Bom dia ADVFN - Por inflação em alta Bacen sobe Selic a 2,75% - (18/03/2021)

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  18 de Março de 2021, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

advfn img
As Bolsas mundiais, os mercados mundiais operam com cautela após reunião do Fed; as Bolsas asiáticas e europeias têm altas, e futuros americanos têm resultados variados.

Na Ásia, as principais bolsas asiáticas encerraram em alta. O índice Topix do Japão ultrapassou a marca de 2.000 pela primeira vez desde 1991, tornando-se o índice de ações que mais valorizou na Ásia em 2021. O indicador da Ásia-Pacífico da MSCI Inc. aumentou mais de 1%. Os rendimentos dos títulos do governo do Japão aumentaram com um relatório do Nikkei de que o Banco do Japão está considerando ampliar a faixa de negociação em torno da meta de 10 anos, o que pode gerar preocupações sobre o aperto da política monetária. O índice Nikkei 225, do Japão, subiu 1,01%; o Kospi, da Coreia do Sul, subiu 0,61%; o índice Hang Seng, de Hong Kong, subiu 1,21%; o composto Shanghai, da China, subiu 0,51%.

Na Europa, as bolsas europeias operam na maioria em alta. O índice Eurostoxx, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 economias europeias, tem leve alta. As ações da Volkswagen subiram mais 6% pela manhã, dando continuidade à sequência de altas da última semana, após o banco JPMorgan elevar seu preço-alvo para as ações. Os papéis da Porsche e da fabricante de peças Varta também tiveram altas de mais de 5%. Os mercados europeus aguardam pela conclusão da Agência Europeia de Medicamentos sobre a segurança da vacina contra o coronavírus desenvolvida pela parceria entre AstraZeneca e Universidade de Oxford. O comitê de segurança da instituição deve se reunir nesta quinta, após alguns países, entre eles Alemanha, Espanha, França, Itália e Suécia, suspenderem a aplicação do imunizante devido à preocupação de que ele poderia estar causando coágulos sanguíneos.

Nos Estados Unidosos índices futuros mantêm sem tendência definida. Na quarta-feira (17), o Federal Reserve concluiu sua reunião de dois dias, depois anunciou que não espera altas nas taxas de juros referenciais até 2023, de acordo com a expectativa do mercado. Atualmente, a meta para a taxa de juros está em entre 0% e 0,25%. O presidente do Fed, Jerome Powell, ressaltou que o banco central quer ver a inflação consistentemente acima da meta de 2%, e sinais de melhora no mercado de trabalho dos Estados Unidos, antes de considerar mudanças nas taxas ou em sua política de compra mensal de títulos, atualmente em US$ 120 bilhões por mês. O Fed disse que espera que o PIB cresça 6,5% em 2021, antes de desacelerar nos próximos anos. E que a inflação suba 2,2% este ano, medida pelos gastos com consumo pessoal. O Fed também disse esperar que o desemprego nos Estados Unidos caia dos 6,2% atuais para 4,5%. Em dezembro, a instituição havia previsto queda a 5%.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI (NYMEX:CL\Z21) estão sendo negociados a US$64,37, baixa de  0,36%. O Brent (NYMEX:BZ) também opera em baixa de 0,34%, negociado a US$ 67,77.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 58.385,67.  O ouro (COMEX:GC\Z20) é negociado a US$ 1.732,95 por onça-troy.

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

Minério de ferro: Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com alta de 2,45%, cotados a 1089 iuanes, equivalente hoje a US$ 167,5.

Coronavírus

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou na quarta-feira (17) a continuação do uso da vacina anticovid-19 AstraZeneca – cuja aplicação foi suspensa em vários países devido a possíveis efeitos colaterais -, enquanto especialistas continuam avaliando os dados de segurança. “No momento, a OMS considera que o balanço de riscos e benefícios se inclina a favor da vacina da AstraZeneca e recomenda que a vacinação continue”, afirma um comunicado da agência de saúde da ONU.

O mundo registra 121.256.160 de casos de coronavírus e 2.681.790 mortes, confirmadas pela Universidade Johns Hopkins.

O Brasil vacinou  10.725.474 pessoas contra a COVID-19.

No Brasil o número de pessoas que não resistiram à covid-19 no Brasil subiu para 284.775. Em 24 horas, foram registradas 2.648 mortes. Já o total de pessoas infectadas desde o início da pandemia chegou a 11.693.838. Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 90.303 novos casos. Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite de quarta-feira (17).

Brasil

A partir desta quinta-feira (18), mais de 3 milhões de beneficiários do Bolsa Família passam a poder receber os pagamentos do programa também por meio de uma conta digital simplificada e gratuita, aberta automaticamente em seu nome na Caixa Econômica Federal. As formas anteriores de resgate mensal do benefício –feito por meio de saques com o cartão do Bolsa Família ou o Cartão Cidadão– continuam disponíveis. As contas digitais apenas acrescentam uma nova opção. Com elas, não é preciso sacar todo o dinheiro de uma vez, e o saldo pode ser usado para compras e pagamento de contas, por meio do aplicativo Caixa Tem. Esta é a quarta e última fase do programa de bancarização do Bolsa Família, que está abrindo contas digitais para os cerca de 9 milhões de titulares do programa que ainda não tinham conta ou vínculo com nenhum banco.

Poderes

Entre as principais expectativas em Brasília na quarta-feira (17) estava o envio, pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, do texto da Medida Provisória que libera o auxílio emergencial para a Câmara dos Deputados.  Bolsonaro entregaria a MP para Arthur Lira, presidente da Câmara. O governo, na manhã de quarta-feira (17) havia informado que o presidente entregaria em mãos o texto ao parlamentar em momento oportuno. Com a MP, serão definidos: distribuição do auxílio, os valores e quando começará a ser depositado aos beneficiários.

Economia

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) acabou seguindo o caminho mais rígido que tinha à sua frente e anunciou, na quarta-feira (17), a decisão por subir a Selic, a taxa básica de juros do país, com uma margem expressiva. Ela passa agora dos 2% para 2,75% ao ano, no primeiro aumento desde 2015.

Confira a agenda:

🗓 AGENDA ECONÔMICA 🗓

(Europa): Balança comercial mensal (07h00)
(Brasil): Índice IGP-M mensal 2° prévia (08h00)
(Reino Unido): BoE – decisão de taxa de juros (09h00) *
(EUA): Pedidos de seguro-desemprego semanal (10h30) *
(EUA): Índice de atividade industrial FED – Filadélfia (10h30)
(Japão): Índice de preço ao consumidor anual e mensal (20h30)
(Reino Unido): Índice GfK de confiança do consumidor mensal (21h00)

Proventos Hoje:

Data “Com” – Nenhuma ação negociada como data “Com”…

Data “Ex” – Nenhuma ação negociada como data “Ex”…

Pagamento – Coelba (CEEB) e Irani (RANI) agendados para hoje…

Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o índice  encerrou a quarta-feira em alta de 2,22%, fechando a 116.549,44 pontos, na mínima, o Ibovespa ficou em 113.428,10 e na máxima foi a 116.736,36 pontos. O volume financeiro somou  R$ 31,6 bilhões.

O Ibovespa encerrou o pregão em máxima de quase um mês, acompanhando o movimento de alta das Bolsas norte-americanas após o Federal Reserve (Banco Central dos Estados Unidos) projetar um salto no crescimento econômico do país em 2021, para 6,5% ante 4,5% projetados em dezembro.

O Fed também reiterou sua promessa de manter a taxa de juros entre zero e 0,25% nos próximos anos.

Maiores altas do Ibovespa

SULA11: +9,87% a R$ 35,83
JHSF3: +7,62% a R$ 7,20
CSNA3: +7,37% a R$ 95,29
RAIL3: +7,14% a R$ 20,57
CYRE3: +6,07% a R$ 25,35

Maiores baixas do Ibovespa

HAPV3: -2,39% a R$ 15,54
GNDI3: -1,43% a R$ 85,04
ENEV3: -0,95% a R$ 16,72
USIM5: -0,92% a R$ 18,37
MGLU3: -0,87% a R$ 23,94

Dólar    

dólar comercial: o dólar fechou a quarta-feira, em baixa de -0,59% sendo cotado a R$ 5,586 para venda e a R$ 5,586 para compra, o movimento local seguiu a virada da moeda nos mercados externos, após o banco central dos Estados Unidos indicar que os juros ficarão perto de zero por pelo menos três anos.

Ifix   

IFIX , o índice seguiu em queda pelo terceiro dia consecutivo e fechou o pregão negativo em 0,2%, aos 2.817,20 pontos. A mínima do dia no índice atingiu os 2.816,28 pontos, enquanto a máxima foi de 2.824,14 pontos.

No desempenho mensal, o índice registra queda de 2,40%. Já no acumulado de 2021, recua 1,84%. A movimentação financeira para hoje foi de R$ 218,61 milhões.

FII: Confira as carteiras de Fundos Imobiliários para o mês de março

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, G1, Agência Brasil e BDM.

Deixe um comentário