrentar para acessar novas dívidas ou capital durante os próximos seis meses”, explicam.

A Fitch avalia que a companhia possui uma posição de caixa para manter suas operações até meados de 2021. Mas o acesso a crédito é visto como essencial para evitar uma nova rodada de renegociação de dívida até o final do ano que vem.

Para ela, a demora em conseguir recursos do BNDES, além da complexa estrutura sendo desenhada para esta transação, permanece sendo um problema para a Azul e um fator negativo para seu perfil de crédito.

A Azul também adiou o recebimento de 82 novas aeronaves para 2024. A companhia aérea não divulgou quais aeronaves tiveram entrega adiada, mas possui encomendas de mais de 100 jatos E2 da Embraer, além de pedidos de aviões da Airbus.

Prejuízo no 2T20

Azul registrou prejuízo líquido de R$ 2,94 bilhões no segundo trimestre, com o resultado pressionado pelos efeitos da covid-19 no setor de aviação. Um ano antes, a empresa teve lucro de R$ 351,6 milhões,e m resultado fortemente afetado pelas medidas de isolamento social, além de efeito cambial.

Deixe um comentário