GPA aprova 18ª emissão de debêntures simples no montante de R$ 1,5 bilhão

LinkedIn

O Conselho de Administração da GPA aprovou a realização de sua 18ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em até 2 séries, com prazo de vencimento entre 5  e 7 anos, no montante de R$1.500.000.000,00 para distribuição pública com esforços restritos de colocação.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:PCAR4), nesta quarta-feira (05). Confira o comunicado na íntegra.

As Debêntures da Oferta Restrita serão destinadas exclusivamente a investidores profissionais, conforme definidos no artigo 9º-A da Instrução da CVM nº 539, de 13 de novembro de 2013, conforme alterada.

A Oferta Restrita será apresentada a, no máximo, 75 (setenta e cinco) investidores profissionais, sendo que as Debêntures somente poderão ser subscritas por, no máximo, 50 (cinquenta) investidores profissionais.

O processo de estruturação da Oferta Restrita e distribuição das Debêntures será conduzido por um consórcio de instituições financeiras integrantes do sistema de distribuição de valores mobiliários.

A Oferta Restrita estará automaticamente dispensada de registro de distribuição pública na CVM, nos termos do artigo 6º da Instrução CVM 476.2 Os termos e condições a respeito da Oferta Restrita e das Debêntures estão previstos na respectiva escritura da Emissão.

Os recursos da Emissão serão utilizados pela Companhia para reforço do capital de giro e/ou alongamento do perfil de endividamento.

A ata da Reunião do Conselho de Administração da Companhia que aprovou os termos e condições da Emissão, conforme o disposto no artigo 59, parágrafo 1º, da Lei das Sociedades por Ações, bem como a escritura da Emissão, estão disponíveis para consulta no site da Companhia (https://gpari.com.br/) e nos sites da CVM (www.cvm.gov.br) e da B3 (www.b3.com.br). Este fato relevante tem caráter exclusivamente informativo, nos termos da regulamentação em vigor, e não constitui nem deve ser interpretado como qualquer esforço de venda e/ou divulgação das Debêntures

Grupo Pão de Açúcar (PCAR3): Lucro dos controladores alcança 2,178 bilhões, alta de 174,9%

O GPA divulgou lucro dos acionistas controladores, base para pagamento de dividendos, alcançando R$ 2,178 bilhões em 2020, alta de 174,9% na comparação com 2019.

4T20

O Grupo Pão de Açúcar (GPA) teve lucro de R$ 1,59 bilhão no quarto trimestre, ante lucro de R$ 94 milhões em igual período de 2019.

A forte alta do resultado é, dentre outros fatores, pelo ganho de uma ação para a exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins, além da melhora do resultado financeiro líquido e maior resultado da equivalência patrimonial.

 

Deixe um comentário