Natura conclui oferta de notas ESG emitidas por subsidiária

LinkedIn
A Natura concluiu a oferta das notas vinculadas a metas de sustentabilidade de 4,125%, com vencimento em 2028, no  valor principal de US$ 1 bilhão, emitida pela subsidiária Natura Cosméticos.
O comunicado foi feito pela empresa (BOV:NTCO3) nesta terça-feira (04).
As notas de práticas sociais, ambientais e de governança (ESG, na sigla em  inglês) foram garantidas pela Natura e terão vencimento em 3 de maio de 2028.
Segundo a empresa, os recursos captados com a emissão das notas ESG serão  utilizados para refinanciar determinadas dívidas da Natura Cosméticos no curto e longo prazo, em linha com o plano de gestão de passivos do Grupo para melhoria da estrutura de capital da Companhia, o que inclui o resgate da totalidade das notas seniores de 5,375% com vencimento em 2023 emitidas pela Natura Cosméticos em 2018.

A Natura pretende divulgar os resultados do 1T21 no dia 12 de maio.

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 1T21

Amargo prejuízo de R$ 663,7 milhões em 2020, com aquisição e incorporação da Avon

A multinacional brasileira de cosméticos Natura &Co., dona da Natura, Avon, The Body Shop e Aesop, amargou um prejuízo de R$ 663,7 milhões, contra um lucro de R$ 173 milhões em 2019, atribuído especialmente à aquisição e incorporação da Avon.

Considerando o PPA (Alocação de Preço de Compra), o lucro de 2019 foi de R$ 155,5 milhões.

A receita líquida entre 2019 e 2020 cresceu 12,1%, para R$ 36,922 bilhões. Se considerado o PPA, a receita líquida mais do que dobrou, avançando 155,6%.

Deixe um comentário