Tecnisa aprova mudança do valor mínimo de debêntures para R$ 50 milhões, de R$ 100 milhões

LinkedIn

A Tecnisa retificou hoje que em sua 12ª emissão de debêntures simples, em série única, serão emitidas até 120 mil debêntures, “observado o Montante Mínimo e o Procedimento de Bookbuilding”.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:TCSA3), nesta terça-feira (02). Confira o documento na íntegra.

Na hipótese de, no âmbito do Procedimento de Bookbuilding, a demanda apurada junto a investidores para subscrição e integralização dos CRI (certificados de recebíveis imobiliários) ser inferior a 120 mil CRI, a quantidade de debêntures prevista, que servirá de lastro aos CRI, será reduzida proporcionalmente, com o consequente cancelamento das debêntures subscritas e não integralizadas, a ser formalizado por meio de aditamento, sem a necessidade de aprovação pelo conselho de administração da companhia.

O Valor Total da Emissão, observado o montante mínimo de 50 mil debêntures é de R$ 50 milhões.

Em 22 de janeiro último, a Tecnisa havia aprovado a 12ª emissão de debêntures simples, com total a ser emitido de até 120 mil debêntures e valor nominal unitário R$ 1 mil.

Dessa forma, o valor total da emissão seria de até R$ 120 milhões, agora retificado.

→ A Tecnisa é uma das maiores empresas do mercado imobiliário brasileiro. Ao longo de 40 anos, vem atuando em todas as áreas do setor: construção, incorporação e compra e venda de imóveis. Confira a análise completa da empresa com informações exclusivas.

Prejuízo de R$ 35,3 milhões no 3T20

Devido ao baixo volume de lançamentos, conforme revela a Tecnisa em seu balanço do 3T20, o prejuízo líquido ficou em R$ 35,3 milhões. Esse resultado, apesar de ser negativo, é melhor do que o registrado no mesmo período do ano passado, quando a empresa teve um prejuízo de R$ 52 milhões. A margem líquida melhorou, saindo de -69,8% no 3T19 para 59,9% no 3T20.

No acumulado do ano de 2020, o prejuízo líquido da Tecnisa é de R$ 134,1 milhões, valor menor do que o prejuízo acumulado no ano anterior, que foi de R$ 198,2 milhões nos 9M19.

Deixe um comentário