B2W (BTOW3): prejuízo líquido de R$ 163,6 milhões no 1T21, alta de 51,5%

LinkedIn

A B2W, dona dos sites Submarino e Americanas.com, registrou prejuízo líquido de R$ 163,6 milhões no primeiro trimestre de 2021, alta de 51,5% em relação aos R$ 108 milhões registrados no mesmo período de 2020.

Por outro lado, a companhia informou que teve alta de 90,4% nas vendas brutas totais (GMV, na sigla em inglês) na comparação com um ano antes, a R$ 8,68 bilhões.

A receita líquida foi de R$ 2,942 bilhões, crescimento de 73,5% quando comparado com os R$ 1,696 bilhão no mesmo período de 2020.

O Ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado atingiu R$ 129,4 milhões, crescimento de 1,4% comparado com os R$ 127,6 milhões registrados no mesmo período de 2020. A margem Ebitda ajustada caiu 3,1 pontos percentuais, para 4,4%. Os números desconsideram os efeitos da consolidação da transportadora da B2W Digital.

O consumo de caixa aumentou, indo para R$ 897,4 milhões nos primeiros três meses deste ano versus R$ 645,7 milhões em igual período de 2020, alta de 38,9%. Segundo a B2W, o consumo de caixa no trimestre está associado à sazonalidade do segmento de varejo no Brasil e ao aumento dos estoques no primeiro trimestre de 2021 (alta de 68,9% versus o primeiro trimestre de 2020), em linha com o crescimento de vendas da plataforma de 1P [varejo digital direto].

“Para os próximos trimestres e para o ano como um todo, reforçamos nosso compromisso de seguir gerando caixa. Como forma de capturar todos os efeitos, a geração ou consumo de caixa é medida pela variação da dívida líquida em relação ao trimestre anterior, sempre desconsiderando eventuais recursos de operações de aumento de capital”, destaca a companhia no seu release de resultados.

O marketplace da B2W somou R$ 5,6 bilhões, alta de 105% no comparativo anual. Com isso, o marketplace chegou a 64,4% de participação no GMV total, alta de 4,6 pontos percentuais em relação ao primeiro trimestre de 2020.

Os dispositivos mobile representaram 83% no tráfego no último trimestre, alta de 1,4 ponto percentual na participação.

Os clientes ativos na plataforma somaram 22,9 milhões, ganho de 6,2 milhões de usuários ante o mesmo período do ano passado.

O braço de pagamentos digitais Ame registrou volume de pagamentos de R$ 5,1 bilhões, alta de 350%.

As despesas gerais no último trimestre foram de R$ 808,1 milhões, alta de 0,5 ponto percentual, em razão dos investimentos no programa de frete grátis Americana Mais.

A B2W destacou ainda que a integração com a Americanas permite a aceleração das iniciativas de entrega rápida, incluindo as entregas em até 3 horas, que totalizaram 2,1 milhões de pedidos no trimestre (13,7% do total).

Os resultados da B2W (BOV:BTOW3) referentes às suas operações do primeiro trimestre de 2021 foram divulgados no dia 06/05/2021. Confira o Press release na íntegra!

VISÃO DO MERCADO

Morgan Stanley

O Morgan Stanley ressalta que a combinação das vendas das Lojas Americanas e da B2W resultaram em volume bruto de mercadoria 53% maior do que no ano anterior, acelerando sobre 18% no quarto trimestre e 3% acima da estimativa do Morgan Stanley. As margens Ebitda ajustadas de 9% ficaram abaixo da estimativa de 14% do Morgan Stanley, devido em grande medida a investimentos na B2W.

Morgan Stanley mantém avaliação overweight e preço-alvo de R$ 33,00.

Deixe um comentário