Santos Brasil prepara follow on de 192,6 milhões de ações

LinkedIn

Santos Brasil informou que seu conselho de administração aprovação a realização de uma oferta subsequente de ações (follow-on). Serão vendidas 192.680.000 ações e, considerando o preço de fechamento do papel ontem, de R$ 5,19, a operação levantaria R$ 1 bilhão.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:STBP3) ao mercado nesta terça-feira (15). A oferta será coordenada por BTG Pactual, Morgan Stanley, XP e Goldman Sachs.

A empresa afirmou que o preço por ação será fixado após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento, que será realizado junto a investidores.

Há ainda possibilidade de um lote adicional de até 35%, ou 67.438.000 ações, o que levaria a oferta total para R$ 1,350 bilhão, ainda considerando o preço de fechamento do papel na segunda-feira.

Os recursos levantados no follow-on serão utilizados pela Santos Brasil para participar em novos arrendamentos de ativos portuários; verticalizar e integrar a cadeia logística portuária a partir da plataforma da SantosBrasil Logística (SBLog); ampliar e consolidar a participação na movimentação brasileira de contêineres; e fins corporativos diverso.

A oferta será restrita, feita via instrução CVM 476, com exclusão do direito de preferência e concessão de prioridade de subscrição para os atuais acionistas. O período de subscrição prioritária vai de 16 a 22 de setembro. A operação será precificada no dia 24.

2T20 Prejuízo

A operadora de terminais portuários Santos Brasil registrou prejuízo de R$ 9,4 milhões no segundo trimestre, revertendo ganho de R$ 6,3 milhões alcançado no mesmo período de 2019. Segundo a companhia, parte do recuo na receita é justificada pela queda dos preços praticados, decorrente da mudança do modelo de aplicação da Tarifa de Utilização Portuária (TUP) da Santos Port Authority, que deixou de ser faturada no terminal e passou a ser cobrada diretamente dos armadores…

Deixe um comentário