Iguá Saneamento (IGSN3): prejuízo líquido de R$ 4,7 milhões em 2020, revertendo lucro

LinkedIn

A Iguá Saneamento encerrou 2020 com prejuízo de R$ 4,7 milhões, queda de 110% na comparação com o saldo positivo de R$ 44,7 milhões em 2019.

Os resultados da Iguá Saneamento (BOV:IGSN3) referentes suas operações do quarto trimestre de 2020 foram divulgados no dia 24/03/2021. Confira o Press Release completo!

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

A receita líquida da companhia de saneamento, com operações em cinco Estados do Brasil, também contraiu no intervalo de um ano, em cerca de 15%, ao somar R$ 757 milhões e R$ 898 milhões, respectivamente.

Já o Ebitida ajustado – lucro antes de impostos e amortizações, que exclui efeitos não recorrentes, alcançou R$ 315,5 milhões no acumulado do ano passado, com crescimento de 9,4% em relação a 2019, e margem de 45,1%.

IPO

Iguá Saneamento retomou o seu processo de IPO pela terceira vez no inicio de dezembro. No último dia 27 de novembro, a empresa havia comunicado a desistência da oferta.

A empresa privada de saneamento básico salientou que será publicado aviso ao mercado contendo as características da operação; os locais para obtenção do prospecto preliminar; as datas estimadas e locais de divulgação; e as condições, o procedimento, o período de reserva e o período para coleta de intenções de investimento.

Na época, um dos grandes entraves para a operação sair do papel, fora a falta de consenso entre investidores e a empresa em conversas sobre o valor da companhia. A Iguá Saneamento defendia uma avaliação superior ao de outras empresas de saneamento já listadas, como Sabesp (SBSP3); Sanepar (SAPR4); Copasa (CSMG3).

Fundada em 2017, a Iguá Saneamento opera em 18 cidades em cinco, em São Paulo, Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Alagoas. Entre os acionistas com participação na empresa, está o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) através de seu braço de investimentos diretos, o BNDESPar.

Deixe um comentário