Cielo aprova a distribuição de Juros sobre Capital Próprio no montante de R$ 85 milhões

LinkedIn

O conselho de administração da Cielo aprovou a distribuição de Juros sobre Capital Próprio  no montante de R$ 85.151.121,21 referente ao 1° trimestre de 2021.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:CIEL3), nesta terça-feira (27).

O valor final por ação do JCP é de R$ 0,03152578584.

O provento será pago aos acionistas no dia 13 de maio de 2021, com base na posição acionária de 30 de abril de 2021. As ações serão negociadas ex-juros sobre capital próprio a partir de 3 de maio de 2021.

O pagamento ocorrerá por meio da instituição depositária das ações – Banco Bradesco, mediante crédito automático para acionistas correntistas e acionistas que já tenham informado ao Banco Bradesco o número de seu CPF ou CNPJ e a respectiva conta bancária.

Os acionistas que não tenham feito essa indicação deverão se dirigir a uma agência do Banco Bradesco para atualização dos dados cadastrais.

Os acionistas detentores de ações custodiadas na B3, receberão os JCP por intermédio de seus agentes de custódia e os acionistas detentores de ADRs (American Depositary Receipts) receberão os JCP por meio do JP Morgan Chase Bank, instituição depositária contratada.

Lucro líquido de R$ 241,3 milhões no primeiro trimestre, avanço de 44,7%

A Cielo, controlada por Bradesco e Banco do Brasil, apresentou lucro líquido de R$ 241,3 milhões no primeiro trimestre deste ano, cifra 44,6% maior que o registrado no mesmo intervalo de 2020. Em relação aos três meses imediatamente anteriores, o resultado da líder das maquininhas encolheu 19,1%, quando a base de comparação é impactada pelo maior volume tradicional à época.

A receita operacional líquida foi de R$ 2,7 bilhões, recuo de 3,8% ante igual período do ano passado, enquanto a receita de aquisição de recebíveis líquida caiu 49,3% no trimestre e somou R$ 95,8 milhões.

Deixe um comentário