S&P 500 caiu em meio a um salto nos rendimentos de títulos na quarta-feira; Nasdaq caiu 2,29%

LinkedIn

As ações de tecnologia derrubaram o S&P 500 na quarta-feira (03) em meio ao aumento dos rendimentos dos títulos, enquanto nomes vinculados a uma recuperação econômica deram ao mercado algum suporte.

O S&P 500 caiu -1,30%, enquanto o Nasdaq Composite despencou -2,70%. O Dow Jones Industrial Average perdeu 121 pontos, ou -0,39%.

A fraqueza veio quando o rendimento do Tesouro de 10 anos ampliou seus ganhos. A taxa de referência subiu mais de 8 pontos base para 1,49% na quarta-feira, após subir para uma alta de 1,6% na semana passada, em um movimento que alguns descreveram como um pico “flash”. O aumento contínuo nos rendimentos dos títulos está aumentando as preocupações sobre as avaliações das ações e um aumento da inflação.

Os rendimentos mais altos dos títulos podem atingir as ações de tecnologia de maneira particularmente difícil, uma vez que elas dependem de empréstimos fáceis para um crescimento superior. Amazon, Microsoft e Alphabet caíram mais de 2%, enquanto Netflix (NFLX, NFLX34) caiu -4,8%. A Apple (AAPL, AAPL34) caiu -2,1%.

O presidente Joe Biden disse na terça-feira que os EUA terão um estoque grande o suficiente de  vacinas contra o coronavírus para inocular todos os adultos do país até o final de maio. Isso seria dois meses antes do previsto. O lançamento da vacina é visto como parte fundamental para fazer os americanos voltarem ao trabalho e para a recuperação da economia.

O crescente otimismo em relação ao lançamento da vacina provocou uma alta nas ações cíclicas e na reabertura econômica. A American Airlines (AAL, AALL34) subiu 4%, enquanto a Carnival (CCL, C1CL34) e a Norwegian Cruise Line (NCLH, N1CL34) subiram cerca de 6% cada. O setor de energia cresceu 2%.

Em termos de dados, as empresas privadas criaram 117.000 novos empregos em fevereiro, de acordo com um relatório na quarta-feira da empresa de processamento de folha de pagamento ADP. Economistas ouvidos pela Dow Jones esperam que 225.000 empregos privados tenham sido criados no mês passado.

Enquanto isso, o ritmo de crescimento do setor de serviços da economia dos EUA desacelerou em fevereiro. O ISM Nonmanufacturing Index mostrou uma leitura de 55,3 no mês passado, queda de 3,4 pontos percentuais em relação a janeiro e abaixo da estimativa do Dow Jones de 58,7.

Deixe um comentário