Banco do Brasil aprova a distribuição de R$ 1 bilhão de Juros sobre Capital Próprio relativo ao 4T20

LinkedIn

O Conselho Diretor do Banco do Brasil , aprovou a distribuição de R$1.239.821.879,80 a título de remuneração aos acionistas sob a forma de Juros sobre Capital Próprio (JCP), relativo ao quarto trimestre de 2020.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:BBAS3), nesta quarta-feira (17). Confira o comunicado na integra!

Esse valor será imputado ao dividendo mínimo obrigatório referente ao 2º semestre de 2020, nos termos do artigo 49 do Estatuto Social do Banco do Brasil S.A. e do parágrafo 7º do artigo 9º da Lei 9.249/95. O JCP será atualizado, pela taxa Selic, da data do balanço (31/12/2020) até a data do pagamento (03/03/2021).

O JCP terá como base a posição acionária de 22/02/2021, sendo as aç}es negociadas ³ex´ a partir de 23/02/2021. O procedimento de pagamento será conforme segue: x O crédito será por conta corrente, poupança-ouro ou por caixa.

Os acionistas cujos cadastros estejam desatualizados terão suas remunerações retidas até a efetiva regularização de seus registros em uma das agências do Banco do Brasil.

A regularização cadastral poderá ser efetuada mediante a apresentação de documento de identidade, CPF e comprovante de residência, se pessoa física, ou estatuto/contrato social e prova de representação, se pessoa jurídica. x Aos acionistas com ações custodiadas na CBLC ± Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia, os valores serão pagos àquela entidade, que os repassará aos acionistas titulares, por meio de seus respectivos agentes de custódia. x Além do imposto de renda incidente sobre a atualização mencionada anteriormente, haverá retenção de imposto de renda na fonte sobre o valor nominal de acordo com a legislação vigente.

Os acionistas dispensados da referida tributação deverão comprovar esta condição até 24/02/2021 em uma das agências do Banco do Brasil. Além disso, R$ 333.785.294,12 foram pagos em 30/12/2020 a título de remuneração aos acionistas sob a forma de JCP, conforme Fato Relevante de 27/11/2020.

Lucro do BB soma R$ 13,8 bilhões em 2020, queda de 22,2%

Banco do Brasil (BB) registrou lucro líquido ajustado de R$ 13,884 bilhões em 2020, queda de 22,2% em relação a 2019 com impacto da pandemia.

Os resultados do Banco do Brasil referente a suas operações do quarto trimestre de 2020 foram divulgados no dia 11/02/2021. Confira o Press Release completo!

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

Segundo o BB, o lucro foi influenciado, principalmente, pelo aumento da PCLD ampliada em 47,6%, impactada, principalmente, pela antecipação de provisões prudenciais que somaram R$ 8,1 bilhões. Apesar disso, o Resultado Estrutural cresceu 5,9% o que demonstra a resiliência do desempenho operacional no período.

Destaques positivos em 2020 foi o aumento da margem financeira bruta em 5,1%, Despesas Administrativas estáveis com variação de 0,1% e queda do risco legal em 51,1%. O RSPL foi de 12,0%.

Deixe um comentário