JPMorgan: "Grayscale possui a chave para o Bitcoin chegar a US$ 40 mil"

LinkedIn

A Grayscale Investments, a maior administradora de ativos digitais do mundo, pode ser a chave para as perspectivas de preço de curto prazo do Bitcoin (BTC), de acordo com o JPMorgan Chase.

Como relata a Bloomberg, estrategistas liderados por Nikolas Panigirtzoglou acreditam que o Bitcoin pode perder seu brilho no curto prazo, a menos que possa “estourar” acima de US$40.000. A criptomoeda carro-chefe violou esse nível-chave em duas ocasiões neste mês, uma na preparação para novas máximas históricas de quase US$42.000 e a outra na semana passada.

Os estrategistas determinaram que a Grayscale Bitcoin Trust, que atualmente tem US$23 bilhões em ativos sob gestão, desempenhará um papel crucial no retorno do BTC a esse nível ou não.

Eles escreveram:

“O fluxo para o Bitcoin Trust da Graycale  provavelmente precisaria sustentar um ritmo de US$100 milhões por dia nos próximos dias e semanas para que tal ruptura ocorresse.”

Se o BTC não conseguir retomar US$ 40.000, os traders que seguem a tendência “podem propagar a correção da semana passada”, disseram os analistas. Isso significa que o caminho de menor resistência pode ser para baixo.

Desde a quebra de US$ 20.000 em dezembro, o preço do Bitcoin mais que dobrou em apenas três semanas. A moeda digital sofreu um grande aumento nas últimas semanas, à medida que os investidores procuram o próximo grande catalisador.

Nesse ínterim, a Grayscale continua a exercer uma influência considerável sobre o mercado de criptomoedas. A média semanal de entradas de produtos de ativos digitais da Grayscale foi de US$250,7 milhões no quarto trimestre, marcando um novo recorde. O Bitcoin Trust gerou US$217,1 milhões em ingressos semanais, em média.

O preço do Bitcoin aumentou drasticamente depois que a Grayscale reabriu seus serviços para novos investidores em 13 de janeiro.

Deixe um comentário