Plantio de soja 2020/21 no Paraná alcançou 32% da área estimada em outubro

LinkedIn

O plantio de soja 2020/21 no Paraná alcançou 32% da área estimada até o dia 19 de outubro, o dobro da marca de 16% registrada na semana anterior, com o retorno das chuvas nos últimos dias, informou o Departamento de Economia Rural (Deral) nesta terça-feira. No entanto, os trabalhos seguem com atraso em relação aos anos anteriores e o nível de precipitação ainda precisa aumentar para que a semeadura avance com mais celeridade.

“As condições climáticas estão um pouco melhores. Os produtores avançaram o plantio devido às chuvas que ocorreram na semana passada, mas ainda necessitam de mais”, disse o analista do Deral Marcelo Garrido, no mesmo período do ano anterior, 45% das lavouras de soja estavam semeadas e, em 2018, este percentual era ainda maior, com mais da metade das áreas já plantadas (59%), conforme dados do Deral.

Segundo Garrido, o atraso é preocupante para agricultores que cultivam o milho segunda safra no Estado um dos maiores produtores do cereal no país. “A janela de plantio de milho segunda safra, nas regiões que plantam a soja mais cedo aqui no Paraná, tende a ser menor”, afirmou.

 Já os trabalhos do milho verão caminham para a finalização, com 86% das áreas plantadas, avanço de oito pontos percentuais no comparativo semanal. No mesmo período do ano passado, o patamar de semeadura era semelhante ao atual (88%) Ainda de acordo com o Deral, a colheita de trigo atingiu 84% das lavouras, aumento de cinco pontos percentuais em relação à semana anterior, com 79% das áreas em boas condições e somente 2% classificadas como ruins –que indicam perdas irreparáveis.

Nesta época do ciclo anterior, a colheita do cereal estava em 82% das áreasm, o Paraná é o maior produtor de trigo do país, sendo o segundo em soja e milho.

Deixe um comentário