Distribuidoras obtêm liminar para cumprir só 50% da meta de CBios

LinkedIn

A Associação das Distribuidoras de Combustíveis (Brasilcom) informou nesta segunda-feira que obteve liminar na Justiça Federal para que as 46 empresas associadas possam cumprir apenas 50% das metas atuais de compras de créditos de descarbonização (CBios) neste ano, ou 25% dos objetivos originais que foram revisados pela metade por conta da pandemia.

O pedido à Justiça foi feito porque o setor de distribuição ainda não comprou créditos para cumprir nem metade da meta de 2020, com menos de dois meses para o ano acabar, alegando uma disparada dos preços dos CBios e represamento de vendas pelos produtores de biocombustíveis, que são os emissores dos créditos.

Trader ? Faça um Coaching de Investimentos com a YouTrade e obtenha resultados consistentes.

Conforme a Brasilcom, que tem entre os associados empresas como a Ale, Atem e Rodoil mas não as três maiores distribuidoras, a Justiça deferiu pedido liminar para que sejam reduzidas as metas individuais em quantidade proporcional ao tempo disponível de aquisição dos CBios em 2020, o equivalente a três meses.

As metas individuais revisadas para cada distribuidora só foram publicadas ao final de setembro pela reguladora ANP, após um processo de redução nas obrigações de compras de CBios motivado pela pandemia.

A associação argumentou que o alto custo dos CBios poderia causar “estrangulamento financeiro das distribuidoras regionais” e mesmo aumentar os custos aos consumidores de combustíveis.

Aprenda a analisar graficamente os seus ativos. Acesse: www.youtrade.pro.br

Peça uma análise do seu portfolio de investimentos e ações.
Clique e fale com o especialista da YouSave ou acesse www.yousave.com.br


FaleComEspecialista

Deixe um comentário