Renova Energia: BndesPar não exerce não exerceu seu direito de venda conjunta da totalidade de sua participação na companhia

LinkedIn

A Renova Energia informou que a BNDESPAR não exerceu seu direito de venda conjunta (tag along) da totalidade de sua participação na companhia, conforme previsto no acordo de acionistas celebrado no dia 06 de novembro de 2012 referente à transação celebrada entre os acionistas Renato do Amaral Figueiredo e Ricardo Lopes De lneri informada pelo fato relevante publicado pela companhia em 21 de dezembro de 2020.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:RNEW3) (BOV:RNEW4) no sábado (23). Confira o comunicado na íntegra.

O citado acordo estabelece que, caso quaisquer dos acionistas controladores da Renova  queiram transferir quaisquer de suas ações vinculadas, o BNDESPAR terá o direito de a seu exclusivo critério, transferir até a totalidade de suas Units ao adquirente, na mesma transação e nas mesmas condições.

Prejuízo líquido de R$ 51 milhões

Renova Energia reportou uma queda de 87% no seu prejuízo líquido no segundo trimestre de 2020, indo a R$ 51 milhões, ante prejuízo de R$ 426 milhões no mesmo período de 2019.

Ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – fechou com lucro de R$ 37 milhões, contra prejuízo de R$ 334 milhões.

Deixe um comentário